Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Credit Suisse?

101 postagens (32 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

2.94
  • Remuneração e benefícios
    4.35
  • Oportunidade de carreira
    2.58
  • Cultura da empresa
    2.45
  • Qualidade de vida
    2.16

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há 15 dias

    Diretor de RiscosEx-funcionário, saiu em 2017

    São Paulo, SP


    Prós: O salário mensal alto é um diferencial interessante, embora o compensation anual já não seja tão interessante mais. O Credit tem funcionários inteligentes e capacitados (embora nem sembre dispostos a ensinar)

    Contras: A cobrança é excessiva...horas demais de trabalho dentro do banco. A promessa de um bonus bom é o único mecanismo usado para motivar os funcionários ao longo do ano. Entretanto, o discurso é intangivel e escorregadio, não há nada de concreto...no dia do bonus e após você ter dado o sangue o ano todo ouvindo várias "promessas", muitas vezes ocorre uma decepção grande pra área toda...não recomendo.

    Conselhos para presidência: Encontrar outras formas de motivar os funcionários. Só prometer bonus gordo não é sustentável.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 19 dias

    Ex-funcionário, saiu em 2012


    Prós: Grandes oportunidades para crescer na empresa; gerência é competente e bem acessiva; boa parte de todos que trabalham lá também são bastante competentes; bom “name recognition” no exterior;

    Contras: Longas horas de trabalho, mas isso já é de se esperar de um banco de investimentos de ponta que nem o Credit Suisse. Fora isso, não tenho muito do que apontar como pontos negativos.

  • Há 24 dias

    Carga horária excessiva

    Analista Financeiro

    São Paulo, SP


    Prós: Pagamento de beneficios é feito em dia. Tem pessoas com bom conhecimento do trabalho. Empresa solida, pelo porte que possui. Boa localização tambem

    Contras: O Credit não paga hora extra, e não informa isso na entrevista. É cultura do banco enrolar, ter um almoço prolongado e tomar vários cafés durante o dia para fingir que se trabalha muito e sair entre 22h-00h (em algumas áreas como o IB é mais tarde). Quem cumpre suas tarefas e sai 19h é criticado por não se dedicar o suficiente e é penalizado no bonus e nas avaliações. O bônus de 1o ano é ruim, pois já existe um discurso institucional pronto de que "é uma maratona, e não uma corrida de 100 metros", independente da contribuição que o funcionário tenha feito. O bonus começa a melhorar um pouco no 2o ano.

    Conselhos para presidência: Avaliar e valorizar os funcionários por performance e produtividade, não pelo número de horas passadas dentro do banco.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 29 dias

    Experiência lamentável

    Associate

    São Paulo, SP


    Prós: Benefícios, localização e instalações da empresa.

    Contras: Infelizmente pontuo como a pior experiência profissional que já tive, pois tudo foi realmente muito frustrante. Essa empresa tem um dos piores ambientes de trabalho que já conheci, existe muita pressão, carga horária muito pesada, querem que você trabalhe além do seu horário todos os dias (mesmo que não seja necessário), pois caso não faça isso você é mal visto, algumas pessoas são extremamente frias e preconceituosas e não tratam o funcionário com o devido respeito, não medem palavras para falar com os outros, é um lugar que eleva seu grau de estresse de maneira muito fácil e se você não souber lidar com isso, pode ficar depressivo em pouquíssimo tempo. É uma situação lamentável, pois é um banco com ótimas instalações e muitas pessoas inteligentes e tinha tudo para ser uma das melhores empresas para se trabalhar, porém a ambição e a soberba da maioria das pessoas que detém o poder lá dentro, transforam esse possível sonho em quase pesadelo. Por isso, pense bem caso você receba uma proposta, provavelmente será muito atrativa financeiramente, o que no fundo faz sentido, pois só o alto ganho financeiro pode pagar o que você passará lá dentro. Portanto, não se iluda com promessas.

    Conselhos para presidência: Enquanto o dinheiro for o único objetivo dessa empresa, será bem difícil essa situação ser mudada. Pensem que vocês trabalham com pessoas, com seres humanos, com sentimentos, com necessidades... que antes de agradarem clientes externos, o principal seria cuidar dos clientes internos, a força de vocês está no nosso trabalho, mas não somos máquinas, somos pessoas e merecemos respeito, temos limites. Quando mudarem esse pensamento e começarem a ter mais empatia por todos, não precisará de tanta pressão para ver resultados, pois eles virão de maneira totalmente natural e mais satisfatória.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 1 mês

    Arrependimento de ter ido pra lá. Não somos considerados humanos, e sim números

    Gerente ComercialEx-funcionário, saiu em 2017

    São Paulo, SP


    Prós: Os benefícios financeiros são os diferenciais. Não há outros que se destacam. Se considerarmos os sistemas e plataformas são bons em comparação a outros Bancos

    Contras: Em troca de tudo que você recebe, exige-se sua saúde. É uma experiência insalubre. Não recomendo. Os Gestores não são profissionais. É uma pressão enorme e desrespeitosa para cada tarefa que te passam. RH é indiferente.

    Conselhos para presidência: Procurar identificar e coibir os abusos que ocorrem no banco. Incentivar o RH à ser mais atuante, como ocorre em outros bancos

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 1 mês

    hardwork

    Analista

    São Paulo, SP


    Prós: ambiente seguro com pouca instabilidade e também é uma empresa que, financeiramente, recompensa acima da média do mercado

    Contras: muita necessidade de horas extras, não há mais o conceito de meritocracia, empresa muito burocratizada após a compra pelo Credit Suisse.

    Conselhos para presidência: Olhar mais para os funcionários, performance, meritocracia, potencial... acredito que só conseguem enxergar budget

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 1 mês

    Ruim. Falta processo justo e supervisionado de avaliação e de feedback.

    AssociateEx-funcionário, saiu em 2017

    São Paulo, SP


    Prós: Bom café da manhã, equipe de TI é boa e dá bom suporte para arrumar os computadores, a localização do prédio do Credit Suisse é boa também (perto da Faria Lima)

    Contras: Não há plano de carreira, você nunca sabe se vai ser demitido ou promovido. Funcionários não recebem orientação construtiva do que podem melhorar. Todo o processo de avaliação é nebuloso e obscuro - gestores avaliam funcionários como querem. Se você tem uma boa relação com seu chefe, você é bem avaliado. Se você trabalha muito, é esforçado e performa, mas seu chefe não gosta de você, você será mal avaliado e ninguém irá interceder ou questionar a sua má avaliação.

    Conselhos para presidência: Dar mais feedback construtivo para os funcionários, deixando claro quais aspectos podem ser melhorados. Dar expectativas realistas e verdadeiras para os funcionários, indicando se os mesmos poderiam assumir mais responsabilidade, se poderiam ser promovidos, ou se correm o risco de ser demitidos. Falar a verdade ao invés de omitir ou mentir.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 2 meses

    Muito legal

    Gerente de Risco FinanceiroEx-funcionário, saiu em 2015

    São Paulo, SP


    Prós: As pessoas são muito inteligentes e o salário é compat;ivel com a media do mercado, o que indica que e uma empresa bacana para se trabalhar.

    Contras: Existe como em toda empresa pontos negativos, o que pode ser ruim para o convivio entre colegas de trabalho. Em especifico eu tive problemas.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 2 meses

    Reflexão sobre CS

    Analista

    São Paulo, SP


    Prós: Empresa faz pequena comemoração mensal para os aniversariantes do mês. O pagamento do salário é feito em dia, sem atraso. Tem bons auxilios de saude e odontologico.

    Contras: Credit Suisse não estimula e não valoriza o estudo ou a qualificação - é comum ver funcionários antigos com muitos anos de casa que não possuem faculdade e que menosprezam quem fez, dizendo que faculdade não serve pra nada.

    Conselhos para presidência: Concientizar os funcionários do Credit de que eles não são superiores à ninguém. Estimular mais o estudo, dando incentivos e condições para os funcionários se qualificarem

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 2 meses

    Remuneração satisfatória, porém há vários fatores além do financeiro a melhorar.

    Analista de Fundos de Investimentos

    São Paulo, SP


    Prós: A empresa remunera bem seu funcionários e também dá reconhecimento no mercado aos funcionários devido a excelência dos serviços prestados pelo Credit Suisse. O ambiente também é bastante competitivo favorecendo performance.

    Contras: O banco ocasionalmente possui muita burocracia em determinados processos e melhorias. Outro aspecto negativo são os horários e dias que precisa estar disponível ou a quantidade de horas trabalhadas. Dependendo de que área está alocado o ambiente pode ser péssimo ou ótimo.

    Recomenda a empresa: Sim


Informações da empresa

Credit Suisse

Descrição:Criado em 1856, na Suíça, o Credit Suisse Group é um banco de investimento e provedor de outros serviços financeiros. No Brasil, cheou em 1998, ao adquirir o Banco de Investimentos Garantia, então especialista de Investment Banking, e passou a se chamar Banco de Investimentos Credit Suisse First Boston Garantia. Em 2006, seu nome mudou novamente, dessa vez se tornou o Banco de Investimentos Credit Suisse, sendo uma das mais respeitadas instituições financeiras no país.

Site

RH: quer atrair bons talentos?