Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares
Justiça Federal de Primeiro Grau em São Paulo (JF/SP) logo

Justiça Federal de Primeiro Grau em São Paulo (JF/SP)

3.75

Como é trabalhar na Justiça Federal de Primeiro Grau em São Paulo (JF/SP)?

22 postagens (8 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

3.75
  • Remuneração e benefícios
    2.75
  • Oportunidade de carreira
    1.88
  • Cultura da empresa
    2.50
  • Qualidade de vida
    3.75

Recomendam a empresa a um amigo


  • Há 15 dias

    Empresa resistente a mudanças

    Técnico Judiciário

    Barueri, SP


    Prós: Possibilidade de ajudar pessoas, possibilidade de aprofundar estudos sobre direito, bom relacionamento com colegas, proximidade da residência

    Contras: Excesso de burocracia, alta hierarquização, falta de flexibilidade de horário, baixa autonomia, grande propensão a ter assédio moral, sem possibilidade de ascensão profissional por competência

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 3 meses

    Bom para ficar pouco tempo

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2017

    São José do Rio Preto, SP


    Prós: Funcionários bastante atenciosos, ambiente acolhedor e um ótimo lugar para aprender o funcionalismo de um órgão público, horário flexível em dias de provas da faculdade no caso de ser estagiário

    Contras: Uma das poucas coisas a reclamar é o estágio não ser remunerado e não ter um plano de carreira ou até ter um benefício como recompensa pelos serviços prestados.

    Conselhos para presidência: Investir em mais estagiários

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 3 meses

    Um lugar excelente para se trabalhar

    Analista Judiciário

    São Paulo, SP


    Prós: infraestrutra, qualidade dos servidores, ambiente de trabalho, benefícios, ótimo plano de saude, incentivo a capacitação, qualidade dos juizes

    Contras: por enquanto não percebi nada neste sentido, acredito que a TI poderia ser melhor. O salário esta defasado em relação ao Banco Central do Brasil e ao TCU

    Conselhos para presidência: melhorar a TI

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 4 meses

    Estabilidade financeira e aprendizado

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2014

    São José dos Campos, SP


    Prós: Contato com diversos setores, possibilidade de mudança de cidade (deslocamento entre JFs), crescimento pessoal, estabilidade financeira e de trabalho.

    Contras: Individualismo, alguns setores nao se esforçam para o bom trâmite dos processos, estagnação de cargo, dependência de autorização do responsável geral pelas JFs do Estado.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 4 meses

    Podia melhorar

    Técnico Judiciário

    São Paulo, SP


    Prós: localização, estabilidade.

    Contras: sem carreira, falta de perspectiva, promoção por antiguidade e não por merecimento, ambiente ruim, pressão sem recompensa, monotonia, desvio de função.

    Conselhos para presidência: Ter realmente um plano de carreira digno.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 6 meses

    Técnico Administrativo

    São Paulo, SP


    Prós: Estabilidade. Supervisores dedicados. Secretaria dedicada. Acomodações do prédio limpas e seguras. Próximo ao metrô. Carga horária fixa e satisfatória.

    Contras: Engessamento da concessão de funções, a qual ocorre mais por antiguidade do que por competência. Padronização demasiada. Mas cada vara é um caso, este é o caso da minha vara. Aumento remuneratório reduzido. Dificuldade em obter remoção/relotação em virtude da queda de nomeações.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 6 meses

    Muito bom

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2016

    São Paulo, SP


    Prós: Muito flexíveis quanto a horário e em relação à atividades da faculdade. A bolsa auxílio era relativamente boa, tendo em vista que o estágio tinha 4 horas por dia.

    Contras: Não apresentam nenhuma vontade de ensinar o estagiário, somente alguns servidores entendem o significado de estágio. Nada maus a dizer, fora essa desatenção é um ótimo lugar para estagiar.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 8 meses

    Boa

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2016

    São Paulo, SP


    Prós: Ambiente saudável e equilibrado, com baixa pressão e grande liberdade para desenvolver seu trabalho. Oportunidade de se trabalhar com novas tecnologias e soluções de grande escala, sendo permitido que sejam propostas soluções inovadoras. O escritório é bem localizado.

    Contras: Muitos cargos de chefia, inclusive diretores. Salários abaixo da média do mercado. Falta de uma visão estratégica para a empresa a longo prazo. Alguns departamentos funcionam isolados e não se comunicam bem. Estrutura física não é ideal.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 1 ano

    Vale a pena.

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2016

    São Paulo, SP


    Prós: Ambiente agradável. Pessoas divertidas. Cumprem horário. Trabalho produtivo. Horário flexível. Atendimento bom. Amplo contato com o publico.

    Contras: Impossibilidade de construção de carreira, pois os cargos são todos definidos por concurso. Possibilidade de atritos entre os funcionários. Não tem autonomia para escolher onde trabalhar.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há mais de 1 ano

    Bom, mas por um breve período.

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2015

    Campinas, SP


    Prós: De maneira geral, salvo algumas exceções são bem amigáveis e possuem disposição para ajudar os novos estagiários. Obtive contato com todo o trâmite processual do cartório e tive noção do funcionamento administrativo do fórum.

    Contras: Infelizmente, alguns profissionais não tratam os estagiários como mentes pensantes que poderiam ajudá-los. O serviço era extremamente mecânico e repetitivo.

    Conselhos para presidência: Os estagiários deveriam ser mais valorizados e o ambiente de trabalho também. De resto é muito interessante para conhecer o funcionamento de uma repartição pública.

    Recomenda a empresa: Não


Informações da empresa

Justiça Federal de Primeiro Grau em São Paulo (JF/SP)

Descrição:Compete à Justiça Federal processar e julgar as ações propostas contra a União, autarquias federais (como o INSS, o Banco Central) e empresas públicas federais (como a Caixa Econômica Federal), ou em que estas figuram como autoras. Exemplos são as ações em que se discutem tributos federais, benefícios previdenciários ou direitos de servidores federais. Ainda, dentre outras competências, a de julgar ações de cunho internacional, de direitos de comunidade indígenas e das questões relativas à nacionalidade. No âmbito criminal, cabe à Justiça Federal julgar crimes como contrabando, tráfico internacional de entorpecentes, moeda falsa, sonegação fiscal, crimes políticos e ambientais.

Site

RH: quer atrair bons talentos?