Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Natura?

398 postagens (131 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

3.89
  • Remuneração e benefícios
    3.83
  • Oportunidade de carreira
    3.24
  • Cultura da empresa
    4.02
  • Qualidade de vida
    3.64

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há mais de 2 anos

    Uma empresa que está perdendo a sua alma

    Ex-funcionário, saiu em 2014


    Prós: O que era chamado de "Essência Natura", um jeito diferente de fazer as coisas acontecerem: inovador, avaliando os três aspectos da sustentabilidade, tendo a oportunidade de propor e ousar. A oportunidade de ter tido contato com os fundadores e com Alessandro Carlucci foi sensacional e sempre uma oportunidade de aprendizagem.

    Contras: O excesso de comitês decisórios fazem com que os colaboradores não sejam de fato autores e responsáveis por seus processos. Por outro lado, estes comitês são muito agressivos, irônicos, por mais que tentem disfarçar isto, em especial o Comex. Este Comex não transmite confiança e apoio ao grupo de gestão e a Vice Presidência de RH e toda sua diretoria de RH deveria ser chamada de desumana pois não carrega o DNA da empresa. A ouvidoria também não é confiável.

    Conselhos para presidência: Caro Roberto Lima, O seu desafio é hercúleo e, de verdade, desejo que tenha sucesso pois a Natura é uma empresa que já deu muito orgulho aos brasileiros, colaboradores e ex-colaboradores. Será necessário coragem para sair deste modelo de negócio que envolve a consultora de uma forma honrosa para todos e coragem também para olhar para dentro e perceber que existem executivos que são a antítese do que os fundadores desta empresa são e pregam como excelência de gestão, humanidade e que refletia a "essência Natura". Nem por dinheiro (salário mais variável alta) as pessoas estão querendo ficar ai!! Boa sorte e aproxime-se das pessoas da base, pois não bastará apenas competência.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 4 anos

    Cresci e amadureci muito com a natura tanto em minha vida pessoal e prossifional.

    Consultor

    Ariquemes, RO


    Prós: Transparência e Dedicação, a Natura procura com seus produtos não só a satisfção economica da consultora e sim fortalecer laços entre os consumidores. Essa familia Natura de consultoras e consultores são todos muito unidos, nos ajudamos muito, não só com produtos e sim com ajudas pessoais. A natura abre portas e oportunidades. Cresci e amadureci muito com a natura, em minha vida pessoal e prossifional

    Contras: A unica coisa que tenho a reclamar é que o prazo para pagamento do boleto é muito curto

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há quase 3 anos

    Coordenador de MarketingEx-funcionário, saiu em 2014

    São Paulo, SP


    Prós: A empresa ainda possui uma boa imagem, oferece uma boa estrutura tanto para trabalho como atividades diferentes dentro da sede em Cajamar, como clube, massagem...

    Contras: - estrutura e gestão completamente ultrapassadas (muito cacique pra pouco índio);
    - você é visto pela quantidade de cafés e bate papos que tem e não pela sua entrega, ou seja, vale mais você ter um bom relacionamento do que trabalhar efetivamente! Assim suas chances de crescimento são reais, caso contrário se contente com a sua posição;
    - cultura muito específica que dificulta a adaptação de quem vem de fora (muita fofoca, picuinha, guerra de ego e panela);
    - equipe mais preocupada em fazer amizades e manter a aparência do que executar suas atividades;
    - 0% autonomia! Um analista em outra empresa tem muito mais autonomia e força de decisão do que um gerente na Natura;
    - funcionários com muito tempo de casa enxergam pessoas que vieram do mercado como uma ameaça, por ter uma visão de mercado totalmente diferente e também por perceber que as pessoas de fora tem muito mais background/ know-how do dia a dia da posição;
    - reestruturações a cada 6 meses no mínimo, onde os funcionários são "jogados" nos novos departamentos sem o qualquer zelo e preocupação com o desenvolvimento e adaptação;
    - gerência engessada e fechada para escutar novas idéias;
    - muitos com "braço curto", ou seja, deixa que o outro faz! é mais fácil jogar o problema no colo do outro do que tentar ajudar a solucionar um problema.

    Conselhos para presidência: Dar suporte para os novos funcionários, pois o choque de cultura entre a Natura e o restante do mercado é gritante! O funcionário que vem de outra empresa, ramo e/ou categoria precisa de pelo menos 1 ano para entender boa parte da empresa, conhecer as pessoas e conseguir conquistar a confiança, criando um vínculo com o restante da equipe, digo isso pois na Natura se você não tiver um bom relacionamento com as suas interfaces seus dias serão difíceis e nada produtivos; reestruturações rotineiras não ajudam!

    A Natura peca na gestão de talentos! Vi algumas vezes a Natura perder talentos por ego, morosidade na tomada de decisões e falta de interesse na solução dos assuntos, mas por outro lado uma velocidade e agilidade imensa para efetivar, promover ou fazer algo de positivo para alguém com ótimo relacionamento dentro da empresa (sim em todas as empresas isso acontece, mas na natura é surreal).

    Grande parte da ineficiência da empresa atualmente, está ligada a cultura, pois muitos se apoiam nela para fugir de situações não agradáveis mas que para a empresa são importantes! Uma discussão em reunião não é pessoal e sim profissional para que o melhor aconteça para a empresa, MAS infelizmente a maioria dos funcionários prefere não passar por esta situação impactando diretamente a empresa.

    Valorize não apenas as pessoas com mais de 5, 10, 15 anos de casa! Chame pra uma conversa pessoas novas de casa, entendam o que é mais diferente, o que eles sentem falta, como dar coaching e conhecimento para profissionais que estão iniciando a carreira e pegar idéias do que se pode agregar!

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 4 anos

    Empresa ética para pessoas éticas

    Diretor

    São Paulo, SP


    Prós: A empresa é ética, procura acertar em tudo o que faz. Atrai boas pessoas e bons profissionais, e o ambiente é desafiador para o auto-desenvolvimento.

    Contras: Como toda grande empresa, a participação de cada um nas decisões é menor. Processos são pouco morosos e demandam muita energia para "fazer acontecer"

    Conselhos para presidência: n/a

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há mais de 4 anos

    A experiência tem sido valiosa, inclusive para saber como agir ou não agir em determinadas situações.

    Gerente

    Barueri, SP


    Prós: Desafios, desenvolvimento pessoal e profissional, valorização das idéias e possibilidade de movimentação para outras áreas mesmo sem experiência, ótimos cursos para capacitação pessoal.

    Contras: alguns gestores precisam de desenvolvimento, pois nao tem habilidades com pessoas; em algumas áreas há muito desequilíbrio entre vida pessoal e profissional com volume de trabalho excessivo, inclusive nos finais de semana.

    Conselhos para presidência: - aproveitar os cursos fornecidos pela empresa e aplicar as técnicas de gestão; - priorizar o plano estratégico da Cia.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há mais de 2 anos

    Pagas-se bem, exige-se também, mas é muito desafiador a cada dia

    Ex-funcionário, saiu em 2015


    Prós: Ambiente descontraído e informal. Fácil acesso a todos os níveis hierárquicos. Muitas oportunidades de crescimento profissional. Focada no bem estar dos consumidores e com apelo sustentável, sendo estes os principais valores da empresa. Pagas-se bem com excelente pacote de remuneração.

    Contras: A empresa é jovem e cresceu muito rapidamente e por isso não possuí processos estabelecidos, ou seja, os processos estão com as pessoas. Muita rotatividade de profissionais. Carga excessiva de trabalho e muita pressão, porém de forma desordenada. Quem deseja trabalhar e fazer bem feito encontra um ambiente muito desafiador e acaba não tendo uma vida equilibrada em função da carga excessiva de trabalho.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 1 ano

    Não voltaria a trabalhar na mesma área nesta empresa.

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2016

    Cajamar, SP


    Prós: Empresa inovadora, em constantes mudanças com produtos de alta qualidade. Chance de efetivação e grandes oportunidades de carreira. Curva alta de aprendizado.

    Contras: Salário baixo, poucos benefícios comparado a outros estágios. Programa pouco desenvolvido, cursos que muitas vezes servem apenas para cumprir carga horária. Rotinas com atividades de pouco desenvolvimento, serviços inúteis apenas para mostrar resultado. Clima de trabalho muito estressante com ambiente pouco saudável.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há quase 2 anos

    A cada ano que passa, tenho me encontrado ainda mais...

    Assistente Executiva

    São Paulo, SP


    Prós: Inevitavelmente nos tornamos diferentes depois de trabalhar na Natura, seja por nos encantarmos com a beleza indescritível do contato com a Natureza do site de Cajamar, ou por se acostumar – e gostar – de trabalhar em uma “bolha” incrustada em meio ao verde, onde carpas nadam no térreo refesteladas pela sombra de jabuticabeiras e onde nenhuma outra empresa divide o espaço conosco – bem diferente dos centros corporativos, como a Paulista, Faria Lima e Berrini ou pelo cuidado ao relacionar-se com as pessoas (eu, por exemplo, tenho uma pegada mais prática, rápida e racional e até então, nunca havia me imaginado escrevendo um e-mail com o enunciado “Queridos”), ou ainda, por acreditar na viabilidade tem termos de produtividade x $$, logísticos e de cadeira produtiva, na extração da matéria prima nas comunidades extrativistas da Amazônia, posteriormente na transformação em Noodle em Belém e só aí em São Paulo ser manufaturado, dando a cara do produto final, ou por inúmeras vezes se emocionar com os depoimentos que reforçam e que condizem com os alicerces do Triple Bottom Line. A Natura é uma empresa para aqueles que tem paixão. Vontade de fazer diferente. É a que produz, também visando a essência de Sustentabilidade. Em termos de sociedade, é ativa e participante. Temos o Crer pra Ver e o Instituto Natura como prova viva. Estimuladora de endomarketing através de campanhas com apelo emocional, social e enriquecedoras. Lembro de um painel enorme no hall com a frase de uma Gerente de Relacionamento: “Só quando se ama o que faz, é que se é capaz de transformar a vida das pessoas”. E porque não? Porque todos nós não podemos também ser esse agente de transformação? A Natura é essa ideologia. É bem complexo, sim! Reconheço que nem todos tem uma afinidade ou entendimento logo de cara. Mas quando acontece é como finalmente encontrar o que quanto se estava procurando. De um modo geral, a grande maioria das pessoas e do ambiente, é bem receptivo. Me senti em casa instantaneamente. Existe sim, o estimulo do bom relacionamento. Recebi 3 feedbacks em anos consecutivos para este ponto (o que só reafirmou os feedbacks que havia recebido em outras empresas). Portanto para mim, não foi uma surpresa e sim justo, fidedigno e um ponto de desenvolvimento já sinalizado e muito policiado por mim, reconheço. Há diretorias ou áreas bem distintas. Especificamente na minha vice presidência – Operações e Logística -, os analistas trabalham com certa desenvoltura. Acredito inclusive que caminham muitas vezes, sem a micro gestão, o que ao meu ver, é ótimo. Estimula o amadurecimento, responsabilidade, pertencimento, segurança e confiança. Há bons direcionadores de conduta, através de Código pertinente. Constantemente renovado, atualizado e disponibilizado anualmente de forma obrigatória para todos os colaboradores. Para os diretores, há a Lei Anti Corrupção como base norteadora também. Tive dois processos em que fui mencionada por manifestações na Ouvidoria, e por estas experiências, posso dizer que o processo de apuração é coerente. O caminho para mudança de área ou posição é inicialmente desenhada na ferramenta de avaliação (plano de trabalho, metas, 360º) e posteriormente alinhada com intermédio do gestor ou dos relacionamentos exercitados. Mas, se tem uma máxima de que acredito (não exclusivamente na Natura), é que a empresa não é exclusivamente detentora de suas escolhas profissionais. Cabe a nós, principalmente cavar oportunidades, vislumbrar caminhos não óbvios, tornar o trabalho constantemente relembrado e em evidencia (independente do cargo), tornando-se útil e porque não, referencia. Não dependendo única e exclusivamente dos relacionamentos que o seu gestor “cavar” em seu nome. Por fim, gosto do restaurante/refeitório, que mesmo não tendo a comida tão gostosa e com extensa variedade – como em uma praça de alimentação -, é politicamente correta e saudável (o que contribui novamente para me tornar uma pessoa melhor). Os benefícios também são atrativos, academia, clube, descontos em produtos, 14º. Salário, farmácia com desconto em folha, estacionamento, fretado, investimento/reembolso educacional, PLR, creche ou auxilio, ambulatório e ginastica laboral. Acredito que no mundo corporativo, todo mundo encontra o seu lugar. Os que estão acomodados ou “braços curtos’ certamente estão também infelizes e menos motivados, trazendo para sua rotina uma sensação de mesmice não salutar. Aqueles que já não perpetuam e manifestam dos mesmos valores ou da mesma produtividade, acabam saindo. Essa é uma regra universal de afinidade, na minha concepção.

    Contras: Mencionei adaptação. Realmente não é fácil ou sutil para todos. Demora-se um tempo considerável para adquirir a curva de aprendizado. O que são 3 meses em outro lugar, são 6 meses na Natura. Duas palavras são constantes: Polaridades e Adaptabilidade. Entender as polaridades da empresa nos ajuda a nos tornar mais flexíveis. Há um estimulo para que as lideranças mudem. O plano de sucessão é de 2/3 anos, e não é raro a mudança do gestor no meio caminho. Por este motivo, que mais uma vez reforço e acredito, que é seu trabalho que deve aparecer (independente do gestor que tenha). A Natura é uma empresa jovem que ainda está desenvolvendo-se em cenários menos amigáveis, hostis ou inóspitos. É fato que a Natura dos antigos não é a mesma para os novos. Ainda procura-se um nível estável de gerir. Um ponto de equilíbrio. Nem o 8, tão pouco o 80. Nos 3 últimos anos, intensificados pela recessão do pais, esta balança frágil se reafirmou. O que pode caracterizar para alguns, como perda da essência. Fidelizamos por muito tempo um canal exclusivo (nossas queridas consultoras). Em termos, ficamos ultrapassados em nossa maneira de relacionar e vender. As peças publicitárias veiculadas na mídia, são essencialmente intangíveis ou muito subjetivas (lindas, mas subjetivas). Parece um certo receito em vender. Quem vai captar a mensagem, e comprar um desodorante corporal que garanta até 36 horas de hidratação, transmitida após o término da poesia? A grande massa televisiva será impactada? A essência e o subjetivo é importante e o que nos diferencia, mas até que ponto deixamos de vender por não ter uma pegada mais pragmática ou assertiva? Por fim, reconheço sua morosidade em termos de processos. Suas decisões são colegiadas, com muitas reuniões e alguns fóruns gigantescos.

    Conselhos para presidência: Acredito que os desafios são gigantes, com inúmeros obstáculos e quebras de paradigmas internos. Novos caminhos poderão ser necessários, mas acredito que as oportunidades aparecerão como desenvolvimento e melhoria. Da essência preservem o coração e tudo aquilo que nos diferencia dos concorrentes e o que já nos tornou pioneiros. Do passado resguardem os exemplos promissores e a efetividade dos processos administrativos e de gestão. Construam o futuro, tendo também o pragmatismo, a racionalidade, e a praticidade como alicerce, em uma dualidade e uma combinação perfeita e construtiva de razão e emoção. Simplifiquem o que pode ser simplificado. Monitorem e estimulem seus talentos e recursos humanos. Encontrem um equilíbrio contínuo de estabilidade. Abram nossas portas cada vez mais, ampliando essa consciência social para outras pessoas ou outros veículos. Ampliem nossas fronteiras e nossos canais. Globalizem-nos, tornando-nos finalmente um exemplo de Omni Channel. Pensem fora da caixa (foi deste pensamento que a Natura foi concebida originalmente). Preservem os preceitos e premissas da Sustentabilidade. E acreditem o que focamos, é o que acaba por se expandir. Não tenham a famigerada crise como muleta, mas sim, como um novo olhar. A mola propulsora que o passado não teve, mas que as circunstâncias agora, nos obrigam a exercitar. Trabalho e Avante! Somos construtores do futuro.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há quase 3 anos

    decepção

    Ex-funcionário, saiu em 2014

    Cajamar, SP


    Prós: Benefícios, salário, ações educacionais

    Contras: gestao despreparada, hierarquia velada, protecionismo, centralização

    Conselhos para presidência: olhar bem para o RH

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 3 anos

    Recomendo, mas cuidado com a expectativa, não é a empresa dos sonhos

    Gerente de Marketing

    São Paulo, SP


    Prós: Clima, imagem da empresa, estrutura para trabalhar, oportunidade de desenvolvimento profissional.

    Contras: Modelo de gestão ultrapassado (muitos comitês, muitas reuniões improdutivas), organograma extremamente inchado (50 diretores, 8 vp's), baixa agilidade na tomada de decisão, politica de remuneração variável pouco clara e pouco atrativa, cultura muito específica que dificulta a adaptação de quem vem de fora.

    Recomenda a empresa: Sim


Informações da empresa

Natura

Descrição:Natura é uma empresa brasileira que atua no setor de produtos de tratamento para o rosto e o corpo, banho, óleos corporais, perfumaria, cabelos, proteção solar, infantil e higiene oral. Fundada em 1969, hoje está presente em sete países da América Latina e na França. Comprometida historicamente com a preservação do meio ambiente, a Natura foi a primeira empresa a introduzir refis no setor de cosméticos brasileiro. Nos últimos 5 anos, a marca Natura vem sendo apontada como uma das mais valiosas, admiradas e desejadas do Brasil por institutos de pesquisa e veículos de comunicação.

Site

RH: quer atrair bons talentos?