Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Banco do Brasil ?

Ver todas as avaliações

  • Há quase 2 anos

    Bom lugar para o início de carreira, e para quem deseja fazer coisas bem diferentes na mesma empresa

    Caixa Executivo

    São José dos Pinhais, PR


    Prós: A universidade corporativa é das melhores do mundo - e também na minha opinião. A valorização do estudo dos funcionários, as bolsas de estudo nas mais diversas áreas também faz com que tenhamos orgulho de trabalhar no BB. O recente trabalho de conscientização sobre ética é valioso na cultura organizacional, e faz o trabalhador se sentir seguro para, inclusive, denunciar más práticas. Também acho relevante a reorganização dos processos seletivos internos, que estão caminhando para serem 100% transparentes, embora ainda haja um bom caminho até lá. Os benefícios acabam sendo superiores aos praticados no mercado. A empresa tem "várias empresas" dentro de si mesma, e isso é excelente para crescimento pessoal e profissional, além de ser muito democrática com transferências de cidade e estado. Agora tem uma expansão internacional que deixa sonhar quem queira expatriação. Trabalhar 6 horas é a regra para novos concursados, e apenas muda a regra caso haja interesse em concorrer às funções de confiança, para as quais o pré-requisito é a jornada de 8h diárias.

    Contras: Ainda há muita dificuldade para o encarreiramento, principalmente se não estiver lotado nas regiões dotadas com centros administrativos, ou em Brasília. As informações sobre isso também são escassas, acabam restritas àqueles que têm tempo em buscá-las, e são poucos os que conseguem isso. Ainda há bastante "QI" nos processos seletivos, embora muito já tenha mudado a esse respeito. O salário poderia valorizar mais os que estão "na linha de frente", e em certos setores, as pessoas trabalham com atividades equivalentes a cargos acima, com responsabilidades a mais e salário menor. Também deveria haver um ajuste nesse sentido. A pontuação para processos seletivos internos é ruim para quem não tem nenhuma comissão: para quem é caixa, por exemplo, mesmo tenho faculdade e pós-graduação, é muito difícil concorrer a uma vaga para analista. E gerência então, só se quiser tentar em agências, pois nos Centros Administrativos, é praticamente impossível. Só que para sair de Caixa para o primeiro cargo comissionado (assistente), o salário é menor na maioria dos casos e representa regressão salarial mesmo com promoção de cargo. A função de educador (que não é um cargo em si, apenas mais uma atribuição), há muito que não tem concurso interno, já faz mais de 5 anos desde o último.

    Conselhos para presidência: Continuar as boas práticas em Gestão de Pessoas, e procurar valorizar ainda mais os funcionários também financeiramente, já que outros benefícios já são muito bem vistos pela maior parte da categoria. "Desengessar" mais os processos internos e financeiros, de forma a agilizar soluções de problemas, tanto administrativos quanto negociais. Dar mais transparência em assuntos estratégicos que não dependam de sigilo, pois alguns funcionários têm ótimas ideias e nem sempre têm oportunidades para "colocá-las na mesa". Investir sempre mais em atendimento interno e externo, na qualificação dos funcionários e terceirizados, para suprir os desejos e as necessidades dos clientes e público em geral. Fazer uma revisão no plano de funções/cargos para equiparar melhor as atribuições de quem está nos setores processuais, principalmente. Também revisar e ajustar os critérios de pontuação em processos seletivos e inclusive, nos salários, para que quem esteja há mais de 10 anos na empresa, não se sinta desmotivado em (re)começar a progressão na carreira, já que em alguns casos, simplesmente não vale a pena (financeiramente) tentar uma promoção, já que representa diminuição no salário mensal.

    Recomenda a empresa: Sim

Informações da empresa

Banco do Brasil

Descrição:O Banco do Brasil é um dos cinco bancos estatais do governo brasileiro. Possui 15.133 pontos de atendimento distribuídos pelo país, entre agências e postos, sendo que 95% de suas agências possuem salas de auto-atendimento (são mais de 40 mil terminais), que funcionam além do expediente bancário. Possui ainda opções de acesso via internet, telefone e telefone celular. Está presente em mais de 21 países além do Brasil. A missão do Banco do Brasil é "Ser um banco competitivo e rentável, promover o desenvolvimento sustentável do Brasil e cumprir sua função pública com eficiência."

Site

RH: quer atrair bons talentos?