Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Duratex?

284 postagens (64 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

3.53
  • Remuneração e benefícios
    3.16
  • Oportunidade de carreira
    2.71
  • Cultura da empresa
    2.85
  • Qualidade de vida
    2.92

Recomendam a empresa a um amigo


  • Há quase 3 anos

    Funcionário


    Prós: A Duratex proporciona oportunidades de desenvolvimento profissional e pessoal, além de priorizar o recrutamento interno antes de abrir as novas oportunidades de emprego para o mercado.

    Contras: por ser uma empresa tradicional, não possui vagas com os nomes corretos da formação dos profissionais, então todo mundo acabe sendo denominado de "analista" mesmo se você for arquiteto ou publicitário, se na tua área não tiver uma vaga com este nome você é registrado como "analista". Para o mercado isso não conta muito...

  • Há mais de 3 anos

    Chefe Administração PessoalEx-funcionário, saiu em 1993

    Jundiaí, SP


    Prós: Até 1999 foi a empresa da oportunidade, do reconhecimento, do tratar o empregado como ser humano. Todos trabalhavam por prazer, sabendo da responsabilidade e do compromisso da empresa, independentemente se os salários e benefícios fossem aquém ao que o mercado oferecia, mas tinha um "algo" a mais que atraia seus colaboradores. Esse algo a mais era a "família" Duratex.

    Contras: A partir de1990 a empresa mudou radicalmente. A politica adotada transformou aquele "algo" a mais em competitividade, desagregando, trazendo insatisfação e insegurança. Não existia mais o "vestir a camisa" pela empresa e a irmandade na "familia Duratex".

    Conselhos para presidência: Valorizar o potencial humano, os recursos humanos, pois eles são a locomotiva da produtividade.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 1 ano

    Um longo caminho pela frente

    Analista de Exportação Júnior

    São Paulo, SP


    Prós: Excelente localização em São Paulo, boas condições de trabalho (escritório, computadores e equipamentos bons, não há tanto rigor com horário (a depender do chefe).

    Contras: Engessamento, baixas perspectivas de crescimento, modelo de gestão ultrapassado, que suga o funcionário e não o recompensa de maneira alguma, pressão constante, chefes ficam com os louros e a base não é vista, não existe contato entre os cargos de liderança e o resto da empresa - inclusive havendo uma andar exclusivo para diretoria, de acesso restrito. A grande maioria dos funcionários nunca viu pessoalmente seus diretores, VPs e presidente, mesmo estando no mesmo endereço.

    Conselhos para presidência: Horizontalizar a empresa, aproximar as áreas, achatar a estrutura, de forma que a empresa como um todo seja mais coesa e haja mais engajamento do pessoal. Do modo como é, cada um trabalha por si, não havendo comprometimento e colaboração. Ambiente desestimulante. Reconhecer o trabalho bem feito já seria um bom começo.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 4 anos

    Aprendizado e crescimento

    Funcionário

    São Paulo, SP


    Prós: A empresa oferece oportunidades de crescimento pra quem sabe o que quer. É possível participar ativamente dos processos de mudança e da criação de novos processos.

    Contras: A cultura é muito rígida, hierárquica.

    Conselhos para presidência: O lucro só virá por meio das pessoas

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há mais de 3 anos

    Empresa boa, mas sem metodologia de trabalho e foco.

    Analista

    São Paulo, SP


    Prós: Empresa grande, com um excelente posicionamento de mercado. Ponto positivo para se ter no currículo pela importância da empresa como líder de mercado nos diversos segmentos que atua. Tem ótimos produtos e é reconhecida pelos consumidores como uma empresa que entrega qualidade.

    Contras: A empresa apesar de muito grande e reconhecida no mercado não possui um plano de carreira estruturado e acredita que com ações isoladas, como o recente programa de trainee, são pontos que podem atrair bons profissionais em inicio de carreira mas parece não entender que essa, assim como outras praticas isoladas, não geram resultados positivos.

    Não tem programas de incentivo de desenvolvimento profissional, como ajuda de custo em cursos de idiomas ou treinamentos, ficando a cargo da chefia se vai ou não disponibilizar esse beneficio ao funcionário.

    Em alguns casos as pessoas que ocupam os cargos de chefia e gerencia parecem não estar preparadas para essas funções, pois desempenham pouca visão estratégica e orientação aos subordinados, acredito que isso se dê pelo fato da grande concentração de decisões em cargos de alto escalão.

    No entanto acredito que o principal problema é a falta de metodologia, onde mesmo com a enorme quantidade de normas e procedimentos, cada pessoa desenvolve o trabalho da maneira que julga mais adequada, o que muitas vezes não está alinhado com a estratégia da empresa e das áreas em especifico. Somado a isso existe falta de conhecimento formal por parte da empresa do papel de cada funcionário no dia a dia (no que diz respeito a atividade em si, e não que está descritivo de cargo), o que ocasiona uma sobrecarga naqueles mais comprometidos e excesso de tempo ocioso naqueles que "elegem" atividades de trabalho mais interessantes, isso ocorre desde cargos operacionais que tem claro protecionismo de sua chefia até chefia que chegam a ter 80% do tempo dispendido com assuntos pessoais. Além disso, a remuneração e benefícios não são equivalentes àqueles que desempenham mesmo cargo ou funções similares.

    Conselhos para presidência: A empresa não possui grandes atrativos para que verdadeiros talentos sejam retidos e isso claramente não é contabilizado e faz com que as "pessoas que vão ficando" ou aqueles que tem uma ligação forte, ocupem cargos de chefia e gerência (esse ultimo, claro que em menor número) por "osmose".

    Considerando essa característica, na minha opinião o RH deveria ser mais presente no que diz respeito à avaliação e atribuição de atividades, avaliações de desempenho, estabelecimento de metas individuais à cada funcionário (nos mais diferentes níveis hierárquicos) e elaboração de planos de recompensa adequados.

    Outro tema muito importante é que a empresa, mesmo com um sistema que lhe custou milhões (SAP), ainda é muito operacional e a tomada de decisão é lenta e centralizada. Ao meu ver a necessidade de informações para tomada de decisão para aqueles que tem isso no seu dia a dia deveria ser revista e facilitada, fazendo com que chefias e gerencias tenham recursos disponíveis para uma ação rápida.

    Além disso pequenos detalhes na operação fazem com que a empresa tenha ações ultrapassadas com relação à benefícios, como o oferecimento de cestas básicas aos funcionários em uma época que existem alternativas mais funcionais, como cartões refeição e alimentação, por exemplo.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 4 anos

    Empresa séria, mas falta muito para ser uma das melhores para se trabalhar.

    Líder de Projetos

    São Paulo, SP


    Prós: Empresa muito seria.

    Contras: Não há plano de carreira para os funcionários. Boa parte das promoções acontecem para retenção.
    A empresa só possui o básico de benefícios.

    Conselhos para presidência: Investimento em capital humano está em falta.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 3 anos

    Empresa com grande potencial em seu ramo, porém com baixo nível de maturidade empresarial

    CoordenadorEx-funcionário, saiu em 2014

    São Paulo, SP


    Prós: Possibilita crescimento, autonomia, liberdade

    Contras: Não tem estrutura de RH sólida (ficou anos sem diretor de RH, houveram trocas subsequentes de diretor). Problemas de processos generalizado na empresa. Falta de gestão.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há quase 4 anos

    Chefes incopetentes onde promovem seus parentes e amigos.

    Ex-funcionário, saiu em 2011


    Prós: Pagamento em dia, nunca ocorre atraso no mesmo, plano de saúde bom, pessoas de bem passaram por lá, saudade das amizades.

    Contras: Mau salário, chefes incompetentes onde promovem apenas seus parentes e amigos pessoais, chefes de área que não consegue distinguir bons e maus funcionários, comida fraca.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 2 meses

    Burocracia

    Analista de Recursos Humanos (RH)Ex-funcionário, saiu em 2017

    Agudos, SP


    Prós: Ótimos benefícios e salário razoável. O clima entre os colaboradores é amigável. Estrutura organizacional sólida, passa segurança. Boas oportunidades de treinamento.

    Contras: Muito níveis hierárquicos, comunicação falha, extremamente burocrática, estrutura engessada e líderes ruins. Alta pressão e pouca liberdade para desenvolver o trabalho. Sobrecarga de trabalho. Falta de transparência na coordenação do RH em relação as políticas salariais dentro do próprio RH.

    Conselhos para presidência: Desburocratização. Valorização Humana. Revisão de lideranças.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 6 meses

    Parcial

    Analista Pleno

    Agudos, SP


    Prós: Empresa possui grupo forte (Itausa) e plano de previdência interessante; Está apta a mudanças e inicia uma nova cultura que pode privilegiar pessoas pró-ativas

    Contras: Cultura fortemente enraizada onde privilegia somente engenheiros como os "donos da verdade", deixando muitas carreiras com tarefas rotineiras a fim de "cumprir tabela". Falta transparência com funcionários em processos seletivos. Falta critérios para contribuições como PLR

    Recomenda a empresa: Não


Informações da empresa

Duratex

Descrição:A Duratex S.A. é uma empresa brasileira, privada e de capital aberto, com controle compartilhado entre os conglomerados Itaúsa - Investimentos Itaú S.A e Companhia Ligna de Investimentos. Maior produtora de painéis de madeira industrializada e pisos, louças e metais sanitários do Hemisfério Sul, é líder no mercado brasileiro com as marcas Durafloor, Duratex, Deca e Hydra. Também está entre as 10 maiores empresa globais dos setores em que atua. Com sede em São Paulo, conta com cerca de 12 mil colaboradores e 15 unidades industriais estrategicamente localizadas nos estados de MG, PB, PE, RS, RJ, SC e SP, além de três fábricas de painéis na Colômbia, através de sua participação de 80% na Tablemac.

Site

RH: quer atrair bons talentos?