• Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
  • Vagas
Ver avaliações para empresas similares

Chalfin Goldberg Vainboim & Fichtner Advogados Associados (CGVF)

2.77

Como é trabalhar na Chalfin Goldberg Vainboim & Fichtner Advogados Associados (CGVF)?

36 postagens (13 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

2.77
  • Remuneração e benefícios
    2.77
  • Oportunidade de carreira
    2.62
  • Cultura da empresa
    2.77
  • Qualidade de vida
    2.38

Recomendam a empresa a um amigo


  • Há aproximadamente 2 meses

    Minha experiência

    EstagiárioEx-funcionário, saiu em 2018

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Bom ambiente de trabalho, colaboradores solícitos em ajudar os novos funcionários, ambiente limpo e com todas as ferramentas necessárias para trabalhar

    Contras: Empresa que trabalha apenas com indicação, excluindo vários profissionais altamente qualificados para ficar com pessoas que são conhecidos de outros.

    Conselhos para presidência: Não utilizar apenas da indicação como meio de seleção para novos funcionários

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 2 meses

    Ótimo escritório!

    Advogada


    Prós: O escritório tem uma excelente estrutura, um excelente sistema, chamado intranet. Os advogados têm oportunidade de crescimento dentro do escritório. Há muita troca de experiências e práticas, pelo menos na área trabalhista sim!

    Contras: Acho que o ponto negativo é ainda a falta de diálogo entre diretoria e advogados. Tentaram no passado fazer este link mas sem muito sucesso. Os advogados ficavam tímidos e não falavam o realmente gostariam de falar.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 4 meses

    Prós e muitos contras.

    Advogado JúniorEx-funcionário, saiu em 2018

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: O escritório proporciona oportunidade de crescimento profissional em curto prazo, além de oferecer meios para otimizar a rotina de trabalho.

    Contras: Trabalho exaustivo e muita pressão. O profissional não tem hora para sair do escritório. Em inúmeras vezes, você perde finais de semana trabalhando, sem hora extra. O excesso de exigências e a sobrecarga de trabalho impossibilita que o profissional possa se dedicar seu tempo à uma pós graduação ou até mesmo um curso de extensão.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 6 meses

    Escritório para se trabalhar no máximo seis meses

    Advogado JúniorEx-funcionário, saiu em 2015

    Curitiba, PR


    Prós: Admite advogados sem experiência, o que possibilita o ingresso no mercado de trabalho. Salário um pouco melhor do que outros escritórios que trabalham com contencioso

    Contras: Péssima gestão de pessoas, falta de reconhecimento dos profissionais, ausência de meritocracia, elevado turnover de bons profissionais, carga excessiva de trabalho atingindo o limite humano, o que impossibilita ao advogado dedicar tempo a pós graduação

    Conselhos para presidência: Rever as lideranças tanto no macro como no microgerenciamento

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 6 meses

    Excelente escritório para quem precisa de bagagem jurídica.

    AdvogadoEx-funcionário, saiu em 2018

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Trabelhei 4 anos no escritório e posso dizer, cresci muito profissionalmente no escritório. Existem muitos colegas de trabalho disposto a ajudar e a colaborar para seu desenvolvimento. O Grupo com o qual trabalhei era excepcional, o que fazia o ambiente de trabalho perfeito, sem muitas "pecuinhas", mas digo, a minha célula era uma pequena ramificação de um grande escritório, já ouvi muitas reclamações de outros setores que não posso opinar. De toda forma, é uma experiência valiosa, há um núcleo de revisão, onde os profissionais que ali trabalham, lhe fornecem bons feedbacks para seu desenvolvimento pessoal. Além de claro, o escritório possuir um sistema excelente, que ao meu ver é um dos melhores do Brasil, onde praticamente é impossível perder prazo e também facilita sua organização de trabalho. Participação nos lucros a cada 6 meses.

    Contras: É necessário estar constantemente motivado, porque o escritório jamais fará isto por você, pelos menos para os meros mortais, como diria o ditado popular. O escritório possui inúmeros pontos negativos. Pude participar da transição de quando os advogados associados possuíam mais liberdades para trabalhar. Pelo menos para mim, foi o melhor período em que trabalhei no escritório. O fluxo de trabalho era grande, no entanto, o local lhe permitia uma maior flexibilidade de como o advogado cumpria seus prazos determinados. Digo isto porque, atualmente, existe um núcleo chamado "controladoria". Antes dessa transição o adv. podia liberar, por exemplo, uma contestação um dia antes da audiência, ou uma apelação no dia do fatal. Apesar de ser arriscado liberá-los sem uma margem de segurança, ao menos não existia uma flexibilidade, uma vez que o fluxo de trabalho é alto. (Quem já trabalhou em contencioso de massa sabe). Atualmente, a controladoria aponta os prazos que não foram liberados com uma margem de segurança, digo, pelo menos dois antes da audiência e um dia antes do fatal. Se ultrapassar este limite, seus coordenadores saberão, e isto impactará diretamente na PL. deles. Deste modo, não precisa refletir muito nas discórdias havidas entre chefes e funcionários. Outro ponto negativo, são as mentiras faladas pelo alto escalão do escritório, ou quem sabe, falsas promessas? Isto porque, em um período do escritório, houve a promessa de que o salário de todos os advogados seriam compatíveis com o mercado de trabalho. Então, primeiramente, eles aumentaram a contribuição dos advogados juniores e também do advogado pleno 1. Houve uma promessa de que os advogados pleno 2 e 3 também seriam aumentados. Isto ocorreu? NUNCA! Mas nunca mesmo e sequer foi falado isto outra vez, parece que caiu no esquecimento. Para piorar, o advogado pleno 1 ficou com a mesma faixa salarial do pleno 2. Ou seja, se um advogado pleno 1 tivesse acabado de entrar, já ficava com a mesma contribuição do advogado pleno 2. Uma tremenda injustiça e imensa falta de bom senso. O Alto escalão achou isto ruim? Pelo visto não, porque nenhuma mudança foi feita. Quanto à PL. Digo para não criarem expectativas, pois sempre será de baixo valor e nunca chegará ao seu salário. Existem muitas coisas obscuras no que tange ao cálculo da PL e nos bastidores de como isto é feito, mas fato é que os valores são extremamente baixos. Dificuldade para pedida de aumento salarial - Em 04 anos apenas recebi UM ÚNICO AUMENTO. Por isso que eu digo, é necessário estar em constante motivação para não se deixar desanimar. Portanto, hoje existe um grande controle pelo sistema do escritório que dificulta o trabalho do advogado, porque existe uma administração interna que praticamente breca a atuação do advogado. Se o candidato um dia for chamado, notará que estará fazendo mais a parte administrativa do que a parte jurídica. Não sei qual a direção que o estará está caminhando, mas ainda por todos esses pontos abordados, para quem está iniciando a carreira jurídica o escritório Chalfin é uma parada a fim de adquirir conhecimento e noção da prática casuística, para aqueles que já rodaram e tem uma certa bagagem, provavelmente irá se estressar pela forma como o escritório atualmente se encontra consolidado. Espero que tenha ajudado.

    Conselhos para presidência: Retirar mais o excessos existentes na prática do advogado e cumprir com suas promessas, já que a grande maioria delas não passaram de grande falácias.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 8 meses

    Experiência frustrante

    AdvogadoEx-funcionário, saiu em 2015

    São Paulo, SP


    Prós: O salário é pago na data correta. A localização é ímpar, próximo a Avenida Paulista com acesso ao metrô, ônibus, bancos e etc. O local possui computadores novos e um help desk bem funcional e rápido.

    Contras: Muitos. O trabalho consiste em lidar com processos em massa (contencioso massificado) sem nenhuma possibilidade de aprendizagem do conteúdo e prática do direito. Simplório ou simplista, tanto faz. Reduz sua experiência a zero, porque é um "copia e cola" moderninho e você não aprende absolutamente nada. Não há chance para redação das petições, é tudo pré-formatado e informatizado. O volume de trabalho é surreal, o escritório tem uma carteira de processos maior do que pode suportar. Os sócios são inacessíveis, não atendem os advogados. É mais como um tipo de serviço administrativo para os bancos e a seguradora (clientes), não é advocacia. Quem já passou por este tipo de escritório sabe do que se trata, uma experiência realmente frustrante.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 9 meses

    Bom escritório para iniciar a carreira

    Advogado Júnior I

    São Paulo, SP


    Prós: Salário é pago na data correta, não há exigências de horário, equipe e gestão com bom relacionamento. Sistema interno com ótima tecnologia e suporte.

    Contras: Escritório não possui nenhum tipo de benefício, crescimento profissional muito lento, sem planejamento de carreira. Sem incentivo a estudos e aprimoramento profissional.

    Conselhos para presidência: Elaborar um plano de carreira, incentivar e motivar o funcionário a permanecer no escritório.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 9 meses

    Ótimo ambiente para se trabalhar e aprender.

    Advogado Trabalhista Pleno

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: O ambiente de trabalho é muito bom, a sócia da área trabalhista muito solicita, sempre aberta para ouvir o advogado, além da oportunidade de crescimento.

    Contras: Atualmente, o ponto negativo é a falta de coordenação da equipe em que trabalho, onde a coordenadora deixa de distribuir os prazos de forma igual para todos advogados da equipe.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 9 meses

    Lugar ótimo para se perder a saúde mental

    Advogado JúniorEx-funcionário, saiu em 2015

    São Paulo, SP


    Prós: Boa infra - estrutura, materiais novos, ambiente bonito. Oportunidade de aprendizado, pois se trabalha bastante. Fácil acesso ao escritório, que fica próximo à Paulista

    Contras: Baixo salário, o qual não é condizente com o que é exigido do empregado (pós, cursos, atualizações mensais). Você tem hora para entrar mas não para sair, sem ganhar nada mais por isso. Acúmulo de trabalho, pois faltam advogados. Coordenadores arrogantes e sem o mínimo de humanidade. Me viram trabalhar doente a semana toda, para me demitirem na sexta!

    Conselhos para presidência: Sejam mais humanos.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 10 meses

    Satisfatória

    Estagiário

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: O escritório tem ambiente e profissionais muito educados, ambiente agradável e confortável com todos dispostos a ajudar quem precisar de ajuda.

    Contras: Um dos pontos negativos do escritório que é relevante citar é o valor da remuneração mensal, o salário condizente para cada cargo do escritório

    Recomenda a empresa: Sim


Informações da empresa

Chalfin Goldberg Vainboim & Fichtner Advogados Associados (CGVF)