Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na KPMG?

Ver todas as avaliações

  • Há 6 meses

    Uma grande empresa para se trabalhar. Lugar de aprendizado e muito trabalho.

    Gerente Sênior

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: - Dimensão: é uma grande e estruturada empresa - Maturidade: todos os processos são bem maduros e há documentação e política para tudo - Brand: a marca é muito importante para o currículo de quem pretende fazer carreira e não espera apenas resultados de curto prazo - Solidez: empresa com muitos controles e "cadeados" para prevenir desastres econômicos de grande escala em projetos, questões relacionadas a má fé e falta de ética, etc. Isso traz segurança e confiabilidade aos funcionários - Benefícios: apresenta benefícios de nível médio para bom. Devido à sua dimensão, tem muitos convênios interessantes. Oferece cursos de idiomas. Dentras as Big 4, é a única a oferecer veículo corporativo aos gerentes e gerentes sêniores - Multidisciplinaridade: há muitos times de diferentes backgrounds profissionais. Isso é muito importante para o desenvolvimento e crescimento profissional - Acolhimento / desenvolvimento: há ações interessantes para motivação e integração dos funcionários. A empresa promove muitos eventos de área e eventos diversificados que acabam por integrar bem os times e criar um bom clima de acolhimento e identidade. Há também iniciativas sobre diversidade e inclusão, que podem agradar a muitos. Quanto aos treinamentos, chegam a ser conturbadores do dia a dia, pois há muitos! Em projetos de prazo apertado, chegam a ser um problema. No geral, este é um ótimo benefício - Seriedade: é uma empresa muito séria e comprometida com suas normas e imagem de mercado. Estar nela já é um "pedigree" importante devido ao rigor que cobra quanto à conduta e ao desempenho. Pude testemunhar muitas ações objetivas de manutenção da correção e da ética

    Contras: - Burocracia: todo o conjunto de normas e regulamentos que garantem um ambiente sério, saudável e bem regulado, logicamente, gera um cenário de sobrecarga de burocracia. Acho que a empresa poderia observar melhor rigor com que cobra certas atividades, como a predisposição de uma proposta comercial, de modo a melhorar seu time-to-market - A empresa é organizada em grande áreas, que são denominadas unidades de negócio ou unidades de competência. Cada uma delas administra seu próprio P&L (resultados) e há uma certa idiossincrasia em como elas colaboram (ex.: utilização de um profissional de uma área por outra). Isto cria uma situação de silos, isto é, cada unidade tenta ter a sua própria vida e, deste modo, ao final, conseguir a ajuda de pessoas de outra área se torna praticamente um exercício de política e matemática, pois todos sempre terão o que perder e a ganhar muito evidenciado na relação de colaboração. Isso provoca uma dificuldade muito grande em se mover como uma única empresa e complica bastante o aproveitamento de conhecimento, talentos e recursos internos - Remuneração: seria exagero chamar esse ponto de negativo, porém, julgo que a remuneração é um pouco aquém daquela oferecida ao mercado a profissionais de médio e alto rendimento. Isso faz com que haja profissionais de médio, ou baixo, rendimento no quadro mas com titularidade sênior. Exemplo, um gerente que desempenha, no geral, como um consultor sênior de entrada

    Conselhos para presidência: Procurem observar a integração e colaboração entre a diferentes unidade de negócio e competências. Elas agem como empresas distintas em muitos momentos e, em alguns, como adversárias declaradas! Isto é um tremendo atraso para o desenvolvimento de negócios e crescimento orgânica da empresa, além de um grande desmotivador para os times envolvidos

    Recomenda a empresa: Sim

Informações da empresa

KPMG

Descrição:KPMG é uma das empresas líderes na prestação de serviços profissionais, que incluem auditoria, impostos e consultoria de gestão e estratégica, assessoria financeira e em processos de fusões & aquisições, restruturações, serviços contábeis e terceirização. Dentro da faixa de Auditoria, a KPMG é integrante do grupo Big Four - quatro maiores empresas internacionais do setor: as outras são a Deloitte a PricewaterhouseCoopers e a Ernst & Young. Atuando no Brasil como firma de Auditoria Independente ou Auditoria externa e com forte influência na área contábil e de Demonstrações financeiras, na última década, a KPMG, assim como suas concorrentes, tem diversificado suas áreas de atuação, voltando-se também para a Consultoria em diversos segmentos.

Site

RH: quer atrair bons talentos?