Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Estadão?

Ver todas as avaliações

  • Há aproximadamente 2 anos

    Não valoriza as pratas da casa, resistente à inovação

    Repórter IEx-funcionário, saiu em 2010

    São Paulo, SP


    Prós: Ambiente receptivo e saudável entre os colegas. Não atrasa salário.

    Contras: Não valoriza os funcionários. Sem plano de carreiras. Quando surge vaga, a política que predomina é chamar profissionais de fora e não oferecer oportunidades para quem já está dentro ralando, dando de si. Quem está dentro, mesmo que consiga mudar de área, frequentemente não recebe promoção de cargo ou salário ou recebe promoção irrisória, desproporcional às responsabilidades que assume. Fiquei 10 anos ganhando como Repórter 1, mas saí exercendo função de Editor Assistente 3. É mais fácil ser reconhecido saindo e voltando do que se dedicando à empresa. Editores sem noção de liderança. As boas ideias de funcionários, desde a criação de projetos até enfoques jornalísticos, não vão para frente. São castradas na hora que nascem. As pautas são avaliadas de acordo com quem sugeriu. Uma mesma ideia pode ser aceita ou não dependendo de quem você é e das suas conexões na empresa. Existe uma forte resistência à inovação. Um extremo medo de ousar. Uma cultura do não arriscar. Um complexo de segundo lugar. Uma inércia que retém a empresa num lugar conservador e obsoleto.

    Conselhos para presidência: Ofereça coaching de liderança para os editores. Eles não sabem o que estão fazendo. Reformule completamente o setor de RH. Eles não sabem o que estão fazendo. Ninguém conhece nem minimamente atribuições de cargos e processos da empresa. Permita-se inovar.

    Recomenda a empresa: Não

Informações da empresa

Estadão

Descrição:O Estado de S. Paulo é um jornal brasileiro criado em janeiro de 1875, ainda com o nome A Província de São Paulo e pioneiro na venda avulsa no país. Hoje, é uma dos mais influentes meios de comunicação do Brasil. Passou por diversos momentos da história do Brasil e do mundo, sempre presente com cobertura de diversos eventos. Tem média diária de venda de 236 mil exemplares no país inteiro, sendo o quarto maior no quesito. Além do O Estado de S. Paulo, o Grupo Estado possui também as rádios Eldorado AM e FM e a Agência Estado, maior agência de notícias do Brasil. Sua sede é, desde a década de 70, no bairro do Limão, na cidade de São Paulo, às margens da Marginal Tietê.

Site

RH: quer atrair bons talentos?