Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Ericsson?

Ver todas as avaliações

  • Há mais de 3 anos

    Não recomendo um empresa que não reconhece o trabalho de seus funcionários.

    Analista de Telecomunicações

    São Paulo, SP


    Prós: Por ser uma empresa multinacional, a Ericsson pode, em alguns casos, trazer oportunidades de emprego fora do Brasil.
    A localização é de facil acesso, com estacionamento próprio para todos os funcionários, clube e ampla estação de trabalho em alguns departamentos.
    Restaurante próprio no prédio, o que para alguns, é uma comodidade.

    Contras: Apesar de uma empresa com boa estrutura e aparentemente voltada para o futuro, possui uma forma muito antiga e burocrática de conduzir as tarefas diárias.
    O funcionário fica preso à diversos processos sem resultados.
    Como exemplo, podemos citar a marcação de ponto diária, apontamento de horas trabalhadas em projetos, certificações internas sem reconhecimento de mercado, ferramentas de avaliação dos gerentes que não geram nenhum resultado, RH Ineficiente e de difícil acesso, entre outras.
    É um tanto quanto curioso, uma empresa orientada a entrega de projetos, se preocupar em pressionar os funcionários para marcação de ponto diariamente.

    A Ericsson possui diversos gerentes, diretores e heads. Por muitas vezes, nem ao menos sabemos a quem obedecer. Os gerentes não possuem opinião prória, pois devem obedecer aos diretores e heads que não participam das atividades dos funcionários. Estes tomam decisões baseadas em processos e ferramentas ineficazes de análise de marcado.

    Hoje, a Ericsson tenta enviar grande parte dos projetos para países com Menor custo, como México e China. Inclusive projetos de operadoras nacionais. Isso vem degradando diretamente a qualidade de entrega de projetos e serviços, perdendo cada vez mais, a credibilidade no mercado.

    Viagens desgastantes e sem remuneração.
    Muitos projetos ou integrações realizadas por nós funcionários, não são em são paulo. temos de passar grande parte do ano viajando a trabalho, sem nenhum adicional para isso.
    Temos em regra, 80 reais por dia para refeições, porém, esse valor não é dado aos funcionários. Temos que apresentar notas fiscais de refeiçoes com valor de até 80 reais por dia. Então fazer um reembolso em uma ferramenta extremamente burocrática, onde os dados serão enviados para china. Caso suas refeições passem de 80 reais, a empresa não reembolsa e terá de pagar por conta própria. Não ganhamos diária e nenhum tipo de benefício por viagens.

    O equilíbrio entre vida pessoal e vida profissional é inexistente. Todos os funcionários possuem telefone corporativo 24 horas por dia. A qualquer momento podemos ser acionados, e obviamente, não ganhamos nada por isso. Talvez consigamos apontar horas extras depois um complexo sistema de verificação e convencimento de que realmente trabalhamos fora de horário. Podendo ser reprovado caso o Gerente de linha ou o Gerente de projeto discorde de sua atuação.
    Trabalhar com celular corporativo 24 horas e viajando para outras cidades sem prévio aviso, torna impossível qualquer compromisso pessoal ou rotina. Inclusive finais de semana perdidos em viagens a trabalho.

    Conselhos para presidência: Senhores presidentes e Heads. Ao menos uma vez por ano, ouçam os funcionários, avaliem a perspectiva de quem esta na linha de frente com o cliente. Seja integrando, projetando ou até mesmo vendendo.

    Os senhores realmente concordam com o sistema de remuneração da Ericsson ? Onde os funcionários dão suas vidas viajando até mesmo para lugares inóspitos sem nenhum adicional monetário em troca ?
    Deixamos nossas famílias pelo trabalho, deixamos nossos compromissos para atender a empresa, corremos risco em lugares sem estrutura e não existem nenhum reconhecimento por isso.

    Diariamente temos novas tecnologias para trabalhar e demoramos muito tempo aprendendo sozinhos sem nenhum treinamento.
    Treinamentos são oferecidos a quem tem proximidade com gerentes ou diretores, não com base em necessidade de aprendizado dos funcionários.
    Esse critério de treinamento é inadmissível.

    O sistema de certificações internas é falho, hoje qualquer pessoa pode conseguir o gabarito das provas e aparentemente só os senhores ainda não perceberam.
    Existem inúmeros certificados e poucos preparados. Essa certificação interna não mostra absolutamente nada! Só cria cada vez mais corrupção dentro da empresa.

    Recomenda a empresa: Não

Informações da empresa

Ericsson

Descrição:A Ericsson é um fornecedor multinacional sueca de tecnologia e serviços de comunicações. A oferta inclui serviços, software e infra-estrutura dentro de Tecnologia da Informação e Comunicação para operadoras de telecomunicações e outras indústrias, incluindo telecomunicações e equipamentos de rede IP, banda larga móvel e fixa, operações e soluções de suporte ao negócio, TV a cabo, IPTV, sistemas de vídeo, e uma extensa serviços operação. A Ericsson é a líder mundial no mercado de infra-estrutura de rede móvel 2G/3G/4G. Fundada em 1876 por Lars Magnus Ericsson, a empresa é hoje sediada em Estocolmo, Suécia. A empresa emprega mais de 110.000 pessoas e trabalham com clientes em mais de 180 países, incluindo os EUA, China, Índia, Brasil, Japão, África do Sul, Austrália, Alemanha, Itália, Reino Unido e Suécia.

Site

RH: quer atrair bons talentos?