Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Médicos sem Fronteiras?

3 postagens (2 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

5.00
  • Remuneração e benefícios
    5.00
  • Oportunidade de carreira
    4.00
  • Cultura da empresa
    5.00
  • Qualidade de vida
    5.00

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há 11 meses

    Uma ótima organização para trabalhar e contribuir por um bem maior!

    Ex-funcionário, saiu em 2015

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: A organização é realmente muito comprometida com a causa e com o bem estar, desenvolvimento e motivação dos seus funcionários. O ambiente de trabalho é agradável, acolhedor e colaborativo. Trabalhei com captação de recursos (diálogo direto), um trabalho desafiador mas compensador em termos de aprendizado. A organização deu todo o suporte e motivação necessários para que eu tivesse a melhor experiência.

    Contras: O crescimento dentro da organização pode ser limitado para o profissional da área de captação de recursos. Além disso, o acesso para as outras áreas da organização é um pouco restrito, uma vez que o escritório do RJ é pequeno e se encarrega de funções basicamente administratias, de comunicação e captação.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 12 meses

    Empresa com alto nível de aprendizado.

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2015

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Uma boa empresa para quem esta querendo entrar no mercado, otimos funcionários. Aprendizado com profissionais que trabalham para um bem maior.

    Contras: A empresa fica bem localizado, porém a alto grau de de alagamentos no local, poderia ser transferido para algum bairro com mais estrutura....

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há mais de 1 ano

    Médicos sem Fronteiras

    Funcionário


    Prós: O reconhecimento dado a quem trabalha bem e a preocupação com o conforto do funcionário.

    Contras: O salário é pequeno e as chances de crescer também são mínimas

    Recomenda a empresa: Sim

Informações da empresa

Médicos sem Fronteiras
RH: quer atrair bons talentos?