Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na CEMIG?

189 postagens (30 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

3.67
  • Remuneração e benefícios
    3.96
  • Oportunidade de carreira
    2.33
  • Cultura da empresa
    3.37
  • Qualidade de vida
    3.89

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há mais de 2 anos

    É somente uma empresa, nada mais.

    Eletricista de Distribuição III

    Passos, MG


    Prós: Uma empresa boa de se trabalhar, salários pagos em dia, plano de saúde, plano de aposentadoria razoável. Logística de trabalho satisfatória, trás uma certa estabilidade financeira aos empregados. Considero que 90 por cento dos funcionários são dedicados e eficientes. Conheço profissionais sérios neste lugar.

    Contras: Salários são medianos, não deixam a desejar mas não se comparam com empresas do setor como Furnas por exemplo. O plano de carreira na verdade não funciona. As oportunidades de crescimento são mal direcionadas.

    Conselhos para presidência: Acho exagerado alguém do meu cargo e do meu conhecimento técnico dar conselhos a presidência de uma empresa enorme como a Cemig. Tão pouco me considero insignificante na Empresa ou inapto. Eu sei do que sou capaz e do que não sou. Somente acho que a Cemig deveria olhar mais as habilidades dos seus funcionários. O meu exemplo é que sou advogado formado, aprovado em exame de ordem, interessado em desenvolver minhas habilidades e por causa do meu cargo de nível PTAO não pude fazer seleção interna por não ser compatível com o direcionamento do meu plano de carreira. Chega a ser uma piada, por sinal de muito mau gosto. O resultado a longo prazo é que a Cemig perdeu e continuará perdendo material humano para outras empresas. Vi várias pessoas saindo da Cemig por falta de "ambiente para desenvolvimento" de suas aspirações. Infelizmente sou mais um com vontade de fazer a mesma coisa, o que é uma pena por ter eu um dia amado tanto essa empresa.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há mais de 2 anos

    Empresa boa, apenas, para se COMEÇAR uma carreira!

    Eletricista de Redes Subterrâneas

    Belo Horizonte, MG


    Prós: Benefícios excelentes. Clima organizacional também muito bom.

    Contras: Plano de carreira não funciona como deveria: oportunidades para mudar a área de atuação dentro da empresa são muito poucas! Portanto, maior número de concursos internos e a possibilidade de haver mobilidade interna mais ampla, inclusive entre TODAS as gerências seriam boas melhorias. Ajudaria a manter o trabalhador dentro da empresa, por dar oportunidade a ele de trabalhar com o que se sente mais à vontade.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há mais de 1 ano

    Pense bem antes de vender sua alma

    Funcionário

    Belo Horizonte, MG


    Prós: Antes de entrar numa empresa do governo, tive várias experiências no setor privado. A Cemig é uma empresa sólida. Nunca atrasa salários e ainda distribui dividendos dos lucros. Ultimamente esta divisão está sendo discutida e, sinceramente, há uma guerra entre os sindicatos e a Cemig. De qualquer forma, é uma empresa que, comparada à média de mercado, paga melhor e oferece uma segurança financeira.

    Contras: Se você pretende ter uma ascensão em sua carreira, esqueça a Cemig. Plano de cargos e salários é um mito. Sobe-se, sim, muito devagar. Para se sair de JUNIOR e alcançar um SENIOR você gastará, no mínimo, 10 anos de sua vida. E, faço notar: se você subir rápido. Atualmente trabalho no setor comercial da empresa e, sinceramente, tenho asco das atividades. Faz 2 anos que entrei e já quero sumir daqui. Me candidatei a uma vaga de engenheiro de comercialização pois a matéria do concurso era mais fácil. Imaginei que esta seria apenas a porta de entrada e, depois de certo tempo, eu pudesse mudar de cargo. Ledo engano: mudar de cargo na Cemig é milagre. É mais fácil um raio cair em sua cabeça. É possível, mas muito difícil. É por isso que quero sair. Meu trabalho é de uma mesmice sem igual. Na área comercial o que impera é o Excel. Eu não preciso ser engenheiro para fazer o que faço. Me considero um despachante ou secretário. Papel papel e mais papel. É de uma burocracia infinita. Para aquelas pessoas que gostam de desafios, que querem exercer um cargo que exige de seu intelecto, esqueça este lugar - pelo menos, esqueça a área de comercialização. Não falarei pelas dezenas de outras gerências: eu estaria sendo injusto. Mas enfim: num andar do prédio onde trabalham 150 pessoas, acredito que somente um pequeno grupo de 10 exercem realmente a engenharia. Os outros, dentre eles eu, são meros condenados às tarefas enfadonhas, repetitivas e miseráveis. Eu não fiz 5 anos de engenharia para aceitar isso. Estou terminando minha pós-graduação e vou sumir daqui. Faz só 2 anos que entrei. Eu fico imaginando a angústia de quem trabalha aqui há 20, 25 anos. Que tédio. Abraçaram o diabo e aceitaram. Se eu te disser para imaginar a figura do rosto de um funcionário público, eu sei no que irá imaginar: um rosto cansado, desanimado, típico daquela pessoa que desistiu da vida. Se você se enquadra neste estado, seja bem vindo à grande estatal mineira!

    Conselhos para presidência: Privatizem esta empresa.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 2 anos

    Funcionário

    Belo Horizonte, MG


    Prós: A Companhia garante uma série de direitos a seus empregados, fruto de anos de luta, principalmente da parte dos sindicatos: seguro de vida , vale-refeição/alimentação, CEMIG Saúde, Forluz (Previdência Privada), e uma série de auxílios. Do ponto de vista de amparo ao trabalhador e à sua saúde, parece ser uma empresa bastante comprometida.
    O clima de trabalho é de modo geral bom, com boas instalações de trabalho e infraestrutura disponível para realização dos trabalhos.

    Contras: A Carreira é péssima/inexistente. O PCR "em vigor" está "sendo reformulado" há um bom tempo, de modo que há plena insegurança sobre o que é a carreira, como progredir nela, chances para crescimento, etc. Além disso, nos últimos anos não têm ocorrido avaliações periódicas de desempenho, o que torna obscuros os critérios para promoção e os funcionários elegíveis para tal.
    O RH não é transparente em suas comunicações, além de as decisões serem tomadas invariavelmente "de cima para baixo", sendo os trabalhadores os últimos a ficarem sabendo do que foi decidido.
    Outro ponto ruim é a estrutura hierárquica: ao invés de uma gestão de pessoas, da parte dos superiores, que deveriam se interessar pelo destino dos empregados, sua contribuição para a empresa, formação de equipe, aprimoramento pessoal, mensuração de resultados, etc, há uma estrutura focada em "burocracia decisória", em que os empregados "de base" têm pouca autonomia, devendo sempre submeter decisões a superiores, mas, por outro lado, do ponto de vista de responsabilidade formal, são levados a assumir isoladamente as consequências de um ato, como se autônomos fossem.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 3 anos

    Boa, mas tem boas oportunidades de melhoria.

    Engenheiro

    Itabirito, MG


    Prós: Estabilidade, benefícios, remuneração.

    Contras: Política de recursos humanos, gestão do conhecimento, velocidade nas decisões, mudança de cultura, menor interferência política, política de sucessão de pessoas, etc.

    Conselhos para presidência: Atuação mais incisiva na políticas e recursos humanos, com atenção especial para o plano de carreira, avaliação de desempenho, gestão sucessória, relacionamento mais tranquilo e equilibrado com os sindicatos, ...

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há quase 2 anos

    Influência Política

    Analista

    Belo Horizonte, MG


    Prós: Conhecimento, aprendizagem e bons planos de previdência privada e de saúde. Já houve muitos benefícios bons no passado.

    Contras: Tem muita influência política. Neste ano, entraram na empresa vários analistas seniores como mão-de-obra temporária sem nenhuma necessidade (não há licenças, nem faltas, doenças que justifiquem) somente para dar emprego por favores políticos (parentes e amigos de políticos). Enquanto isso, vários efetivos continuam como juniores por anos e anos, sem plano de carreira.

    Conselhos para presidência: Criar plano de carreira. Privilegiar a meritocracia e parar de dar emprego para amigos e parentes de políticos em cargos (principalmente em cargos já avançados na carreira como senior.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 3 anos

    Cemig não investe nos funcionários, se preocupa apenas com distribuição de dividendos a acionistas.

    Funcionário

    Belo Horizonte, MG


    Prós: Plano de saúde e previdência privada.

    Contras: A empresa não valoriza seus profissionais, o plano de carreira só existe no papel e não é aplicado efetivamente.

    Conselhos para presidência: Demissão de toda a diretoria e presidência.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há 11 meses

    Um bom emprego para quem é puxa saco.

    Técnico Administrativo

    Belo Horizonte, MG


    Prós: Estabilidade, pouca cobrança por resultados, bom plano de saúde, plano de previdência compartilhado com a empresa.............................................................

    Contras: Interferência política, plano de carreira muito burocrático, ineficaz e direcionado para os puxa sacos. Cargos de supervisor são vitalícios e hereditários, mesmo que esse se mostrem incompetentes para a função.

    Conselhos para presidência: Parar com a ingerência política, cargos comissionados com altos salários e péssimo ou nenhum serviço prestado. Olhar pelos empregados antigos com baixos salários.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 1 ano

    Cortaram até o cafezinho.

    Engenheiro

    Belo Horizonte, MG


    Prós: Atualmente é difícil citar pontos positivos. Emprego relativamente estável, por enquanto, mas isso apenas em comparação com empresas de outros setores.

    Contras: Plano de carreira é inexistente, há anos a empresa promete a revisão, mas nunca acontece. Benefícios estão sendo cortados sistematicamente, cortes de gastos que atingem apenas os trabalhadores da base, até o cafezinho foi cortado.

    Conselhos para presidência: Rever plano de carreira e política de cortes de gastos.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 1 ano

    Empresa mal administrada, sem política de retenção de talentos.

    Técnico

    Belo Horizonte, MG


    Prós: Benefícios indiretos: plano de saúde, PAT, previdencial privada. Empregados comprometidos com a segurança. Auxilo educação para o empregado, razoável. Auxilio creche mas só até 7 anos.

    Contras: Não existe plano de carreiras na empresa!!! Tenho 14 anos de empresa, 2 graduações e 1 pós e não há perspectiva de ascensão na carreira. A política de seleção interna é ridícula, avaliação por desempenho não existe. As mulheres, mesmo que com formação e capacitação técnica, são destinadas a atividades burocráticas e não são avaliadas com igualdade em relação aos homens.

    Conselhos para presidência: Ao invés de rever processos operacionais, é preciso avaliar o quanto a insatisfação dos empregados afeta a produtividade de cada um. por insatisfação, os técnicos capacitados simplesmente fingem que trabalham enquanto tocam sua vida do lado de fora para se sentirem menos frustrados profissionalmente.

    Recomenda a empresa: Não


Informações da empresa

CEMIG

Descrição:A Cemig é um dos mais importantes grupos do segmento de energia elétrica do Brasil, participando em mais de 100 empresas, além de consórcios e fundos de participações. Há 14 anos consecutivos, faz parte do Dow Jones Sustainability World Index (DJSI World). É a maior empresa integrada do setor de energia elétrica do Brasil e, em Minas Gerais, responde por 96% da área de concessão, com mais de 7,5 milhões de consumidores, em 774 municípios. É, ainda, a maior fornecedora de energia para clientes livres do País, com 25% do mercado, e um dos maiores grupos geradores, responsável pela operação de 70 usinas, com capacidade instalada de 7.038 megawatts. A atuação da Cemig estende-se a 23 Estados brasileiros, além do Distrito Federal, e ao Chile, com a operação de uma linha de transmissão em consórcio com a Alusa.

Site

RH: quer atrair bons talentos?