Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Here do Brasil?

3 postagens (1 avaliação nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

4.00
  • Remuneração e benefícios
    4.00
  • Oportunidade de carreira
    3.00
  • Cultura da empresa
    3.00
  • Qualidade de vida
    4.00

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há aproximadamente 2 meses

    Nada é tão bom que não possa ser melhorado.

    Analista

    Belo Horizonte, MG


    Prós: Ambiente legal, horário flexível, excelente beneficios, tem possibilidade de crescimento profissional, as vezes rola algum incentivo para aprefeiçoar conhecimentos, idioma.

    Contras: O departamento de RH tem muito que melhorar, algumas pessoas são promovidas pelo "puxaquismo" e não por sua performace ou desenvolvimento. A comunicação é um pouco falha, os precessos/métodos mudam muito e nem sempre você é informado. A participação de lucros pagam como bonus e incide 27 % de imposto de renda... poderaim pagar como PLR.

    Conselhos para presidência: Melhorar a comunicação, analisar melhor qualidade de vida dos funcionarios e o que poder ser melhorado no densevolvimento profissional, um simples exemplo intercambio entre escritorios de diferentes paises.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há quase 2 anos

    Boa empresa

    Field Analyst

    São Paulo, SP


    Prós: Oportunidade de crescimento horizontal. Possibilidade de viagens internacionais.

    Contras: Plano de carreira é fraco para não dizer inexistente. Profissionais com 5-7 anos de casa sem promoção, e são vários

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há quase 2 anos

    Boa... mas poderia ser ótima!

    AnalistaEx-funcionário, saiu em 2015

    São Paulo, SP


    Prós: Ótimas condições de trabalho e liberdade dentro da empresa. benefícios e salários compatíveis com o mercado.

    Contras: possibilidades quase nulas de crescimento, plano de carreira inexistente e falhas de comunicação constantes entre os gestores.

    Recomenda a empresa: Sim

Informações da empresa

Here do Brasil
RH: quer atrair bons talentos?