Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Deloitte?

Ver todas as avaliações

  • Há aproximadamente 1 ano

    Boa para começar a carreira, mas não o suficiente para fazer dela sua carreira no longo prazo.

    ConsultorEx-funcionário, saiu em 2013

    São Paulo, SP


    Prós: Boa empresa para entrar no mercado de trabalho e te iniciar em uma função, se você não tiver uma opção melhor como trainee em qualquer empresa grande. A gestão tem uma preocupação forte com treinamentos e metodologia, portanto você sai dela com muitas portas abertas... dependendo do nível em que você sair.

    Contras: Relação bem desfavorável entre responsabilidades e o pacote de remuneração. É o padrão para uma big four, mas definitivamente não é compatível com as responsabilidades desempenhadas em campo. O plano de carreira prometido pode não se cumprir exatamente como planejado, pois as avaliações dos projetos são muito mais subjetivas que objetivas. Relacionamento com um gestor específico que defenda a sua carreira é essencial; sem isso, você fica sem um guardião e sua carreira progride em velocidade bem abaixo da média. Sem falar que horas debitadas em projeto são o principal critério para avaliação de promoções, e sua competência em campo afeta isso até certo ponto; relações são muito mais priorizadas neste sentido. Projetos são vendidos para realização em pouquíssimo tempo (para manter clientes, pois menor o tempo, menor o custo) acabam gerando grandes dores de cabeça para os consultores responsáveis por executar. Com projetos subvendidos, a rotina acaba sendo muito esmagadora e pesada, pois acumulam-se projetos devido ao pouco tempo tido em campo. Trabalhar finais de semana e de noite é comum durante picos de trabalho.

    Conselhos para presidência: Maior atenção à qualidade de vida dos consultores. Acho que fundamental para isso é reformular o modelo de venda de serviços atual. Na época em que passei por lá, gerentes, gerentes sr. e diretores (e as vezes até consultores sr) são responsáveis tanto por prospectar vendas e montar propostas quanto por coordenar e executar os projetos em campo. O gerente, que deveria ser um agente que garante a qualidade das entregas, acaba sendo um vendedor primeiro, e gerente depois. Isto acarreta em propostas mal pensadas e subdimensionadas, projetos entregues com menor qualidade, subdimensionados também, e em sobrecarga para as equipes. A reformulação deste modelo seria uma mudança da Deloitte que a destacaria do padrão de funcionamento das outras Big Fours, e a transformaria numa consultoria mais humana, e com a maior qualidade das entregas ela sem dúvida teria destaque sobre suas concorrentes, tanto na competição por clientes quanto por recursos experientes.

    Recomenda a empresa: Sim

Informações da empresa

Deloitte

Descrição:A Deloitte é a marca sob a qual dezenas de milhares de profissionais dedicados de firmas independentes de todo o mundo colaboram para oferecer serviços de auditoria, consultoria tributária, consultoria, corporate finance e outsourcing para clientes selecionados. Essas firmas são membros da Deloitte Touche Tohmatsu Limited (DTTL), uma sociedade limitada estabelecida no Reino Unido. Cada firma-membro oferece serviços em uma área geográfica particular e está sujeita às leis e regulamentações profissionais do país ou dos países no(s) qual(quais) ela opera. No Brasil, onde atua desde 1911, a Deloitte é uma das líderes de mercado com cerca de 5.000 profissionais. Suas operações cobrem todo o território nacional, com escritórios em São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Fortaleza, Joinville, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Recife, Salvador e Ribeirão Preto.

Site

RH: quer atrair bons talentos?