Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Comissão de Valores Mobiliários?

16 postagens (9 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

3.78
  • Remuneração e benefícios
    2.56
  • Oportunidade de carreira
    2.00
  • Cultura da empresa
    3.22
  • Qualidade de vida
    4.33

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há 3 meses

    Aprender muito.

    Estagiário Superior

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: É possível adquirir uma quantidade de conhecimento absurda. Todos te recebem muito bem na empresa, te acolhem de maneira receptiva e ficam à disposição para demais dúvidas.

    Contras: A bolsa não é atrativa, no Rio de Janeiro a empresa não possui prédio próprio. Mas de fato trabalhamos bastante, o que é bom pelo lado do conhecimento, mas de contrapartida a bolsa não compensa.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 4 meses

    Muito boa!

    Gerente

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Ambiente de trabalho é leve mas, ao mesmo tempo, desafiador. Possibilidade de crescimento profissional e pessoal para quem se dedica e quer se desenvolver.

    Contras: Em determinados setores, há uma cultura de manutenção do status quo. A remuneração de qualquer servidor é limitada ao teto constitucional, ou seja, mesmo que você seja excelente, você nunca ultrapassará o limite supracitado.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há mais de 1 ano

    Um bom lugar para se trabalhar

    Inspetor

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: A CVM é uma autarquia federal muito interessante de se trabalhar. Destaca-se, dentre os órgãos federais pela seriedade e o caráter técnico predominante de seu trabalho e de suas decisões. Considero a CVM um oásis no serviço público, com boa blindagem de interferências políticas espúrias. O clima organizacional é realmente muito bom, embora possa variar em relação às áreas.

    Contras: Um dos principais pontos negativos da CVM que podem ser destacados é a relativa falta de flexibilidade, com cumprimento estrito de horários. Muitos órgãos de reconhecida seriedade, a exemplo do TCU, já têm implementados, por exemplo, a modalidade de home office parte do tempo, com bons resultados. Contudo, tal modalidade de trabalho parece ser realidade ainda distante para a CVM. Um outro ponto negativo a ser citado é a falta de verbas que tem se tornado uma constante. Viagens de qualificação ao exterior, por exemplo, ultimamente só pagas do próprio bolso do servidor.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há mais de 2 anos

    conquista pessoal

    Analista de Mercado de Capitais Pleno

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Salário, nível de stress e importância do trabalho

    Contras: há muita burocracia e muito papel

    Conselhos para presidência: digitalização dos processos, revisão dos processos de trabalho a fim de otimizá-los

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há quase 3 anos

    Funcionário


    Prós: Ótimo para o aprendizado, equipe atenciosa e sempre bem humorados, dispostos a ajudar

    Contras: A não possibilidade de efetivação e a bolsa auxílio

  • Há 10 dias

    É um ótimo lugar para quem gosta do assunto.

    Estagiário

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: O aprendizado é monstruoso e o clima é bastante informal e amigável, pelo menos na área que eu fiquei (Superintendência de Processos Sancionadores - SPS).

    Contras: A bolsa é baixíssima e o vale transporte é só de R$ 6,00 por dia estagiado, ou seja, todo dia que você vier e voltar de ônibus ou metrô, terá prejuízo. Além disso, não há possibilidade de efetivação, já que é Autarquia.

    Conselhos para presidência: Atualizar o valor do VT e fornecer VR (com cartão de débito).

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 4 meses

    Tranquilo

    Estagiário JurídicoEx-funcionário, saiu em 2017

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Ambiente de trabalho tranquilo, todos os profissionais são altamente capacitados e inteligentes. Horas de trabalho são flexíveis e não há necessidade de bater ponto na entrada ou saída.

    Contras: O estabelecimento de certas metas é um tiro no pé, pois algumas diligências mais importantes são deixadas de lado quando deveriam ser prioridade.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 5 meses

    Bom ambiente, péssimo salario

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2017

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: A empresa tem ótimos funcionários que se ajudam, o ambiente é muito bom para trabalhar. Vale transporte em dinheiro, café e ar condicionado.

    Contras: Sálario extremamente defasado para o estagiário, no valor de RS650,00, um salário horrivel que não da nem para sobreviver, não possui nenhuem tipo de beneficio, apenas o vale transporte no valor de 120 que é embutido no salario.

    Conselhos para presidência: O salario do estagiario precisa ser revisto urgentemente.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 11 meses

    Muito boa!

    SupervisorEx-funcionário, saiu em 2015

    São Paulo, SP


    Prós: empresa de grande porte, com muitas áreas de atuação, sempre preocupada com os funcionários .

    Contras: Alguns supervisores nem conhecem os produtos supervisionados por eles . .

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há mais de 1 ano

    Ótimo para aprender

    Estagiário

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Organização, as pessoas se tratam bastante bem, sempre dispostas a ensinar, é um ambiente saudável para aprender, boa infraestrutura de máquinas e móveis.

    Contras: Poucas atividades para desenvolver, não pagam bem, muito tempo ocioso devido ao ritmo de trabalho do serviço público nesta área. No mais, são pessoas maravilhosas.

    Conselhos para presidência: Dê um pouco mais de atenção à remuneração dos estagiários, pois esta incompatível com o mercado e inviável de permanecer por muito tempo.

    Recomenda a empresa: Sim


Informações da empresa

Comissão de Valores Mobiliários

Descrição:De acordo com a lei que a criou, a Comissão de Valores Mobiliários exerce suas funções, a fim de: assegurar o funcionamento eficiente e regular dos mercados de bolsa e de balcão; proteger os titulares de valores mobiliários contra emissões irregulares e atos ilegais de administradores e acionistas controladores de companhias ou de administradores de carteira de valores mobiliários; evitar ou coibir modalidades de fraude ou manipulação destinadas a criar condições artificiais de demanda, oferta ou preço de valores mobiliários negociados no mercado; assegurar o acesso do público a informações sobre valores mobiliários negociados e as companhias que os tenham emitido; assegurar a observância de práticas comerciais equitativas no mercado de valores mobiliários; estimular a formação de poupança e sua aplicação em valores mobiliários; promover a expansão e o funcionamento eficiente e regular do mercado de ações e estimular as aplicações permanentes em ações do capital social das companhias abertas.

Site

RH: quer atrair bons talentos?