Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na CPFL Energia?

Ver todas as avaliações

  • Há aproximadamente 3 anos

    A realidade inconveniente: já foi uma empresa onde primeiro eram as pessoas

    Técnico


    Prós: Salários em dia. Há preocupação com a segurança, com um viés mais para não ocorrer acidentes, do que se preocupar realmente com o ser humano.

    Contras: Não é o que parece ! Líderes se acham "semi-deuses", desde técnicos líderes, engenheiros líderes, gerentes de divisão e departamentos. Os demais não tenho contato. Mas se os abaixo da cadeia de comando são assim... Há conivência dos altos graus. Código de ética não funciona nas negociações do acordo coletivo. Líderes vestiram a fantasia da transformação. Os mais jovens de empresa (nem todos) realmente incorporaram a transformação, e o contrário também é verdadeiro, ou seja, alguns mais velhos incorporaram a transformação sim, mas alguns possuem vícios, "cacoetes de gestão", em certos momentos têm uma recaída e se "destransformam". Os mais antigos "imóveis" ... só fantasia e baile de máscaras. Líderes não toleram questionamentos, críticas, nem mesmo as construtivas. Por que então está escrito na cartilha da Transformação Cultural: "o que não toleramos[...]: medo de questionar, de ousar e de mudar"? Levei 3 meses para saber o que era a tal transformação, no chão de fábrica chegou com atraso e com filtro. Cada líder deu sua interpretação do que é a transformação. Contratam eletricistas para fazer e não para pensar. Já ouvi um líder dizer "você é pago pra fazer e não pra pensar". Se o candidato já tiver curso de eletrotécnica, ele é menos favorecido, pois é certo que ele vai querer subir na empresa e os "chefes" na hora da contratação querem um eletricista, geralmente, jovem, "sem vontade própria" que não lhes dê trabalho em estudar e ser chamado a qualquer hora ou dia - não estou exagerando. Líderes que dão resultado com mão de aço não tem seus meios questionados. Maquiavel: "Os fins justicam-se os meios", a empresa faz cara de paisagem quanto a esses líderes. Trabalhamos sobrecarregados e a partir dos técnicos quem tem juízo não marca horas extras. No valor pessoal é observado os últimos erros dos últimos trinta dias e não erros e acertos ao longo de um ano que é o período de avaliação. Somos avaliados pelos nossos erros apenas, e quem não erra? Principalmente quem nos avalia. Não podemos avaliar nossos superiores. Agora estamos em fase de pesquisa de clima, de repente todos os líderes ficaram simpáticos, atenciosos, até pizza houve no dia do técnico (mas é assim a cada dois anos - ciclo da pesquisa de clima). Veículos novos requerem manutenção também, esta muitas vezes é cortada por causa do orçamento da área ligada a infra-estrutura. Ao diminuir a idade dos filhos dos funcionários (12 para 10) no caso de ganharem presentes do fim de ano, ao cortar o vale cesta de natal, ao fornecer material escolar de segunda linha, a CPFL demosntra que não se importa tanto quanto prega, com a família do funcionário. Não existem mais festas de fim de ano patrocinadas pela empresa onde a verba dê para se levar a família. Geralmente os funcionários para não fazerem uma festa só entre funcionários, se organizam e pagam do bolso a parte de seus familiares. Mas os chefes tiram fotos e colocam em suas apresentações como fatos relevantes em suas reuniões de divisão, cada um orgulhando-se mais do que o outro pois conseguiu aderência numa festa paga por grande parte do bolso do funcionário. E altas patentes (líderes) que são convidadas com suas famílias não pagam. Acreditem, já fiz parte de organização dessas festas. Me perdoem. Em momento nenhum tentei ser vingativo, ou depreciador dessa grande empresa. Falo com conhecimento de causa e de forma justa. Infelizmente é assim. Há muito mais detalhes, mas não adianta gastar "energia" com isso. A todos um grande abraço !

    Conselhos para presidência: Prezado Companheiro Presidente. V.Exa. sumiu das reuniões com a base. Porque só quando chagastes aqui na então CPFL Paulista em 2000 fostes até a base (chão de fábrica) ? Diretoria pensem, mas pensem mesmo nas pessoas, elas são em primeiro lugar. "Primeiro as pessoas". Hoje, não que não recomendaria esta empresa, apenas diria: amigo veja que há empresas melhores por aí, que chegam entre as 10 melhores para se trabalhar. Nós CPFL, há quanto tempo não chegamos nem entre as 10 melhores? Pensem nisso com carinho! Um grande abraço!

    Recomenda a empresa: Não

Informações da empresa

CPFL Energia

Descrição:Após 100 anos de história, a CPFL Energia se tornou uma empresa de energia completa, com negócios em distribuição, geração, comercialização de energia elétrica e serviços. Hoje, somos considerados uma das maiores empresas do setor elétrico brasileiro. Levamos energia a quase 20 milhões de consumidores e conseguimos, ao longo dos anos, liderar o segmento de energias renováveis no Brasil com uma matriz diversificada: de grandes e pequenas centrais hidrelétricas a parques eólicos, usinas de biomassa, térmicas a óleo combustível e, mais recentemente, a primeira usina solar do Estado de São Paulo.

Site

RH: quer atrair bons talentos?