Olá! Love Mondays irá virar Glassdoor em 26 de junho. Saiba mais
  • Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
  • Vagas
Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Nubank?

447 postagens (241 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

4.60
  • Remuneração e benefícios
    4.22
  • Oportunidade de carreira
    4.23
  • Cultura da empresa
    4.72
  • Qualidade de vida
    4.43

Recomendam a empresa a um amigo


  • Há 8 meses

    Falta oportunidade para crescer

    Analista de Relacionamento Cliente

    São Paulo, SP


    Prós: Ambiente diferente com pessoas jovens e engajadas, boa localização, salários compatíveis e benefícios razoáveis. Descontraído e com clima de startup

    Contras: A empresa exige demais de você, há muito trabalho e muita cobrança em cima de métricas muitas vezes sem propósito e a falta de promoções desanima.

    Conselhos para presidência: Dar mais oportunidade para quem realmente está mostrando um bom trabalho e não somente para quem aparece mais por ser famoso

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 8 meses

    Muita expectativa para um lugar ruim

    Analista de Relacionamento JúniorEx-funcionário, saiu em 2018

    São Paulo, SP


    Prós: É uma empresa muito jovem com pessoas super diferentes, o que faz ser muito mais divertido de trabalhar, o escritório é bonito, você pode levar seu cachorro todos os dias se quiser. Não há nenhum tipo de dress code e você ganha fruta 2 vezes por dia.

    Contras: Por ser uma empresa muito jovem eles acham que não precisam de processos estruturados, o que acaba gerando uma bagunça em tudo o que estão fazendo. Os funcionários podem ter suas opiniões e podem expressá-las desde que essas opiniões estejam de acordo com o que eles querem. Caso contrário, você será demitido e te informarão que o problema eram as "métricas". Gestão: A maior parte das pessoas que está lá gerindo pessoas não está preparada para isso (X forces e Xperts), eles não sabem como direcionar ou liderar alguém, foram promovidos por terem bons números, mas não conseguem ajudar ninguém.

    Conselhos para presidência: Apliquem de verdade o que vocês pregam (valores), vi muito esses valores serem ignorados ao longo do tempo que fiquei, seus funcionários não tem empatia uns com os outros, e fingem gostar dos clientes. No fim, estão cansados de fazer a mesma coisa e não ter direções para crescimento. É necessário um olhar especial na gestão de pessoas.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 10 meses

    Cultura de exploração extrema do funcionário e amor incondicional a empresa

    Analista de Experiência do Cliente

    São Paulo, SP


    Prós: Os benefícios são muito bons. Plano de saúde muito bom, VR de R$30 por dia, etc. Infraestrutura também boa. Ambiente de trabalho com muitas mulheres e homossexuais, é um lugar que busca ser inclusivo. Há sistema de apoio psicológico, há oferta de massagem gratuita mensal.

    Contras: Pressão e cobrança desumana sobre o funcionário em bater suas "métricas", seu padrão de desempenho. Controlador e cobrança demais sobre o funcionário. Cultura da empresa quer que você se apaixone pela empresa e pela marca. É bizarro. Muita concorrência e intriga para promoções. Ambiente de trabalho tão jovem e informal que chega a ser meio imaturo algumas vezes. Apesar dos bons benefícios, o salário é baixo para quem tem esse cargo de Xpeer. Horário nadíssima flexível. Extremamente rígidos com horários. Ganha-se pouco para trabalhar muito. E não pode reclamar, por que tem que amar a empresa.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 1 ano

    Qualidade de Vida é muito mais que um pebolim no refeitório

    Administrativo

    São Paulo, SP


    Prós: Prédio com design moderno, ambiente amigável e frutinhas no lanche. Um rooftop incrível aberto a todos e sempre disponível - se você tiver tempo para aproveitar.

    Contras: As lindas salas de descompressão e os espaços de convivência, que são grande chamariz de qualidade de vida, estão sempre vazios, porque ninguém nunca tem tempo. A cultura predominante é de almoçar na mesa para não sair, e nas raras vezes que cumpri somente as 8h de trabalho diário, tive que completar a jornada quando cheguei em casa. A cultura da empresa é um lindo discurso, mas que não se aplica na prática. WE THINK AND ACT LIKE OWNERS - Funcionários são encorajados a pensar como dono, se desapegarem de desculpas sobre prazos apertados, horas extras e dificuldades de infraestrutura. WE ARE HUNGRY AND CHALLENGE THE STATUS QUO - "No excuses" é mais um jeito de dizer que não se importa com as condições de trabalho do que um incentivo à superação. WE WANT CUSTOMERS TO LOVE US FANATICALLY - Não só clientes, mas suas opiniões só são ouvidas se forem elogios. Já reparou que todo funcionário fica compartilhando desesparadamente os posts da empresa? As reuniões parecem culto religioso, em que as lideranças ficam repetindo o código de conduta como salmos e os funcionários ficam aplaudindo cegamente. Parece uma grande lavagem cerebral. Não me entendam mal, acho indispensável que os funcionários abracem a causa e se identifiquem com a cultura, mas é desequilibrado e insustentável que a discordância seja desestimulada, até porque é ela que leva ao aperfeiçoamento dos processos. WE BUILD STRONG AND DIVERSE TEAM - Sim, o pessoal do atendimento (XPeer) é bastante diverso. Mas repare nas lideranças! A pesquisa de diversidade que eles fizeram só perguntava quem era gay e que série os funcionários assistiam, demonstrando uma visão amadora e limitada de diversidade. Você não é nada ali se não tiver vindo de uma família de classe média, se morar em periferia, se não gostar de cultura geek, se não tiver feito umam faculdade de elite. O próprio fato de adotarem o inglês como língua oficial é um filtro social. Não ouse dizer que os cachorros incomodam e que você acha falta de higiene o xixi no carpete! A lição que estou aprendendo aqui é que a maior qualidade de vida que uma empresa pode oferecer é o equilibro entre trabalho e sua vida e convicções particulares.

    Conselhos para presidência: Uma empresa é muito mais do que engenheiros e designers. Sem desmerecer esta equipe incrível, mas é que sem outras funções de apoio, como o People, Finanças, SOS, Comunicação etc, simplesmente a empresa como um todo não funciona. Acredite: a galera das áreas de suporte também têm uma formação excepcional e matam um leão por dia. Vocês ainda tem muito o que crescer em termos de gestão de pessoas.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 1 ano

    Bom para aprender e ganhar visibilidade no mercado

    Funcionário

    São Paulo, SP


    Prós: - Monitor e computador de boa qualidade - Local de trabalho bem localizado - Visibilidade (para receber ofertas de outras empresas) por ser uma empresa que está em evidência

    Contras: - Você é "convidado" por livre e espontânea pressão a escolher pelo menos dois dias pra trabalhar durante os fins de semana do mês. Você pode até não aceitar, mas seguramente não será bem visto. Dependendo da sua escala você pode ter apenas um dia de descanso durante um período de 12 dias consecutivos. - Reuniões em excesso. Muitas mesmo, e a qualquer hora do dia. Tem dias que você fica agoniado por não poder trabalhar e desempenhar as tarefas que estão sob sua responsabilidade - Uma tarefa começada seguindo uma determinada estrutura e padrão absolutamente não vai chegar até o final assim. Com certeza os padrões vão mudar várias e várias vezes durante o percurso e você vai perder bastante tempo adaptando o que já tinha feito, talvez até mais tempo do que gastou para fazer o que realmente importava, o que acaba se tornando cada vez mais desgastante ao longo do tempo - Mudanças que afetam o dia-a-dia de trabalho de várias pessoas são decididas por pequenos grupinhos que sequer procuram entender o impacto que pode causar sobre outros times. De uma hora para outra você vai ser informado sobre mudanças grandes que prejudicam suas metas. Azar o seu. - Novas tecnologias são introduzidas com objetivo de acelerar o desenvolvimento às custas de bugs e crashes que acabam sendo relevados por causa do "bem maior". Qualidade dos sistemas era levada muito a sério, mas hoje em dia já não é valorizada - Bom trabalho não é valorizado. Geralmente quem leva o mérito por alguma tarefa bem feita é quem menos trabalhou pra que ela fosse realizada (chefes) - Salário abaixo da média do mercado, ainda que tentem passar a impressão contrária - Vale refeição não é reajustado faz tempo e a região é muito cara. Se você comer mais de 400g no almoço e tomar um suco por dia, seguramente seu vale refeição vai acabar até o dia 20 - Pessoas boas e que mandam bem são demitidas do nada com explicações como "não é culture fit", "performance" etc., ainda que os pares não concordem. Não foi um caso ou outro, mas sim vários.

    Conselhos para presidência: A gerência sempre é bastante ativa e preocupada quanto a métricas, branding, valorização da marca, novos produtos, cobertura da mídia etc. Enquanto isso, a motivação dos funcionários desce pelo ralo sem que nada seja feito.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 1 ano

    Bom pra inicantes

    Ex-funcionário, saiu em 2017


    Prós: Apesar de ser uma empresa nova em comparação as demais do segmento financeiro, o Nubank está bem posicionado no mercado financeiro com um produto diferenciado: cartão de crédito sem anuidade com um aplicativo funcional e bem direcionado pra quem é muito antenado a tecnologia. O ambiente de trabalho é descolado, com uma galera bem jovem e todos se ajudam. Você pode até levar seu dog pra trabalhar com você em qualquer dia da semana, as vezes o barulho dos cães atrapalham um pouco se você está com algum cliente no telefone. Beneficios ok. Empresa ideal pra quem está começando a vida profissional e não tem muita bagagem anterior pra adquirir experiencia. Trabalho é bem dividido, não importa aonde você irá trabalhar dentro do Nubank você sempre irá trabalhar com atendimento a cliente por chat/telefone e ou e-mail. O legal é que você raramente fica o dia inteiro em apenas uma atividade, porém com o passar do tempo você nota que não há uma perspectiva de futuro pois todos os setores praticamente fazem a mesma coisa, mudando apenas a nomenclatura. Exceto se você for um engenheiro.

    Contras: A tecnologia está aí para todos mas nem todos estão aí pra tecnologia. Esse é o perfil do cliente que contata o Nubank diariamente. O cara que é antenado com a tecnologia do aplicativo raramente vai entrar em contato, só se acontecer alguma coisa muito fora da curva, portanto é necessário ter muita paciência, pois entre outras coisas, lidar com clientes que não sabem imprimir um boleto do e-mail, pode ser complicado. Não é uma empresa recomendável se você procura estabilidade ou plano de carreira, pois isso não existe devido a alta rotatividade dos atendentes (xpeers) por N motivos. A impressão que ficou é que só se deu bem lá no Nubank quem pegou a empresa no começo (2015 e 2016). Feedbacks de acompanhamento dos gestores (lá eles chamam de Xman/swots) na hora de fazer sua performance são subjetivos demais e sem consistência por estes terem pouco amadurecimento profissional, afinal é uma galera muito jovem e inexperiente em cargos de liderança. Eles partem de um principio de que tudo pode ser feito melhor e a impressão que passa é que tudo que você faz não é bom o suficiente mesmo você atendendo todas as solicitações dos clientes. Hora extra deveria ser opcional e não obrigatório, há setores que fazem hora extra todo final de semana,complicado se a pessoa tem outros compromissos a serem feitos em um final de semana.

    Conselhos para presidência: Mudar a mentalidade de Startup, acho que o Nubank não está mais nesse estágio. Demitir e contratar funcionarios quase todo mês geram altos custos, deveria existir um programa de retenção de talentos por parte do RH.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 1 ano

    Nem tudo que reluz é ouro

    Analista de Customer ServiceEx-funcionário, saiu em 2017

    São Paulo, SP


    Prós: O ambiente da empresa é muito bom, empresa de perfil jovem até 30 anos, o que é 90% das pessoas, os funcionários tem uma liberdade bastante rara do que na grande maioria das empresas por aí: tem gente que vai trabalhar de bermuda, chinelo, camiseta estampada, ninguém usa roupa social. Os benefícios também são bacanas convênio médico, convênio odontológico (opcional) e vale-refeição compatível com o mercado, pois a região onde a empresa fica é bem cara pra se almoçar todo dia e as vezes o vale refeição acaba uma semana antes de renovar o crédito, se você não se policiar. Horários e dias de trabalho flexiveis: manhã/tarde/noite/madrugada variando de terça a sábado, domingo a quinta e segunda a sexta(se vc tiver sorte). Salário razoável pra a faixa etária descrita, ótimo pra quem é iniciante e ruim pra quem já tem uma experiência no mercado.

    Contras: Rotatividade é muito grande na empresa, isso chega a ser assustador,muita gente entrando e saindo quase todo mês por motivos diversos. Percebe-se que a equipe de RH (People&Culture) tem nenhuma atuação na retenção e desenvolvimento de talentos. Se você é o do tipo de pessoa que tem uma vida social intensa aos finais de semana, esqueça se você entrar no Nubank. Dependendo do setor que você for designado, você é obrigado a pegar pelo o menos 2 finais de semana ao mês para fazer hora extra e mesmo que você não pegue pra fazer, você é sorteado involuntariamente, correndo o risco de cair em um horário desagradável para trabalhar. Como a empresa é regime 24 horas, esqueça feriados livres, incluindo Natal e Ano novo, o que é um absurdo, ao menos essas duas datas deveriam ser livres como acontece no resto do mundo. Plano de carreira é outro ponto negativo forte: não há. Não existe um caminho a ser seguido pra vc ser promovido dentro do Nubank, muito disso é culpa dos gestores (Swots) terem pouca experiencia de mercado e não darem feedbacks consistentes, ficando tudo muito subjetivo e oba oba.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 2 anos

    Retenção falha

    Analista de Customer Service


    Prós: Ambiente descontraído e amigável, realmente todos podem se sentir recepcionados. A empresa tem uma importância no mercado e tê-la no currículo é bacana

    Contras: Não há preocupação alguma com desenvolvimento de carreira em outras funções ou retenção de talentos quando o tópico é customer Experience. A maioria entra acreditando que é possível mudar de função mas se frustra com 99% dos processos seletivos sendo abertos para fora sem sequer cogitar os funcionários da casa. Reter talentos não vale para quem é de CX

    Conselhos para presidência: Valorizar a aptidão, formação e vontade dos funcionários. Há diversos projetos sendo tocados pelos atuais Nubankers que poderiam abrir vagas específicas mas quando novas posições são abertas só sabe olhar para fora.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 5 meses

    Não é tudo isso não.

    AtendimentoEx-funcionário, saiu em 2018


    Prós: Tenho lido todos os relatos positivos aqui no site Lovemondays e todos são tendenciosos e repetitivos demais,totalmente fora da realidade, essa empresa não tem nada de positivo a ser dito o tanto como essas pessoas escrevem.

    Contras: Como uma empresa pode ser considerada excepcional se não existe um plano de carreira? Isso é o principio básico. Rotatividade alta, trabalha de final de semana e feriados. Salário e beneficios bem medianos. Como isso pode ser bom? Sugiro que leia mais os outros comentários negativos, que refletem mais a realidade do que esses positivos.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 6 meses

    Ilusão

    Customer ExperienceEx-funcionário, saiu em 2018

    São Paulo, SP


    Prós: Pouquíssimos. Um deles é fazer amizades valiosas com pessoas que está na mesma situação que você: loucos pra sair do Nubank o quanto antes porque perderam a roubada em que se meteram.

    Contras: Trabalhar no Nubank é viver uma grande mentira. Há três tipos de pessoas que trabalham no Nubank: os que trabalham com software/design/produto, ganhando bem e sendo valorizados, os que trabalham no relacionamento com o cliente, ganhando pouco, sem nenhuma valorização e sem perspetiva de futuro na empresa, e os que também trabalham no relacionamento com o cliente, ganham mal, mas sonham eu trocar de área/subir na hierarquia interna da empresa. Para isso ficam fingindo que amam o Nubank, quando na verdade sabem a triste realidade que é trabalhar lá. Um call center onde você é chamado a atenção até ao ir ao banheiro ou pegar o celular na mão. Uma eterna pressão pra que nenhum erro seja cometido enquanto você se sacrifica pela empresa, passando horas seguidas fazendo exatamente a mesma coisa. Um salário que não é compatível com o nível de conhecimento dos empregados, nem é compatível com a qualidade de atendimento e quantidade de tarefas demandadas. Querem que o "orgulho" de trabalhar no Nubank seja seu salário. Bom, orgulho de ser explorado e pouco valorizado eu não tenho.

    Recomenda a empresa: Não


Informações da empresa

Nubank

Descrição:O Nubank é hoje a principal fintech da América Latina. Em 2014, a empresa lançou seu primeiro produto, um cartão de crédito sem anuidade que é gerenciado inteiramente por um aplicativo móvel. Mais de 20 milhões de pessoas já pediram o cartão e a empresa tem hoje mais de 5 milhões de clientes. Em 2017, o Nubank também lançou seu programa de benefícios, o Nubank Rewards, e a NuConta, conta digital que já é usada por mais de 2,5 milhões brasileiros. Até hoje, o Nubank já captou cerca de US$ 420 milhões em sete rodadas de investimento. Recentemente, a revista Fast Company elegeu o Nubank como 3a empresa mais inovadora no ranking Most Innovative Companies de 2018. Saiba mais em www.nubank.com.br.

Site