Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na HSBC?

560 postagens (55 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

3.78
  • Remuneração e benefícios
    4.10
  • Oportunidade de carreira
    3.12
  • Cultura da empresa
    3.39
  • Qualidade de vida
    3.20

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há quase 3 anos

    Cultura organizada, muitos treinamentos, mas com poucas chances de progressão na carreira

    Analista de Desenvolvimento JúniorEx-funcionário, saiu em 2008

    Curitiba, PR


    Prós: A empresa possui muitos treinamentos e muitos benefícios junto ao salário mediano. Devido ao tamanho da corporação, há muitas atividades que auxiliam na ampliação do conhecimento e experiências em áreas distintas, o que valoriza a carreira. Horário flexível funciona muito bem.

    Contras: Há muita pressão desnecessária, e é preciso que os gestores acreditem em sua equipe, pois cada funcionário tem um papel dentro da empresa. Há muitas demissões, mesmo quando a instituição diz que tem lucros recordes. O Plano de Carreira não funciona muito bem.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há mais de 4 anos

    Ex-funcionário, saiu em

    São Paulo, SP


    Prós: O clima em geral é muito bom onde se predomina o rígido cumprimento as normas e praticas da matriz sob todos os aspectos, principalmente os de Credito e Compliance . Existe um respeito relativo aos funcionários e a preocupação de que o local e ambiente de trabalho favoráveis ao teamwork e as discussões construtivas. A pressão por resultado é moderada sobre os funcionários embora tal moderação reflita o tamanho do seu apetite ao risco e seu posicionamento mundial em atuar apenas como coadjuvante nos mercados e não como protagonista. O que mais gostava no Banco era o fato de atuar numa instituição internacional, de bandeira forte, de grande aceitação pelo mercado e com várias possibillidades de movimentação no Brasil e no exterior. Gostava também da facilidade que tinha em conhecer bem a empresa e as pessoas, o que de certa forma fazia com que me movimentasse bem internamente. O regime de home-office também era um diferencial muito positivo, que permitia melhor equilíbrio entre vida pessoal e profissional com ganho de qualidade de vida.

    Contras: Para quem gosta de "produção" o ambiente no Banco é pouco favorável a realização do trabalho já que o excesso de normas, controles e burocracia engessam demais as ações burocratizando muito os processos uma vez que as decisões são muito centralizadas e coisas relativamente simples se tornam demasiadamente complexas perdendo-se nos tramites da burocracia dos fluxos internos e do controle operacional e processual. Isto causa um desgaste absurdo para as pessoas (principalmente as ligadas a vendas) exercerem suas atividades já que existem dois obstáculos a serem vencidos: o interno (maior) e o externo (concorrência). Possivelmente esse fator explique a alta rotatividade de Executivos no Banco na medida em que eles em sua maioria se frustram facilmente. Na prática o Banco poderia ser muito maior no Brasil e só não o é por pura falta de ambição e agressividade aliada a mediocridade e incompetência exacerbada de seus "TOP" Executivos muito mais preocupados em alinharem-se entre si na manutenção dos seus elevados salários e bonificações do que realmente resolver-se os problemas e promover-se mudanças positivas.
    Observa-se um grande desejo de que a empresa seja de fato um ótimo lugar para se trabalhar e que de certa forma isso sirva para reter pessoas na medida em que isso compense a questão da baixa remuneração salarial e do variável.
    No discurso prega-se o critério meritocrático mas o que se observa na prática é um certo paternalismo individualizado em algumas áreas e gestores.
    O sistema de avaliação, embora sofisticado, na pratica não funciona, na medida em que a alta Diretoria do Banco esta muito mais preocupada em acomodar pessoas apadrinhadas do que realmente valorizar quem trabalha e quem apresenta resultado.

    Conselhos para presidência: Tentar de alguma forma sensibilizar pessoas que consigam enxergar e promover mudanças frontais na cúpula do Banco caso contrario tudo continuará da forma que está.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 4 anos

    É uma boa empresa, porém longe do objetivo de se tornar uma das melhores empresas para se trabalhar.

    Ex-funcionário, saiu em

    Curitiba, PR


    Prós: É uma empresa internacional de grande nome no mercado. Pagam extremamente em dia, tem um bom ambiente de trabalho neste momento. Benefícios do sistema bancário é muito bom, Preza pelo ético com o mercado.

    Contras: Os cargos não são compatível entre si. Já vi diversos subordinados ganharem mais que seus chefes. Não existe um plano de cargos e salários adequados. Vários gestores foram do padrão atual, não serviriam nem como chefe de repartição pública. Executivos praticamente fora do mercado e realidade, sobrevivem graças a burocracia da matriz. Demitem funcionários antigos de carreira, sem qualquer pudor, até mesmo aposentadorias sem mais nem menos, como se fosse uma pessoa qualquer, que contribuiu dois meses ou 30 anos. A demissão são nas piores epocas, final de ano, natal, retorno de férias.

    Conselhos para presidência: Primeiro de tudo se atualizarem. Proximidade do seu corpo de funcionários. Informações sobre a empresa, tudo é resolvido e as informações correm pelos corredores. Um plano de cargos e salários adequados.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há quase 2 anos

    Agente de NegóciosEx-funcionário, saiu em 2014

    Curitiba, PR


    Prós: Os benefícios e treinamentos oferecidos pela empresa são atraentes, mas nada além daquilo que está previsto na convenção da categoria.

    Contras: Gestores despreparados beirando o sadismo. PLR medíocre. Os salários acompanham o piso da categoria e não existe progressão de salário e carreira. Chances de crescimento vertical beiram o zero. Conservadorismo. Entre tantas outras coisas que ao pesar na balança você olha pra trás e não sente saudade.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há quase 3 anos

    Pacote de benefícios atraente

    Gerente de Projetos (GP)

    Curitiba, PR


    Prós: Reconhecimento, aumento salarial constante, pacote de benefícios, horário flexível, gestão.

    Contras: Estratégia adotada no Brasil gerou prejuízos, impactando participação nos lucros. Muito foco em retorno para os acionistas e pouco foco nos clientes e funcionários. Dificuldade em realizar uma carreira internacional patrocinada pela empresa.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há quase 3 anos

    Passando por reestruturação intensamente

    Assistente Premier Centre

    Brasília, DF


    Prós: Cultura da empresa favorece. Salário compatível com o mercado

    Contras: PLR muito abaixo do que é fornecido por outras instituições financeiras. Demissões em massa. Metas extremamente abusivas. Falta de posicionamento do banco no mercado.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há quase 3 anos

    Instituição algemada às políticas da Matriz

    Analista de SistemasEx-funcionário, saiu em 2014

    Curitiba, PR


    Prós: Paga todos os benefícios rigorosamente em dia

    Contras: Indefinição de rumo. Os executivos locais não sabem qual a política a seguir. Gestores seguem a risca o que Londres manda, sem sequer avaliar se poderia ser diferente. Padrões globais emperram a agilidade necessária para atuar no mercado brasileiro.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há quase 3 anos

    empresa sem direcao

    Gerente de Relacionamento Empresas III

    Jacarezinho, PR


    Prós: liquidez, pontualidade, oportunidade de carreira e crescimento, experiencia

    Contras: falta de direcao. Politicas que se alteram a todo momento, banco que prima por tratar o cliente de forma justa mas não esforça para alterar suas politicas para tal

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 3 anos

    Uma empresa que esta começando a olhar para o rumo certo.

    Gerente


    Prós: Preocupação com a imagem, credibilidade no mercado, nova política que proporciona o melhor atendimento e satisfação com o cliente.

    Contras: Excesso de burocracia, falta e acompanhamento e novas oportunidades para funcionários que tem interesse o interesse, buscam melhor sua instrução, qualificação e certificação.

    Conselhos para presidência: Observar seus clientes internos, verificar quem esta se dedicando a se aperfeiçoar e esta buscando uma nova oportunidade dentro da instituição.
    Não observar apenas o "extrato", pois o ótimo profissional, pode estar "alocado" em uma função que não esteja no seu verdadeiro job e assim não será tão produtiva e satisfatória, para ele e para a empresa.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 3 anos

    Na dúvida, passe longe desse banco...

    Intern

    São Paulo, SP


    Prós: Não sofremos tanta pressão e tem um clima mais tranquilo se comparado à bancos voltados apenas para investimentos.

    Contras: Poucas são as coisas que funcionam direito no HSBC. Temos um péssimo RH, e grande parte dos funcionários e equipes de suporte, não tem noção do quanto o trabalho deles é importante para o restante do banco. O banco não investe em tecnologia, logo, demandamos de um tempo absurdo para fazer qualquer tarefa e todos os controles internos, são feitos manuais, o que quase sempre acarreta em erros humanos. Péssimas pessoas são escolhidas para fazerem um cargo de gestão, e os mesmos são culpados por acabarem com equipes maravilhosas e perderem os poucos profissionais bons que temos.

    Recomenda a empresa: Não


Informações da empresa

HSBC

Descrição:Fundada em 1865 e sediada em Londres, a HSBC Holdings plc é uma das maiores organizações de serviços financeiros e bancários do mundo. A rede internacional do Grupo HSBC é composta por aproximadamente 6.900 escritórios em mais de 80 países e territórios na Europa, Ásia-Pacífico, Américas, Oriente Médio e África. O Grupo HSBC emprega aproximadamente 271.500 colaboradores e atende mais de 60 milhões de clientes. Com ações cotadas nas Bolsas de Londres, Hong Kong, Nova Iorque, Paris e Bermuda, a HSBC Holdings plc tem mais de 221.000 acionistas em cerca de 134 países e territórios.HSBC está no Brasil desde 1997. A carteira atual do HSBC Bank Brasil é de aproximadamente 2,9 milhões de clientes, está presente em 565 municípios brasileiros, com 933 agências, 457 postos de atendimento bancários, 949 postos de atendimento eletrônicos e 2.000 ambientes de auto-atendimento, com 5.153 caixas automáticos.

Site

RH: quer atrair bons talentos?