Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na EY (Ernst & Young)?

Ver todas as avaliações

  • Há mais de 1 ano

    Uma ótima empresa para começar a carreira

    Consultor

    São Paulo, SP


    Prós: Plano de carreira estruturado, promoções rápidas e muitos benefícios na área da educação; a empresa oferece cursos de capacitação para seus profissionais e investe em graduação e pós-graduação, assim como cursos de inglês etc. É uma ótima empresa para se começar uma trajetória, pois oferece muitas oportunidades de atuação em clientes grandes e projetos desafiadores, o que traz uma bagagem de conhecimento diferenciada.

    Contras: Horas extras são um mito na empresa, assim como as horas debitadas quase sempre divergem das horas trabalhadas, porque o cliente comprou X horas e o gerente do projeto não libera, obviamente - e também não há controle - de quanto tempo trabalhamos por dia. Viaja-se muito, às vezes pode prejudicar sua vida pessoal dependendo do projeto. Ganha-se pouco, muito abaixo do que o mercado paga.

    Conselhos para presidência: Rever política salarial e benefícios, assim como as horas trabalhadas x horas extras, até porque ganhar hora extra é um mito nessa empresa.

    Recomenda a empresa: Sim

Informações da empresa

EY (Ernst & Young)

Descrição:A EY é líder global em auditoria, impostos, transações e consultoria. Seus 167,000 colaboradores são unidos pelos mesmos valores, os quais inspiram seus profissionais em todo o mundo e os orientam a fazer a coisa certa. A EY está empenhada em fazer a sua parte na construção de um mundo melhor trabalhando em prol da sociedade, clientes e comunidades. No Brasil, a EY integrou suas operações com a Terco, resultando na EY Terco. O objetivo da operação é conquistar a liderança no setor. Para isso, as empresas uniram suas melhores características: a forte presença da Terco no segmento de middle market e de incorporações imobiliárias e a experiência global da EY no atendimento a grandes contas e clientes multinacionais.

Site

RH: quer atrair bons talentos?