Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Bosch?

496 postagens (143 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

4.08
  • Remuneração e benefícios
    4.00
  • Oportunidade de carreira
    3.26
  • Cultura da empresa
    3.93
  • Qualidade de vida
    3.91

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há mais de 1 ano

    Só Campinas o resto é muito ruim

    Analista de TIEx-funcionário, saiu em 2016

    Barueri, SP


    Prós: Por se tratar de uma empresa com capital próprio e consolidado na Europa não existe falta de dinheiro para pagamentos, PLR, etc todos os pagamentos em dia

    Contras: Não tem plano de carreira, chefia desqualificada, grupinhos de amigos que auto se ajudam e se você não esta no grupo não tem oportunidades, exploração dos trabalhadores que precisam muitas vezes utilizar coisas particulares como celular particular para cumprir suas tarefas sem reembolso, Falta de procedimentos corretos, a unica empresa Bosch boa para trabalhar no Brasil é a unidade de Campinas, as outras são péssimas

    Conselhos para presidência: Respeitem os profissionais

    Recomenda a empresa: Não

  • Há quase 2 anos

    Boa somente para cargos de chefia

    Engenheiro de Produto

    Campinas, SP


    Prós: - Empresa sólida. Não atrasa pagamento de salários. Boa estrutura interna com banco, lanchonete e etc. - Desconto quase zero de transporte.

    Contras: - Não tem nenhum benefício, a não ser aqueles que são obrigados a fazer, por acordo coletivo com sindicato; - Não fazem planos de carreira. Não é claro como funcionam as promoções; - tem 2 tipos de restaurantes, porém, o que tem qualidade aceitável custa R$8,00 por dia, o que considero muito; - O único benefício que tem é uma previdência privada que beneficia somente quem ganha muito (salários acima de 10.000). Para salários menores que 10.000, a previdência depositada pela Bosch varia entre 1,125% e 1,875% do salário, que depende do tempo de Bosch + a idade, mas, na média, é 1,5%. Ou seja, um trabalhador que ganhe R$2.000 terá míseros R$30,00 de previdência mensalmente. Se ganha R$9.000, terá R$135,00. Porém, a partir de R$10.000 começa a ficar bom. Quem ganha R$11.000, por exemplo, a média é de 17% sobre a diferença acima de 10.000 , ou seja, seria 135+170, dando R$305. Se ganha R$15.000, vai ser R$985 (135 + 850) mensalmente. Salários acima de 17.500, vai para 19% a taxa. Chega a ser ridículo. Benefício bom só para chefes, gerentes, diretores e etc, ou seja, pra quem não precisa. - a participação nos lucros tb só é boa pra quem é chefe, gerente ou diretor. Trabalhadores de Produção ganharam no ultimo ano em torno de R$4.000,00, valor bem abaixo do que todas as empresas do ramo e do porte da Bosch pagam. Quem é mensalista, o PLR chega a ser o valor do seu próprio salário. Porém, quem é chefe, varia de 3X à 7X o próprio salário, mais uma vez beneficiando quem ganha muito, ou seja, quem não precisa. - plano de saúde é participativo. Temos direito à apenas 4 consultas/atendimentos/exames por ano. Passado o limite é cobrado em folha um valor de aprox. R$25 por consulta a mais.

    Conselhos para presidência: Começar a pensar mais em benefícios para cargos menores pois atualmente a Bosch só é boa para trabalhar pra quem é , no mínimo, chefe. As decisões de benefícios são tomadas por quem tem bons salários e acabam escolhendo somente o melhor pra faixa salarial deles mesmos. Deveriam pensar mais em planos motivacionais pois, atualmente, sinto que a maioria dos profissionais está descontente com a empresa.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há quase 2 anos

    empresa legal

    Almoxarife

    Curitiba, PR


    Prós: companheiros de equipe, trabalho padronizado, organização, limpeza, incentivo aos estudos

    Contras: chefia fraca, o funcionario nunca tem voz , os lideres são todos puxa saco e mandam embora muito fácil

    Conselhos para presidência: ouçam mais a voz do trabalhador do chão de fábrica

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 2 anos

    Bosch diferencia uma filial da outra

    Operador de Telemarketing

    São Paulo, SP


    Prós: Ambiente de trabalho Amigos e fácil acesso ate a empresa

    Contras: Salário Benefícios diferenciado da outra filial. Nossos são muito diferente dos que trabalham na Bosch de campinas

    Conselhos para presidência: Fazer com que todas filiais tenham as mesmas condições de trabalho e benefícios.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há quase 3 anos

    construtiva

    Auxiliar de Produção

    Campinas, SP


    Prós: Transporte,PLR,comida no local

    Contras: Corte do aumento salarial dos funcionários de produção

    Conselhos para presidência: Dar mais oportunidades aos operadores, e um salário digno aos novos funcionários.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há quase 3 anos

    ruim

    Técnico QuímicoEx-funcionário, saiu em 1982


    Prós: Não pagam tão mal,boa comida,obedecendo as leis trabalhistas

    Contras: discriminação,regime ditadorial

    Conselhos para presidência: Tropicalizar, ditadura já era!

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há aproximadamente 3 anos

    Bosch empresa inadequada

    Planejador TécnicoEx-funcionário, saiu em 2008

    Curitiba, PR


    Prós: Uma empresa que possui normas de trabalho muito boas.

    Contras: Não possui um plano sério de cargo e salários, sua parte social de atendimento ao colaborador é muito ruim e gerência e chefia que não compartilham as necessidades da empresa com os colaboradores.

    Conselhos para presidência: Uma troca imediata de toda a gerência da empresa, colocar pessoas que sejam mais empreendedoras, com ideias que possam colocar mais produtos que possam dar sustentabilidade.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 3 anos

    Horrível

    Técnico Eletroeletrônico

    Campinas, SP


    Prós: Salário e beneficios

    Contras: Péssimo ambiente de trabalho, pressão desnecessária, supervisor chefe e gerente que não estão ali para te ajudar, na verdade foi a pior empresa que já trabalhei nestes 15 anos de carreira como disse a única coisa que presta é o salario

    Recomenda a empresa: Não

  • Há aproximadamente 3 anos

    Fujam da ilusão do nome

    Funcionário

    Campinas, SP


    Prós: Boa remuneração e benefícios.

    Contras: A empresa é totalmente engessada, congelada nos moldes antigos dos quais não reconhecem o direito de um cidadão como ser humano. Partem da cultura do "mais forte", "o mais amigo" e não avaliam friamente resultados e analises.

    Competitividade em demasia, jogo de egos, pessoas com mais interesse em fazer amigos do que trabalhar, aliado a uma empresa que ainda vive no século XX (burocrática e hierárquica), com pessoas que se adaptam para seguirem neste estilo. De um ano para cá começou a investir em RH, mas os resultados a nível organizacional demorarão muito tempo para serem vistos.

    Péssimo lugar para estagiar. Utilizam do estagiário como mão de obra barata, não como aprendiz. Oferecem pouco suporte e exigem uma responsabilidade que chega até a ser ilegal nos moldes das leis do estágio.

    Aos que sonham em trabalhar devido ao nome e tradição da empresa: FUJAM. Não se iludam. Vão procurar um lugar que respeite sua saúde. A Bosch pode ter sido sim muito boa ao longo de sua história pelos benefícios e remuneração, mas já não compactua com gerações mais novas. Não estamos mais na geração do workaholic, na geração do "viver para trabalhar". A não ser que você aceite se adaptar a processos antigos.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 3 anos

    Bosch, nunca mais quero voltar.

    AnalistaEx-funcionário, saiu em 2012

    Campinas, SP


    Prós: Salario um pouco acima do mercado.

    Contras: Você se sente como um número.
    Pouquíssimas oportunidades.
    Chefes carrascos.
    Panelinhas e Coleguismo exagerado.

    Recomenda a empresa: Não


Informações da empresa

Bosch

Descrição:A história de sucesso da Bosch no Brasil iniciou-se em 1954 na cidade de São Paulo. Atualmente o Grupo Bosch emprega no país cerca de 8.900 colaboradores e registrou, em 2015, um faturamento líquido de R$ 4.7 bilhões com a oferta de produtos e serviços automotivos para montadoras e para o mercado de reposição, bem como ferramentas elétricas, sistemas de segurança, termotecnologia, máquinas de embalagem e tecnologias industriais. As operações do grupo na América Latina empregam cerca de 10.300 colaboradores que contribuíram para gerar um faturamento de R$ 6 bilhões, incluindo as exportações e vendas das empresas coligadas.

O Grupo Bosch é um líder mundial no fornecimento de tecnologia e serviços. A empresa emprega mais de 375.000 colaboradores em todo o mundo (posição de 31.12.2015). A empresa gerou vendas de 70 bilhões de Euros em 2015. As operações do Grupo estão divididas em quatro setores de negócio: Soluções para Mobilidade, Tecnologia Industrial, Bens de Consumo e Energia e Tecnologia Predial. O Grupo Bosch é composto pela Robert Bosch GmbH e cerca de 440 subsidiárias e empresas regionais presentes em aproximadamente 60 países. Incluindo os representantes de vendas e serviços, a Bosch está presente em cerca de 150 países. A base para o crescimento futuro da organização é sua força inovadora. A Bosch emprega 55.800 colaboradores na área de pesquisa e desenvolvimento em 118 localidades em todo o mundo. O objetivo estratégico do Grupo Bosch é entregar inovações para uma vida conectada. A Bosch melhora a qualidade de vida em todo o mundo com produtos e serviços inovadores e concebidos para fascinar. Assim a empresa cria "Tecnologia para a Vida".

Site

RH: quer atrair bons talentos?