Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Dicico?

Ver todas as avaliações

  • Há aproximadamente 1 ano

    Não existe qualidade de vida e salários baixos

    Auditor

    Guarulhos, SP


    Prós: Dificilmente a empresa dispensa funcionários que querem ficar, e têm refeições no local. Pelo resto não existe mais nada q já não seja direito do funcionário. Os benefícios que a empresa proporcionam são estipulados em metas que alcançamos uma vez por semestre, por a empresa ficar sempre mudando quando batemos a meta. Então existe só teoricamente os benefícios de produtividade.

    Contras: Zero de qualidade de vida, péssimas estruturas de trabalho, empresa não se importa com funcionários. Aparenta ser uma ótima empresa, porém, peca em diversos aspectos. Liderança não qualificada (existem funcionários de chão com formação e experiência superiores a maioria dos gestores). Não existe meritocracia a não ser que um do gestores que conseguiram os cargos por estarem lá a mais de 10 anos goste de vc. Modo de trabalho arcaico para o nível dá empresa. Não tem zelo pela própria matéria prima que usa pra sobreviver. Horrível, não recomendo. E por último todos os salários desde o cargo mais inferior até de gerente, são muito a baixo que a maioria das empresas do mesmo segmento.

    Conselhos para presidência: Peço que a presidência da empresa vá ao CD-Cumbica sem avisar, e de uma volta no CD e observe como são guardados o maior patrimônio da empresa.

    Recomenda a empresa: Não

Informações da empresa

Dicico

Descrição:Fundada em 1918, a Dicico foi comprada por um empresário em 1999 e rapidamente expandiu no mercado de materiais de construção, saindo de apenas duas lojas para 58 espalhadas pelo Estado de São Paulo, como possui atualmente. O quadro de empregados da empresa tem 3.600 funcionários diretos e 1.600 indiretos. A marca ainda investiu em um Centro de Distribuição, em Guarulhos (SP), que abastece todas as lojas da Dicico. Em 2013, firmou parceria com a Sodimac, visando a expansão para outros países da América Latina.

Site

RH: quer atrair bons talentos?