Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Float Health?

2 postagens (1 avaliação nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

1.00
  • Remuneração e benefícios
    1.00
  • Oportunidade de carreira
    1.00
  • Cultura da empresa
    1.00
  • Qualidade de vida
    1.00

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há 2 meses

    Desenvolvedor Front End

    São Paulo, SP


    Prós: Temos alguns pontos positivos, um deles é a localização... O outro ponto são os funcionários, nós nos ajudamos na falta de uma ajuda maior então acabamos nos dando bem, fora que a galera é legal, os pontos positivos acabam bem aqui.

    Contras: Não sei a galera mas para mim é o salário baixo. A empresa ganha MUITO bem, lucra MUITO, porem não paga tão bem e da uma explorada. Desorganização é o ponto mais forte aqui, atrasos nas reuniões com os clientes, jobs parados no atendimento semanas e que quando chegam para a produção tem 1 dia para entregar, existe vários pontos em questão de falta de respeito. Gestão é completamente inexistente. Da um negócio muito ruim falar desse lugar é muita coisa negativa pra ser dito...

    Conselhos para presidência: Cara, a empresa tem tudo para crescer, ela é bem vista no mercado por ter o título de multinacional e pq gera bons trabalhos, porem existe o pensamento antigo (ou falta de pensamento) alem de nenhum planejamento, economias inúteis e teimosas. Mas pra começar uma possível melhora precisa no mínimo parar de ser colônia de portugal, que não entende nada de como funcionam as coisas no brasil, ou seja fazem errado. Enfim trocar gestão... Afê é muita coisa pra melhorar pra ser franco... E não vai melhorar...

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 2 anos

    Empresa em declínio

    Diretor de Arte PlenoEx-funcionário, saiu em 2015

    São Paulo, SP


    Prós: O clima na empresa já foi bom.

    Contras: Falta de níveis hierárquicos e de reconhecimento dos funcionários

    Recomenda a empresa: Não

Informações da empresa

Float Health
RH: quer atrair bons talentos?