Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Jornal do Commercio?

Ver todas as avaliações

  • Há mais de 3 anos

    A gente aprende, mas sofre um bocado.

    Funcionário

    Recife, PE


    Prós: Tem benefícios como refeitório com comida boa e barata - valor bem abaixo do valor de mercado - plano de saúde e boa estrutura para se trabalhar. Faz-se bons amigos.

    Contras: A empresa não oferece - e alguns gestores não incentivam - crescimento profissional de seus funcionários. Trabalha-se muito para ter um salário razoável, o que resulta em uma baixa qualidade de vida. Se você não for querido pelo chefe ou não fizer nada excepcional, você nunca receberá uma promoção. Exatamente por haver um plano de cargo e carreira que não é respeitado.

    Conselhos para presidência: Ouvir o que os funcionários de vários setores do sistema tem a dizer. Não apenas ouvir dos gestores, mas daqueles que como o todo fazem a empresa.
    Uma questionário de avaliação anônimo, por exemplo, iria apontar vários problemas. Tente isso e verá o resultado.

    Recomenda a empresa: Não

Informações da empresa

Jornal do Commercio

Descrição:Um diário que não envelhece. Eis o que se pode dizer do Jornal do Commercio, o mais antigo veículo em circulação ininterrupta na América Latina. A primeira edição do jornal, criado pelo francês Pierre Plancher, circulou no dia 1º de outubro de 1827. Testemunha viva da história, o Jornal do Commercio atravessou as mais diferentes fases do País cumprindo o seu papel de manter informado o público em geral, com a agilidade permitida pela tecnologia de cada época, e de ajudar homens de negócios e executivos em seus processos de tomada de decisão. Hoje, o jornal tem como presidente Mauricio Dinepi, responsável pela modernização do veículo.

Site

RH: quer atrair bons talentos?