Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Hotel Urbano?

Ver todas as avaliações

  • Há aproximadamente 2 anos

    Nem tudo é o que parece mas poder.

    Executivo de Negócios PlenoEx-funcionário, saiu em 2015

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Qualidade de vida, estrutura, campanhas elaboradas pelo rh (shiatsu, manicure, aulas de dança, musculação, etc...), flexibilidade de horário, é possível chegar mais tarde na empresa desde que você cumpra sua carga horária.

    Contras: Empresa cresceu muito rapidamente e isso tem atrapalhado o comando. Os líderes da empresa são jovens, não têm experiência sólida no mercado apesar de boas formações. Empresa trata seus funcionários como peças de reposição, os líderes (coordenadores) em grande maioria despreparados para liderar uma equipe, na verdade são chefes e não líderes. Empresa muda as regras constantemente sem prévio aviso deixando os executivos em situações constrangedoras com os proprietários dos estabelecimentos, mudam forma de pagamento, prazos, etc. Empresa vende participações obrigando a aumentar os lucros, porém sem uma estratégia, querem ir na marra, a consequência acabará sendo perda de espaço no mercado. Ah, uma coisa muito importante, gestores obrigam equipes a cumprirem horários mais longos, porém empresa não paga hora extra. Funcionários recebem salários diferenciados para desempenharem mesma função de outros. Promoções são concedidas sem embasamento. Processo seletivo extenso demais, o meu por exemplo foram 7 etapas, desde a assistente de rh ao presidente da empresa, pois é "Presidente da Empresa" participa do processo seletivo. Líderes de equipes (Coordenadores) desesperados em busca de resultado não confiam nas estratégias de seus liderados, muitas vezes impondo estratégias perigosas expondo sua equipe. Não um fluxo para solucionar solicitações, se você tiver intimidade com a pessoa responsável da área que precisa de uma solução basta chegar a mesa dela e pedir, do contrário irá mofar aguardando.

    Conselhos para presidência: A empresa tem tudo para dá certo assim como deu nesses quase 5 anos de existência, porém algo está acontecendo (independente da crise financeira do país). A cultura da empresa tão propagada aos quatro ventos não está sendo mais praticada, os funcionários estão cada vez mais insatisfeitos. É preciso recuperar o conceito da empresa e saber o que querem de seus funcionários. Investir em avaliações de autoconhecimentos ao invés de apostarem num processo seletivo cansativo com quase 10 entrevistas pode ser mais eficaz na busca do funcionário desejado. Nem sempre a ganância por lucros exorbitantes a qualquer custo trará o resultado esperado, ou seja, não adianta ficar fazendo testes de curto prazo em busca de melhoria, pois é inaceitável lançar funcionários para uma viagem em busca de novos parceiros com um discurso de regras já estabelecidos e mudar as principais regras de fechamento de negócio, isso faz com que o funcionário fique numa situação muito ruim com o parceiro além de manchar a imagem da empresa. Não trate funcionários como peças, demitir nem sempre é a melhor solução, ouçam seus funcionários, busquem entender o que está havendo, tentem enxergar o que se passa, uma ferramenta muito válida é contratar essas empresas que avaliam o "Clima" da empresa, através de respostas a questionários de qualidade e comentários é possível entender o que se passa em determinados setores e com isso identificarem possíveis erros. Enfim, uma série de coisas. Tentem recuperar o Hotel Urbano, o clima, a essência ou terão o mesmo fim das empresas que já tentaram colocar no mercado.

    Recomenda a empresa: Sim

Informações da empresa

Hotel Urbano

Descrição:Criado em janeiro de 2011, o Hotel Urbano é uma empresa que atua no mercado como agência de viagem online, oferecendo serviços para passeios, hotéis, pousadas, flats, hostels e cruzeiros no Brasil e em outros países ao redor do mundo. Atualmente, possui mais de 18 milhões de clientes cadastrados, mais de 5 milhões de diárias de hospedagem vendidas e mais de 500 funcionários.

Site

RH: quer atrair bons talentos?