Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na CEMIG?

228 postagens (47 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

3.79
  • Remuneração e benefícios
    4.11
  • Oportunidade de carreira
    2.22
  • Cultura da empresa
    3.20
  • Qualidade de vida
    3.89

Recomendam a empresa a um amigo


  • Há aproximadamente 1 mês

    Péssima qualidade de vida

    Técnico

    Belo Horizonte, MG


    Prós: Realmente no atual momento está difícil encontrar algum ponto positivo, porém ainda é uma empresa estável devido ao controle de um bem essencial que é a energia elétrica. O salário é bom.

    Contras: A dita estabilidade constrói funcionários mortos vivos, a empresa por não demitir fica criando passivos trabalhistas e perdendo inúmeras ações na justiça de funcionários insatisfeitos. O plano de carreira é apenas um papel cheio de promessas onde fica impossível vislumbrar algum crescimento, mobilidade na empresa é uma luta onde os que conseguem tem de passar por um estressante caminho.

    Conselhos para presidência: A solução para esta empresa é demitir este monte de mortos vivos que ainda ficam sugando o resto da companhia. Renovar com profissionais que realmente sabem trabalhar.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há 4 meses

    Se você gosta de receber muito e trabalhar pouco, essa é a sua empresa.

    AnalistaEx-funcionário, saiu em 2016

    Belo Horizonte, MG


    Prós: Salário alto para pouca cobrança. Todos os funcionários concursados, contratados e estagiários recebem acima do mercado e o único esforço necessário é encarar a carga horária de 8 horas.

    Contras: A empresa está impregnada com todos os maus costumes de toda empresa grande e estatal (apesar de ter capital aberto). O primeiro ponto é o excesso de burocracia. É praticamente impossível solicitar ou alterar qualquer coisa sem ter que ligar para algum setor e aguardar a boa vontade dos responsável em atender o pedido no prazo. Muitos processos são desnecessários, tomando muito tempo para uma atividade que gera pouco valor. Sem contar o desperdício de papel, muitos documentos que poderiam ser digitalizados, são impressos e reimpressos muitas vezes. Definitivamente as pessoas dentro da empresa não são engajadas a esse ponto, diferente da visão sustentável defendida pela organização. Grande parte dos funcionários são extremante acomodados, chegam no horário além do permitido e vão embora exatamente no horário de saída ou até antes (bem antes). A produtividade do setor onde fui escalado é pífia, não exite trabalho suficiente para todos, devido a simplicidade dos processos. Além disso, os funcionários, em sua grande maioria têm mais tempo de casa, não buscam nenhum tipo de melhora na eficiência de seus trabalhos ou qualquer tipo de conhecimento que agregue valor, mal sabem operar uma planilha de Excel. São completamente avessos a qualquer mudanças que os tirem de sua zona de conforto. Ironicamente, quando exite um aumento de salário ou um comportamento inadequado por parte da diretoria, é gerado um frenesi na empresa inteira, com o jornal do sindicato denunciando e todos extremamente revoltados. Em contrapartida, quando um funcionário conclui o tempo máximo de permanência na casa, mas insiste em continua trabalhando, o mesmo, eventualmente, é mandado embora. Nesse caso, a comoção é generalizada e a Empresa "não tem coração" Ser estagiário e nada é mesma coisa, onde você aprende muito pouco, faz as tarefas que os demais estão com preguiça de fazer (geralmente são aquelas tarefas acumuladas que rapidamente são desovadas para os estagiários). O intuito de ter estagiários é apena para cumprir tabela, não exite uma cultura para criação e desenvolvimento de talentos. Grande parcela dos "crachás verde" (os concursados) se sentem superiores aos demais funcionários (estagiários ou contratados), obviamente não são todos assim. Para ingressas na Empresa sem necessidade de concurso público, apenas se tiver contatos fortes. Os contratados não fogem a regra dos funcionários concursados, a unica diferença é a forma de ingresso.

    Conselhos para presidência: Tornar a empresa mais produtiva e menos burocrática. Melhorar o sistema de seleção.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 1 ano

    Um bom emprego para quem é puxa saco.

    Técnico Administrativo

    Belo Horizonte, MG


    Prós: Estabilidade, pouca cobrança por resultados, bom plano de saúde, plano de previdência compartilhado com a empresa.............................................................

    Contras: Interferência política, plano de carreira muito burocrático, ineficaz e direcionado para os puxa sacos. Cargos de supervisor são vitalícios e hereditários, mesmo que esse se mostrem incompetentes para a função.

    Conselhos para presidência: Parar com a ingerência política, cargos comissionados com altos salários e péssimo ou nenhum serviço prestado. Olhar pelos empregados antigos com baixos salários.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 2 anos

    Cortaram até o cafezinho.

    Engenheiro

    Belo Horizonte, MG


    Prós: Atualmente é difícil citar pontos positivos. Emprego relativamente estável, por enquanto, mas isso apenas em comparação com empresas de outros setores.

    Contras: Plano de carreira é inexistente, há anos a empresa promete a revisão, mas nunca acontece. Benefícios estão sendo cortados sistematicamente, cortes de gastos que atingem apenas os trabalhadores da base, até o cafezinho foi cortado.

    Conselhos para presidência: Rever plano de carreira e política de cortes de gastos.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 2 anos

    Empresa mal administrada, sem política de retenção de talentos.

    Técnico

    Belo Horizonte, MG


    Prós: Benefícios indiretos: plano de saúde, PAT, previdencial privada. Empregados comprometidos com a segurança. Auxilo educação para o empregado, razoável. Auxilio creche mas só até 7 anos.

    Contras: Não existe plano de carreiras na empresa!!! Tenho 14 anos de empresa, 2 graduações e 1 pós e não há perspectiva de ascensão na carreira. A política de seleção interna é ridícula, avaliação por desempenho não existe. As mulheres, mesmo que com formação e capacitação técnica, são destinadas a atividades burocráticas e não são avaliadas com igualdade em relação aos homens.

    Conselhos para presidência: Ao invés de rever processos operacionais, é preciso avaliar o quanto a insatisfação dos empregados afeta a produtividade de cada um. por insatisfação, os técnicos capacitados simplesmente fingem que trabalham enquanto tocam sua vida do lado de fora para se sentirem menos frustrados profissionalmente.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há quase 3 anos

    Empresa não remunera tão bem e nem tem plano de carreira

    Analista de Gestão Administrativa

    Belo Horizonte, MG


    Prós: Diversidade das atividades profissionais, conhecimento e aprendizado.

    Contras: Falta plano de carreira. Salários iniciais não são ruins, mas estão longe de serem bons, principalmente para quem se esforça para passar em concursos. Os salários não aumentam, devido à falta do plano de carreira. O profissional fica 2, 3, 5, 6 anos com o mesmo salário. Já estou estudando para outros concursos, porque não tenho nenhuma esperança de se melhorar. A boa imagem da Cemig, quanto à remuneração dos profissionais, vem de outros tempos e não dos últimos dez anos.

    Conselhos para presidência: Criar plano de carreira e avaliar as causas da grande rotatividade dos últimos anos. Uma empresa de energia deve primar pela inovação e conhecimento, que são alcançadas pelo desenvolvimento de uma equipe profissional motivada pelo conteúdo do cargo e satisfeita com os fatores higiênicos (salários e plano de carreiras).

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 3 anos

    empresa precisa muito valorizar o funcionário

    Agente

    Belo Horizonte, MG


    Prós: Benefícios como ticket alimentação e refeição e plr

    Contras: Plano de carreira péssimo ou inexistente

    Conselhos para presidência: Ainda há muito o que mudar. Precisa rever os conceitos

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 3 anos

    Funcionário


    Prós: Empresa pública
    estabilidade
    liberdade

    Contras: Terceirizações
    falta plano de carreira

    Conselhos para presidência: Qualidade dos serviços e desenvolvimento tecnológico e pessoal próprio

  • Há mais de 3 anos

    Funcionário


    Prós: A energia elétrica do estado de Minas para cuidar.

    Contras: Muita desonestidade por parte das chefias. Mutos chefes vivem só de imagens, quando na verdade não tem a capacidadeou formação necessária. Para os chegados o dinheiro corre solto e não existe regras ou limites. Para quem não está na panela, nunca terá oportunidades. Não existe plano de carreiras. Discrepância de salários entre empregados em mesmas condições. Cultura machista e coronelista institucionalizada. E terceirização precária.

    Conselhos para presidência: Necessidade de fazer com que os chefes parem de utilizar os postos para benefícios próprios e sim em prol da empresa. Mudar a cultura coronelista. Enfrentar os problemas e falhas vindas dos chefes e não esconder debaixo do tapete. Criar plano de carreira honesto. Punir perseguidores. Valorizar os empregados bons de verdade.

  • Há mais de 3 anos

    Péssimo ambiente de trabalho, estou estudando pra outro concurso

    Administrativo de Distribuição

    Uberaba, MG


    Prós: O pagamento nunca atrasa

    Contras: Péssimo ambiente de trabalho, falta de reconhecimento, perseguições, pcr só de faixada, manipulação de dados de índices para a aneel, e muitos outros q não vão caber aqui

    Recomenda a empresa: Não


Informações da empresa

CEMIG

Descrição:A Cemig é um dos mais importantes grupos do segmento de energia elétrica do Brasil, participando em mais de 100 empresas, além de consórcios e fundos de participações. Há 14 anos consecutivos, faz parte do Dow Jones Sustainability World Index (DJSI World). É a maior empresa integrada do setor de energia elétrica do Brasil e, em Minas Gerais, responde por 96% da área de concessão, com mais de 7,5 milhões de consumidores, em 774 municípios. É, ainda, a maior fornecedora de energia para clientes livres do País, com 25% do mercado, e um dos maiores grupos geradores, responsável pela operação de 70 usinas, com capacidade instalada de 7.038 megawatts. A atuação da Cemig estende-se a 23 Estados brasileiros, além do Distrito Federal, e ao Chile, com a operação de uma linha de transmissão em consórcio com a Alusa.

Site

RH: quer atrair bons talentos?