Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Fundação Getúlio Vargas (FGV)?

Ver todas as avaliações

  • Há mais de 2 anos

    Empresa ultrapassada.

    Designer Sênior

    São Paulo, SP


    Prós: Ambiente de trabalho agradável, sem cobranças excessivas e equipe de qualidade.
    Liberdade de criação e novas ideias.

    Contras: Salário baixo, plano de carreira ineficaz e burocrático.
    Gestores inexperientes e ausentes.
    Diretoria desorganizada e desatualizada.

    Conselhos para presidência: Apesar da imagem muito bem vista, a FGV (em especial a FGV/EAESP) deve reformular sua cultura organizacional a começar pela renovação da equipe diretora (isso inclui desde os coordenadores até as secretárias que atuam na diretoria), pois a falta de conhecimento técnico e idade avançada da grande maioria, atrasa os processos e implementações de novas ideias para melhoria e avanço da Escola. Estar mais presente e cobrar os gestores de cada departamento, ajudará a ter uma ideia geral dos projetos e melhorar a qualidade dos serviços prestados à sociedade.

    Recomenda a empresa: Não

Informações da empresa

Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Descrição:A Fundação Getúlio Vargas (FGV) foi criada em 1944 com o objetivo de preparar pessoas para a administração pública e privada do País. Com foco no campo da administração, ampliou seu leque de cursos para ciências sociais e econômicas nos anos seguintes. Atualmente, possui 3.460 alunos de gradução, 1.291 alunos de mestrado, 377 alunos de doutorado, 110 universidades internacionais parceiras, 3 mil produções de professores, pesquisadores e técnicos.

Site

RH: quer atrair bons talentos?