Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares
Grupo Máquina de Vendas (Insinuante, Ricardo Eletro, CityLar, Eletroshopping, Salfer) logo

Grupo Máquina de Vendas (Insinuante, Ricardo Eletro, CityLar, Eletroshopping, Salfer)

2.98

Como é trabalhar na Grupo Máquina de Vendas (Insinuante, Ricardo Eletro, CityLar, Eletroshopping, Salfer)?

258 postagens (60 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

2.98
  • Remuneração e benefícios
    2.52
  • Oportunidade de carreira
    2.74
  • Cultura da empresa
    2.57
  • Qualidade de vida
    2.34

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há aproximadamente 2 meses

    Apenas uma empresa para adquirir experiência.

    Assistente de Recursos Humanos (RH)

    Contagem, MG


    Prós: Crescimento profissional quase instantâneo, o que leva algumas pessoas em tão pouco tempo serem promovidas. Há um bom plano de saúde e odontológico porém o preço não comporta com o plano de cargos e salários da empresa.

    Contras: Não Existe um setor de Desenvolvimento Humano que visa a qualidade e bem estar no ambiente de trabalho. As funções são dadas em excessos, a jornada de trabalho é mais de 44h semanais pois falta mão de obra em todos os setores da empresa, expondo os funcionários a trabalhar até mais tarde todos os dias. Os salários estão bem abaixo do mercado.

    Conselhos para presidência: A empresa não visa se quer em ter um banheiro digno para os colaboradores, uma sala com 100 colaboradores para utilizar apenas dois banheiros. Não preocupa com bem estar de seus funcionários, é um ambiente pobre em qualidade de vida.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 3 meses

    Empresa não dá valor ao funcionário

    Fiscal de Prevenção de Perdas

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Escala 12 x36,feriados pago a parte,localização da empresa ,fora isso não tem muitas coisas boas e nem muitos benefícios que a empresa da ao seu funcionário.

    Contras: Péssimo salário,não dá nenhum tipo de respaldo o benefícios,não fornece uniforme e nenhum equipamento de proteção individual ou coletiva,péssima infra estrutura do cd.

    Conselhos para presidência: Valorize seu colaborador

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 4 meses

    Empresa com mentalidade atrasada, que necessita se atualizar e ouvir os seus funcionários.

    Auxiliar de Logística

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Boa aprendizagem. Eu tinha pouca experiência nessa área quando entrei na empresa. Porém, com uma boa equipe e um bom líder, eu pude aprender bastante sobre a minha função e em como funciona todo o processo logístico.

    Contras: Péssimas condições de trabalho, salário muito abaixo da média, benefícios básicos, poucas chances de crescimento e pouca infraestrutura. Há muito trabalho para pouca remuneração e pouco reconhecimento.

    Conselhos para presidência: Ouça os seus funcionários. Se a base da pirâmide de sua empresa não está satisfeita e sem motivação para o trabalho, será só uma questão de tempo para a sua pirâmide desabar. Valorize quem trabalha muito e ganha pouco.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 7 meses

    Pior empresa.

    Vendedora

    Duque de Caxias, RJ


    Prós: Já foi muito boa. Já ganhei muito dinheiro, mas hoje em dia não tem produto pra vender. A equipe é boa, bons gerentes e diretores. Empresa grande.

    Contras: Poucos produtos pra vender. Muita cobrança. Muitos erros de pagamento do RH. Descontos que ninguém sabe explicar. Muito desorganizado. Muito ruim.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 8 meses

    Bagunçado!

    Analista ComercialEx-funcionário, saiu em 2016

    São Paulo, SP


    Prós: Flexibilidade de horário, liberdade para realizar demandas, ferramentas de trabalho, dono participativo, hierarquia e operacional se conversam.

    Contras: Algumas ferramentas não se conversam, vale refeição R$ 15,00 para região da Berrini assistência médica super cara de co-participação do Bradesco, gerente do RH não visa o lado do funcionário, agride verbalmente o funcionário, intimida-o se possui atestado dizendo que é desculpa, funcionários não possui incentivos, não tem treinamentos, hierarquia muda o depto, por exemplo, de comercial compras para financeiro, então terá funcionários desqualificados para o cargo, desorganização entre áreas, sistemas e forma de trabalho, tudo feito pela última hora e de qualquer jeito, vale transporte se está doente eles descontam, porém os 6% é descontado integral.

    Conselhos para presidência: Planejamento, cultura organizada, sistemas que se conversam, precisam ser mais organizados.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 8 meses

    Ex-funcionário, saiu em 2015


    Prós: Se tiver foco você faz um bom salário. Perto de casa. Só

    Contras: Nenhum benefício, pressão nas vendas nenhum suporte. Horrível

  • Há 9 meses

    foi uma empresa boa de se trabalhar antes da unificação*

    Vendedor

    Cuiabá, MT


    Prós: única coisa boa na empresa, é que não atrasam salário de funcionários.algo muito importante.

    Contras: uma empresa que praticamente explora um pouco seus funcionários pois tem que fazer praticamente todas as funções de trabalho dentro dela. por exemplo se você é vendedor você tem que fazer papel de estoquista de entregador de creditarista e assim vai.

    Conselhos para presidência: dividir certo o cargo dos funcionários pagar corretamente as comissões tbm

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 12 meses

    exastiva

    VendedoraEx-funcionário, saiu em 2016

    Sete Lagoas, MG


    Prós: liberdade para argumentar nas vendas ,voce pode usar seu vocabulário sem problemas

    Contras: carga horária ultrapassa​ o limite nos dias de saldao ,e não pagão hora extra só computa no banco de horas

    Conselhos para presidência: ter ajuda alimentação,PL,e ouvir mais os vendedores

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 1 ano

    Cilada!

    AnalistaEx-funcionário, saiu em 2016

    São Paulo, SP


    Prós: Os colegas de trabalho e pares são os melhores auxiliares no aprendizado e desenvolvimento. A área comercial é bastante agressiva, o que permite boas negociações e o aumento das vendas. No mais, o ambiente é descontraído.

    Contras: Empresa totalmente desestruturada. A gestão não tem noção das funções que os colaboradores desenvolvem e estão sempre sobrecarregando as pessoas mais e mais sem nenhum tipo de reconhecimento (meritocracia só está escrito na parede mesmo, pois nunca foi vista). Clima de trabalho tenso, pois as metas são quase sempre absurdas, falta de incentivo a estudo e desenvolvimento profissional, fora o pacote de benefícios terrível para a região e o salário totalmente discrepante com o mercado.

    Conselhos para presidência: Primeiramente valorização profissional e salários compatíveis com o mercado, em seguida um bom planejamento para que não haja tanta desestabilidade e por último um setor de marketing mais estratégico e menos operacional.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 1 ano

    Péssima empresa, não recomendo a ninguém

    Analista

    São Paulo, SP


    Prós: Empresa de grande porte é presente em grande parte do Brasil, que permite que tenhamos uma experiência boa! Salário e benefícios razoáveis...

    Contras: A empresa é mal gerida, não valoriza os funcionários, sem organização interna nenhuma, as pessoas não se ajudam, os funcionários são vistos como robôs, números e máquinas. Insalubridade total!

    Conselhos para presidência: Acredito que o primeiro passo seja valorizar mais os funcionários e vê-los como seres humanos e não máquinas. Outro ponto importante é treinar os gerentes e coordenadores para serem líderes e não chefes.

    Recomenda a empresa: Não


Informações da empresa

Grupo Máquina de Vendas (Insinuante, Ricardo Eletro, CityLar, Eletroshopping, Salfer)

Descrição:A Máquina de Vendas é uma das maiores empresas do varejo brasileiro, sendo uma das líderes no segmento de eletroeletrônicos e eletrodomésticos. O grupo surgiu em março de 2010, como resultado da fusão das empresas Insinuante e Ricardo Eletro. Desde então, a Máquina de Vendas cresceu com a aquisição de participações societárias nas redes City Lar (em junho de 2010), Eletro Shopping (em junho de 2011) e Salfer (em abril de 2012). Esses movimentos possibilitaram que a Máquina de Vendas se tornasse a rede varejista com maior cobertura territorial no país.

Site

RH: quer atrair bons talentos?