Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na EY (Ernst & Young)?

Ver todas as avaliações

  • Há quase 4 anos

    Aprendizado e crescimento limitado a líderes de departamento

    Ex-funcionário, saiu em 2011

    São Paulo, SP


    Prós: - Aprendizado ilmitado, mesmo não sendo da área de atuação a probabilidade de se aprender através da relação interdepartamental é impressionante, isso é possível graças a boa relação entre os departamentos e seus colaboladores.
    -Centenas de Benefícios a disposição do calaborador e muitos deles sem custo algum.
    - Dependendo do departamento a chance de se crescer rapidamente é quase que certa.

    Contras: - Nepotismo interfere e muito nas avaliações anuais que são quase sempre são injustas e sem fundamento.
    - Remuneração inicial abaixo do que se espera de uma empresa multinacional, sendo agravado pelo baixa alteração salarial entre as promoções.
    -Sobrecarga de funções nas quais não fora registrado em carteira.
    -Barreiras impostas por lideres de departamento impedem comunicação direta com diretores.

    Conselhos para presidência: Para realmente encontrarem a verdade, procurem debaixo do tapete vermelho onde lideres de departamento pisam e mantém seus subordinados

    Recomenda a empresa: Sim

Informações da empresa

EY (Ernst & Young)

Descrição:A EY é líder global em auditoria, impostos, transações e consultoria. Seus 167,000 colaboradores são unidos pelos mesmos valores, os quais inspiram seus profissionais em todo o mundo e os orientam a fazer a coisa certa. A EY está empenhada em fazer a sua parte na construção de um mundo melhor trabalhando em prol da sociedade, clientes e comunidades. No Brasil, a EY integrou suas operações com a Terco, resultando na EY Terco. O objetivo da operação é conquistar a liderança no setor. Para isso, as empresas uniram suas melhores características: a forte presença da Terco no segmento de middle market e de incorporações imobiliárias e a experiência global da EY no atendimento a grandes contas e clientes multinacionais.

Site

RH: quer atrair bons talentos?