Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Igreja Universal do Reino de Deus?

Ver todas as avaliações

  • Há mais de 3 anos

    Trabalho no setor administrativo da IURD no Rio de Janeiro (Del Castilho)

    Funcionário

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: A maioria dos funcionários são pessoas ótimas de lidar e honestas. O ambiente corporativo é de bastante respeito tão somente entre os colaboradores, ou seja, há o fator educação entre a maioria.

    Contras: Infelizmente, a Diretoria e os encarregados (coordenadores) de cada setor não investem no conhecimento dos colaboradores. Não há incentivo de estudos (MBA, pós-graduação, inglês, cursos diversos), de crescimento profissional e nem de melhoria na qualidade dos serviços. O sistema da instituição "força" você a ficar na mesma e fazendo sempre o mesmo "trabalhinho" diário. Há grande divergências e injustiças salariais, por exemplo: os "parentes" ou "apadrinhados" dos "grandes" ganham bem, enquanto outros que não conhecem ninguém (que não são "peixes") não tem tanto valor assim. O incentivo é para os mais "fortes" e "aparentados". Depois de um tempo de IURD, você fica meio que estagnado e sendo ludibriado pela Diretoria de que as coisas um dia irão mudar para melhor, porém, isso nunca acontece. É um mundo de ilusão! A instituição (como empresa) não respeita o funcionário pois deixa que falte elementos básicos do dia-a-dia (como sabão, papel-toalha, guardanapo, café, água sem troca do filtro, etc). Muitas vezes a empresa confunde o "espiritual" com o "profissional", misturando tudo conforme lhe convém. Os funcionários dos outros Estados (como RJ) não são tão respeitados e vistos (já que São Paulo que manda em tudo e por isso não valoriza os colaboradores do RJ). Os salários estão defasados. Existem funcionários que entraram bem depois e ganham igual a outros que já estavam a muito mais tempo (não existe um plano de cargos e salários). Muitas vezes, os encarregados acabam abafando para a Diretoria Geral o que acontece nos setores, pois quanto mais economizar, melhor!!! Só querem dos funcionários, só pedem e cobram, mas nunca dão ou semeiam (ah, claro, a não ser a quem for apadrinhado!)

    Conselhos para presidência: Ouça todos os funcionários (grandes e pequenos) e façam acontecer para melhorar, isto é, ficar só ouvindo os conselhos e sugestões não adiante. Tem que praticar, fazer acontecer. Valorizem os colaboradores do Rio de Janeiro. Lembrem-se de que tudo começou aqui (RJ). Motivem (com ajuda financeira) os funcionários a estudarem, a buscar novos conhecimentos, cursos. Revejam as injustiças salariais com aqueles que são mais antigos, fazendo uma correlação com os que entraram a pouco tempo (valorizem os que fizeram história). Deem condições básicas para todos os funcionários (pelo menos um café, lanche, sabão, toalha para enxugar as mãos etc). Ao invés de só cobrar, passem a abençoar. Que o exemplo da Lei da Semeadura comece dentro da própria casa, partindo dos líderes (e não ao contrário)...

    Recomenda a empresa: Não

Informações da empresa

Igreja Universal do Reino de Deus

Descrição:A Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) é uma igreja evangélica neopentecostal, com sede no Templo de Salomão, na cidade de São Paulo. Fundada em 9 de julho de 1977, pelo Bispo Edir Macedo e seu cunhado Romildo Ribeiro Soares, tornou-se o maior e principal grupo neopentecostal do Brasil. Tem mais de seis mil templos e 1,8 milhões de fiéis no Brasil, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e quase 10 mil pastores. Está presente, segundo a instituição, em mais de 200 países, sendo mais disseminada nas nações de língua portuguesa. É a 5ª maior instituição no Brasil, sendo a 4ª maior igreja protestante e a 29ª maior denominação religiosa no mundo com seis milhões de pessoas.

Site

RH: quer atrair bons talentos?