Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Conselho Regional de Corretores de Imóveis de São Paulo (CRECI/SP)

2.67

Como é trabalhar na Conselho Regional de Corretores de Imóveis de São Paulo (CRECI/SP)?

Ver todas as avaliações

  • Há 11 meses

    Vale por um pequeno tempo, só para não ficar desempregado.

    Técnico em Sistemas Eletrônicos

    Barueri, SP


    Prós: Dependendo do setor/área que o funcionário for trabalhar pode até ser razoável, tudo vai depender da chefia que ele for subordinado, é claro. Se der sorte do seu "chefe" for com a sua cara, tudo bem, caso contrário terá sérios problemas.

    Contras: Tudo muito político, muitos funcionários incompetentes em postos de chefia e/ou comando, que só estão lá não por competência, mas por puro puxa-saquismo de alguém da presidência ou da gerência. Processos demasiadamente engessados, tudo muito burocrático, o presidente não delega nada às "chefias" que são meramente figurativas, um outro ponto que há de ressaltar é o baixo salário e benefícios comparados com outros conselhos profissionais. Não há política de compensação de horários, não há flexibilidade nenhuma neste sentido, mais parece uma indústria da época da Revolução Industrial, por exemplo, se há um feriado em uma quinta-feira, o CRECI trabalha normalmente na sexta-feira, o que gera uma grande frustração e desmotivação nos funcionários. Não se trata de não querer trabalhar mas sim que houvesse um meio inteligente e racional de compensação que qualquer empresa "fundo de quintal" possui. Não tem nenhum tipo de incentivo para quem é estudante, literalmente falando.

    Conselhos para presidência: Que delegasse de fato competência para as chefias, assim como que houvesse um meio de compensação de horários e flexibilidade de horários de entrada e saída, principalmente para quem estuda.

    Recomenda a empresa: Não

Informações da empresa

Conselho Regional de Corretores de Imóveis de São Paulo (CRECI/SP)
RH: quer atrair bons talentos?