Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Fundação Dom Cabral (FDC)?

Ver todas as avaliações

  • Há aproximadamente 3 anos

    Casa de ferreiro o espeto é de pau

    Coordenador

    Belo Horizonte, MG


    Prós: Estrutura física, tranquilidade para realizar viagens e flexibilidade de horários. O espírito de equipe de alguns departamentos. Os benefícios fazem muita diferença assim como as estabilidade.

    Contras: Não há plano de carreira, principalmente para os cargos operacionais. Por mais de 3 anos vi discutirem criação de um plano mas não o fizeram.
    Não são justos em relação a solução de problemas, sejam eles por produção sejam por relacionamento. Se você é de um cargo que não diretor e gerente sua voz não é ouvida, não são realizadas melhorias, suas propostas e projetos para melhoria do setor também não são aceitas.
    Nepotismo, e os processos internos não são transparentes e confiáveis. Realizam o processo interno para constar, mas todas as escolhas foram pessoas ligadas a diretoria e muitos não trabalhavam ainda na empresa. O RH não contribui e não é justo com as reclamações dos funcionários pois também são punidos pela diretoria. Vê-se privilégios disponíveis para algumas pessoas do mesmo cargo, nível e setor, mas não pode ser requerido se você não faz parte dos indicados - nepotismo.
    Suas reclamações e pedidos para melhorias não são recebidas.
    Maus tratos na lida com funcionários - ex: diretor destrata gerente, gerente destrata coordenadora, motoristas, professores e demais funcionários, coordenadoras destratam demais funcionários.
    Salário muito mais baixo que o mercado. Falta de coerência da utilização do dinheiro para atender clientes e processos produtivos.

    Conselhos para presidência: Uma vez o Senhor falou que ai a casa não é de ferreiro com espeto de pau. Mas os maus tratos e a permissividade de perpetuarem tais atitudes na frente de todos não é positivo. A FDC vende educação executiva e ensina como lidar com pessoas, mas causa desconforto por saber que estão tirando de um lado e não estão investindo em ninguém. Se as bolsas são para todos porque invariavelmente só os "indicados" as recebem, concorrência desleal até com quem trabalha há anos e almeja fazer uma bolsa de pós por exemplo. Já pessoas que trabalham há 5 anos aqui, e lutaram para ganhar a bolsa, e perdeu para um "indicado" que estava ha 6 meses na empresa e hoje em dia nem aqui trabalha mais.
    Como assim, depois de tantos anos, não há plano de carreira para vários cargos?
    Vocês pedem que a coordenadora seja altamente competente com língua estrangeira e pós e na contratação informam que há aumento de salário graduais, em 4 anos só houve 1 amento de 3% no salário. Mesmo que o salario inicie tão baixo, o mais baixo do mercado para o volume de responsabilidade e compromisso que o cargo exige, vocês não investem e sequer melhoram os salários com a real intenção de melhorar o salário.
    A obrigatoriedade de cumprir com as métricas assim como a politicas, são ignoradas quando convém. e ainda colocam a pessoa que vetou a benesse como culpado e passível de ser chamada a advertência em público. Por exemplo: se a coordenadora nega o reembolso de um professor que claramente tirou vantagem na nota para atender a politica da empresa. Este professor vai atrás do diretor ou gerente este tira a autonomia da coordenadora, dá advertência em público, algumas mandam e-mails com cópia para RH, supervisor e diretoria, por você estar cumprindo com a norma. Na verificação dos custos diz q a culpa é sua por ter permitido tal ação e que você tem obrigação de controlar e diminuir os gastos e custos que ele mesmo te desautorizou a realizar.
    Sim, conseguimos ver que o dinheiro que entra não está sendo bem administrado e de repente some, nem PL tivemos direito porque resolveram fazer qualquer obra que não era para trazer benefícios. Compreenda que não peço para abrir o livro de contas e nem equiparação com o salario de diretoria e gerente, mas dá para realizar ações reais ao invés de promessas para melhora a vida do operacional da FDC, exemplos de melhorias: transparência, educação para conversar e solicitar, não somos assistente pessoais, não nos desrespeite, melhore o salário, processos internos deveriam ser transparentes, a politica é para todos e por favor um plano de carreira, não a campanha e treinamentos apaga incêndio que fazem todos os anos, um plano real que faça com que o funcionário tenha a certeza que vocês tem consideração pelo que produzimos.
    Não ligamos para o q entra e como sai em quesito de investimentos só não nos destrate e nem pense que são bobos ou cegos. Isto desmotiva! Mas amamos o que fazemos e somos profissionais!

    Recomenda a empresa: Não

Informações da empresa

Fundação Dom Cabral (FDC)

Descrição:A Fundação Dom Cabral foi criada em Belo Horizonte em 1976, como instituição autônoma e sem fins lucrativos. Comprometida com a excelência na educação executiva, a FDC exerce suas atividades no Brasil e no exterior, muitas vezes em cooperação com instituições locais, por meio da sua rede de alianças internacionais.

Site

RH: quer atrair bons talentos?