Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Correios?

Ver todas as avaliações

  • Há aproximadamente 2 anos

    Uma empresa extremamente política e que não valoriza os empregados de nível superior.

    Administrador

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Bem, eu diria estar empregado, porém, esse é um ponto positivo que dependeu apenas de mim. O vale refeição seria um ponto positivo, porém, se for analisado o contexto desse benefício, será possível perceber que na verdade não é um ponto positivo.

    Contras: É uma empresa extremamente política. Os empregados de nível superior são preteridos. Os benefícios para empregados de nível superior não são atrativos, o que faz com que quem é bom e entra e conhece a realidade, procure continuar estudando para sair. Quando alguém de nível superior entra numa empresa em que uma grande maioria é nível básico, possui pouco estudo ou possui um cargo que lhes proporciona remuneração baixa, as pessoas ficam reclamando que você faz o mesmo serviço que elas e ganha o dobro. O problema aí é que por causa disso, quem é nível superior acaba executando uma carga maior de trabalho só porque tem nível superior, enquanto quem tem nível básico fica de boa. Ou seja, é uma punição para quem estudou mais. Sem contar, que não há atividades de alta complexidade, o que também ajuda a desmotivar quem tem um pouco de noção.

    Conselhos para presidência: Permitir o desenvolvimento na carreira por parte dos empregados. Nas negociações coletivas, aumentar o salário ao invés de conceder mais vale refeição, ou pelo menos, aumentar os dois.

    Recomenda a empresa: Não

Informações da empresa

Correios

Descrição:Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos foi criada como empresa em 1969 por decreto lei. Hoje conta com mais de 100.000 empregados, tem presença em todos os municípios do Brasil. Vinculada ao Ministério das Comunicações, a empresa atua em todo o território brasileiro, com a importante função de integração e de inclusão social, papel indispensável para o desenvolvimento nacional.

Site

RH: quer atrair bons talentos?