Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na JBS?

Ver todas as avaliações

  • Há mais de 1 ano

    TécnicoEx-funcionário, saiu em 2015

    Campo Grande, MS


    Prós: Empresa sólida; Perspectiva de crescimento profissional; Salário em dia; Cultura da empresa constituída Missão, Visão e Valores; Multinacional brasileira; Benefícios para candidaturas internas; Conferencias anual com os donos.

    Contras: Os valores da empresa é muita deturpado pelos gestores. A Cultura também não é respeitada na pratica, e são maquiadas perante as diretorias pelos gestores direto com as fabricas. Numa divisão de negócios da empresa, os gestores não aceita a Atitude de Dono e faz negócios escusos e maquiam a realidade dos indicadores. Pessoas corretas são demitidos sem justificativas, apenas por ser críticos com os erros praticados pelos gestores.

    Conselhos para presidência: Deve ter uma auditoria em todas divisões de negócios, inclusive as mais recente da cadeia do couro. A Cultura, Missão, Visão e Valores deve ser praticados de verdades pelos Gestores. Tem muitas coisas erradas e ser for feito uma investigação, pode reduzir muitos os gastos e aumentar os resultados. Maquia os resultados.

    Recomenda a empresa: Sim

Informações da empresa

JBS

Descrição:A JBS atua no abate de animais e produção e venda de carne bovina, suína, carne e seus derivados, ração para animais, alimentos enlatados e produtos de couro, aves e laticínios. Além disso, atua também na produção e marketing de produtos de higiene pessoal e limpeza doméstica, latas, biodiesel, transporte de cargas e reciclagem. A empresa possui 19 fábricas próprias, três fábricas alugadas e sete plantas de prestação de serviços localizadas nos estados de São Paulo, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Maranhão, Pará, Tocantins e Rio Grande do Sul. Opera 140 unidades de produção em todo o mundo e seu portfólio de marcas inclui a Friboi, Sola, Swift, Maturatta, Tama e Anglo, dentre outras.

Site

RH: quer atrair bons talentos?