Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na EY (Ernst & Young)?

Ver todas as avaliações

  • Há mais de 3 anos

    Uma ótima escola, mas custosa. Muito custosa.

    Funcionário


    Prós: - As big 4 são as empresas que apresentam ambiente mais propício para crescimento rápido. São escolas e pela alta carga de trabalho e informação o funcionário acaba aprendendo e adquirindo outras habilidades necessárias a um profissional de alta performance, além de conhecimento técnico. Aprende-se sobre gestão de tempo, de projetos e relacionamentos.
    - Atividade não rotineira. Sempre em contato com novas empresas e pessoas.
    - Banco de horas permite estivar as férias para cursos de língua no exterior (até 3 meses)

    Contras: - Salário de trainee bem abaixo da média. Até como gerente se ganha abaixo da média de mercado para um gerente. Em todos os momentos da carreira, com exceção de sócio, se ganha menos quando comparado ao mercado. Provavelmente nem 3% dos admitidos viram sócios.
    - Horas extras excessivas, as vezes chegando a pontos absurdos como 17 horas trabalhadas em um dia ou até mesmo virando a noite. Esqueça férias no verão.Até se tornar gerente, é impossível ter equilíbrio entre vida pessoal e profissional.
    - Por muitas vezes realizam-se trabalhos administrativos que não são remunerados (avaliações, reembolsos, etc)
    - Ambiente fechado, não aberto à diversidade.

    Conselhos para presidência: - Remunere atividades administrativas;
    - Distribua trabalhos ao longo do ano para evitar profissionais à toa;

    Recomenda a empresa: Não

Informações da empresa

EY (Ernst & Young)

Descrição:A EY é líder global em auditoria, impostos, transações e consultoria. Seus 167,000 colaboradores são unidos pelos mesmos valores, os quais inspiram seus profissionais em todo o mundo e os orientam a fazer a coisa certa. A EY está empenhada em fazer a sua parte na construção de um mundo melhor trabalhando em prol da sociedade, clientes e comunidades. No Brasil, a EY integrou suas operações com a Terco, resultando na EY Terco. O objetivo da operação é conquistar a liderança no setor. Para isso, as empresas uniram suas melhores características: a forte presença da Terco no segmento de middle market e de incorporações imobiliárias e a experiência global da EY no atendimento a grandes contas e clientes multinacionais.

Site

RH: quer atrair bons talentos?