Love Mondays


Ver avaliações para empresas similares

Como é trabalhar na Accenture?

1362 postagens (269 avaliações nos últimos 12 meses)


Satisfação geral dos funcionários

3.39
  • Remuneração e benefícios
    2.99
  • Oportunidade de carreira
    3.34
  • Cultura da empresa
    3.58
  • Qualidade de vida
    2.78

Recomendam a empresa a um amigo



  • Há quase 3 anos

    Em consultoria, ganha-se muita experiência, baixa remuneração total, rotina estressante e desgastante

    Consultor

    São Paulo, SP


    Prós: Primeiro ponto a salientar, trata-se de uma empresa gigante, portanto, é necessário mencionar pontos gerais e amplos para que seja minimamente coerente com a realidade da maioria das situações.
    1) Empresa multinacional: Em consultoria, há oportunidade de interagir com estrangeiros, realizar treinamentos no exterior, mas projetos fora de seu país ou mudar para outro país pela empresa (expatriado) são exceções.
    2) Evolução de carreira UP ou OUT: há muitas oportunidades de crescimento na empresa e muitos tipos de carreira. Para consultoria,ao longo do tempo ela está suavizando o "suba na carreira" ou "demita-se/seja demitido", ou seja, a carreira está ficando menos alavancada (perfil de consultoria) para carreiras mais estáveis (longo prazo com maior segurança).
    3) Grande oportunidade de aprendizado: há muitas ferramentas de aprendizado e pessoas dispostas a passar conhecimento, entretanto, é necessário muita pró-atividade.
    4) Pessoas bem qualificadas: no geral, a liderança é bem qualificada e muito disposta a desenvolver pessoas.

    Contras: Primeiro ponto a salientar, trata-se de uma empresa gigante, portanto, é necessário mencionar pontos gerais e amplos para que seja minimamente coerente com a realidade da maioria das situações.
    1) Salário: Para consultoria, paga-se muito mal pela quantidade de horas trabalhadas e a rotina extremamente desgastante e estressante. Em consultoria de negócios, a questão de banco de horas e horas extras deve ser alinhada com atenção no momento da entrada na empresa.
    2) Evolução de carreira UP ou OUT: Para consultoria,ao longo do tempo ela está suavizando o "suba na carreira" ou "demita-se/seja demitido", ou seja, a carreira está ficando menos alavancada (perfil de consultoria) para carreiras mais estáveis (longo prazo com maior segurança).
    3) Meritocracia em decadência: No histórico recente, a meritocracia está diminuindo com menos oportunidades e ferramentas de reconhecimento no curto prazo. A avaliação para definição de bônus e promoção ocorre apenas 1 vez ao ano e dependendo do momento da sua entrada na companhia, pode ser que tenha que esperar mais de 1 ano para ter uma avaliação sendo realizada (preste atenção neste ponto ao entrar).
    4) Regras não são claras na entrada: Assim como a maioria das empresas, as regras de avaliação, remuneração fixa e variável, benefícios e promoções não são expostas claramente para o candidato a vaga. Fique atento e pergunte o máximo que puder.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há quase 3 anos

    Uma gtrande empresa com recompensas medíocres.

    Analista de Sistemas JúniorEx-funcionário, saiu em 2014

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Existe um plano de carreira sólido. Existem benefícios aos montes, como cursos e certificações, se você correr atrás e tiver uma gerência bacana. Claro, e o básico de plano de saúde, dental, plano de previdência privada, etc. Em cargos mais elevados existem até planos de compra de carros.

    Contras: O crescimento existe, mas é lento e depende muito da boa vontade dos gerentes. Existe uma cota de promoções que a empresa como um todo libera e os gerentes tem que brigar por elas. Comigo aconteceu de eu assumir uma responsabilidade dois graus acima da minha função e, depois de um ano me matando de trabalhar com recursos limitados, tive que ouvir que alguém no setor havia recebido promoção nos últimos seis meses e que para eu ser promovido seria preciso esperar mais um ano para começar as negociações. O desempenho do profissional ajuda, mas ser um profissional empenhado e com rendimento alto não garantem subir na empresa. Além disso, a participação nos lucros existe, mas também é determinada em cotas a partir do desempenho dos profissionais. Se, por exemplo, em uma equipe de 10, se 5 tiveram desempenho acima da média, apenas dois receberão participação nos lucros como acima da média, enquanto os outros 3 serão avaliados como estando na média, porque não existe espaço para mais do que dois acima da média. Isso faz com que aconteça um clima estranho onde para um receber um determinado benefício, os demais precisam ficar para trás, o que resulta em funcionários mais mediocres tentando dar rasteira nos outros para ser graduado melhor.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há quase 4 anos

    O Júnior Baiano das Consultorias - Uma mistura de Brilhantismo e Bisonhice.

    GerenteEx-funcionário, saiu em

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Flexibilidade de horário, oportunidades de trabalhar com diversas tecnologias diferentes, desafios interessantes.

    Contras: Panelinha, a forma falsa como era conduzido o processo de avaliação, a prepotência e arrogância dos executivos em geral. O RH da empresa é uma piada de mau gosto. As meninas se esforçam mas não tem poder nenhum. Existem apenas para fazer figuração. O que importa mesmo é o DP - contratando, demitindo e efetuando os pagamentos.

    Conselhos para presidência: O poder corrompe se você não estiver preparado para exercê-lo. Muitos de vocês subiram rápido demais e se julgam grandes vencedores. De fato o são. Porém nem todos pelas razões certas, em particular, a competência. Muitos de vocês estão onde estão apenas porque se relacionaram com as pessoas certas nos momentos certos ou porque deram sorte simplesmente. Lembrá-los que o material humano é o principal ativo desta empresa deveria ser desnecessário porém não o é. Simplesmente porque ano após ano vocês insistem em medidas "brilhantes e artificiais" que não enganam nem valorizam ninguém. Os funcionários fingem que estão satisfeitos por medo das consequências e vocês acreditam que trabalham bem. Sim, muitos de vocês intimidam, são petulantes e arrogantes. O ideal é que vocês usassem o sucesso pessoal não como uma ferramenta de opressão mas sim como forma de incentivo, estímulo e ensinamento à todos e não apenas aos seus protegidos. E que se permitissem perceber que o "outro" é um ser humano e que mereceria ser tratado como tal.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 3 anos

    Embarcando no Titanic

    Consultor SêniorEx-funcionário, saiu em 2013

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Possibilidade de trabalhar em diferentes projetos para diferentes clientes em diferentes lugares no mundo.

    Contras: Os projetos têm metas sabidamente inexequíveis e o problema acaba estourando no líder de equipe que está em contato diário com o cliente. A remuneração é péssima, o sistema de avaliação é ilusório e o discurso organizacional é muito contraditório, As lideranças não têm coragem e as decisões difíceis não são tomadas. Os programas internos da empresa não se reciclam e já estão desatualizados. A cultura e o clima organizacional são ruins.

    Conselhos para presidência: Os líderes (incluindo gerentes e senior executives) precisam se preocupar verdadeiramente por seus funcionários, não só cobrar resultados. Eles precisam entender as aspirações de seus liderados e ajudá-los a alcançá-las. Hoje, infelizmente, isso deixou de existir. Deve haver um sentimento claro de troca entre líderes e liderados, senão o trabalho perde o sentido e a consequência é que as pessoas deixam de ter prazer e orgulho de trabalhar na organização e abandonam a empresa.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 3 anos

    Inicio de Carreira x Somos mais um numero

    Analista PlenoEx-funcionário, saiu em 2010

    Vitória, ES


    Prós: Empresa com grande visibilidade no mercado, apresenta ótimas oportunidades de aprendizagem para cargos iniciais. A empresa é totalmente focada em resultado, então não é lugar pra quem gosta de bater cartão e "deixa a vida me levar". Tem que entrar para fazer a diferença. Projetos e desafios fora da base, Viagens nacionais e internacionais.

    Contras: Baixo salários, divulgam benefícios que é praticamente inviável conseguir usufruí-los para quem trabalha em projeto dentro do cliente. A empresa tem uma politica boa com uma visão maravilhosa, mas na pratica cria-se uma cultura de funcionários "descartáveis", onde os talentos são apagados e desmotivado pelo líder ou gestor.Apesar do salário estar dentro do mercado no início, você ficará com o mesmo salário durante muitos anos, apenas com o dissídio, com a promessa de praticamente dobrar o salário caso seja promovido o que é claro que não acontece. Avaliação que leva mais em conta as amizades e puxa sacos do que o desempenho do funcionário.

    Conselhos para presidência: Palavras bonitas e milhares de e-mails de motivação por dia não pagam as contas de ninguém. Não adianta criar programas que não existem de fato. Parem de pensar um pouco no cliente ou somente em resultado/lucro e valorizem os bons funcionários por competência enquanto é tempo.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 3 anos

    Está vivendo do nome construído no passado. Cobra caro dos clientes e remunera mal os funcionários.

    Analista Sênior

    São Paulo, SP


    Prós: Paga em dia.

    Contras: Todas as "teóricas" políticas de treinamento, avaliação, desenvolvimento pessoal, são feitas e comunicadas apenas para aparecer nas pesquisas que são veiculadas pela mídia (Você S/A, etc.), ou para dar títulos à executivos. Na prática nada funciona. O que vale é a rentabilidade (margem) de cada projeto.

    Conselhos para presidência: Porquê ao comunicar os resultados da empresa, eles são sempre positivos, as perspectivas de crescimento são ótimas, mas na hora de recompensar os funcionários, somos informados que o panorama mundial foi complicado, o mercado está em crise, etc.?

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 3 anos

    Deixa ir embora que a gente contrata um júnior pro lugar dele...

    Consultor

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Existe um esforço para remanejar o funcionário em caso de fim do projeto, e existe certa flexibilidade na escolha de carreiras. O sistema oficial de carreira torna mais natural uma conversa sobre promoção. A empresa é um bom lugar para se começar sem experiência.

    Contras: O salário é uma piada de mau gosto, só dei uma estrela porque não dá pra deixar com nenhuma. A cultura de avaliação comparativa gera um ambiente extremamente hostil, onde o seu fracasso é o sucesso do outro na busca por uma promoção.
    A empresa tem muita vontade de criar uma cultura positiva, mas o que acaba acontecendo é a criação de um corpo de funcionários "descartáveis", onde a empresa não se preocupa em reter talentos, pois o substitui por qualquer um - o "bom lugar para começar" que mencionei é por isso; eles contratam pessoas inexperientes e botam pra fazer o trabalho de plenos ou sêniores, dando pouco (ou nenhum) treinamento.
    Finalizando, é extremamente irritante a quantidade de extrangeirismos inúteis que a gerência usa, além de ser absurda a quantidade de e-mails irrelevantes que recebemos.

    Conselhos para presidência: O triste é que a empresa tem potencial, e nem sempre foi como está. Ou levem a sério a política de retenção de talentos, ou assumam-se como body shop. Palavras bonitas e milhares de e-mails de motivação por dia não pagam as contas de ninguém.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há mais de 3 anos

    Desmascarando à High Performance Delivery

    Funcionário

    São Paulo, SP


    Prós: A empresa oferece uma ótima estrutura de aprendizado principalmente para jovens.
    O Networking que é feito nos projetos.
    A possibilidade de interagir com pessoas, sejam elas no Brasil e fora do país.
    A empresa oferece cursos, workshops dependendo do funcionário.

    Contras: Para mim, não foi surpresa alguma, acessar a internet e constatar um grau excessivo de insatisfações de todos os tipos, relatadas aqui por ex-funcionários e funcionários da Accenture.
    Existe uma grande disparidade da imagem que é vendida, das promessas nas entrevistas, o marketing que é feito nas revistas em relação ao dia-a-dia da empresa.
    O grau de arrogância impera na empresa,desde o cargo mais alto até o mais baixo, transformando o clima organizacional ruim, muitas das vezes tenso de se trabalhar. As pessoas trabalham com a sensação de estarem participando do Big Brother Brasil, policiando-se do tal "ser ou não ser compliance" com a empresa.
    Os líderes/gerentes "gerenciam" na maior parte das vezes impondo medo, já que não conseguem coordenar e estimular sua equipe de outra forma.
    O processo de avaliação é uma piada, existe muita política que acaba privilegiando aqueles que são "protegidos/panelas" pelos gerentes que muitas das vezes fazem parte das mesmas equipes e dos mesmos projetos, comprometendo assim, o plano de carreira daqueles que não fazem parte desse mesmo "grupo".
    A empresa tem um conceito arcaico olhando com de uma forma merecedora os profissionais com perfil de carreira X, desmerecendo aqueles com perfis de carreira Y, muitas das vezes prejudicados nas avaliações.
    É impossível conciliar qualidade de vida x trabalho. Diga-se de passagem, se você quiser sair no horário e sair 19hs, escutará muito: Vai cedo hoje, hein? Está desmotivado?
    Os casos de estress e depressão ocorrem com certa frequência na empresa (vi alguns casos).
    Os salários em comparação ao mercado deixam a desejar, por isso, existe um fluxo grande de entra e saí na empresa.

    Conselhos para presidência: Os Executivos, SM, deixarem o ego de lado, e perceberem que o maior ativo/legado da empresa são os funcionários.
    Líderes darem bons exemplos, existe muita cobrança e pouquíssimo estimulo.
    Rever as avaliações, geralmente são tendenciosas.
    Rever o plano de carreira para profissionais com perfil de carreira Y.
    Já que a empresa tem perfil exclusivamente para jovens por demandar muito esforço e tempo, o plano de carreira dos NÃO jovens deve ser revisto.
    Fomentar o intercambio nos projetos, sempre as mesmas equipes, os mesmos grupos.

    Recomenda a empresa: Não

  • Há quase 4 anos

    Excelente para conhecimento mas falta alinhamento entre conceito e prática

    Manager

    São Paulo, SP


    Prós: Empresa dinâmica com pessoas capazes. Excelente local para ampliar conhecimento e visão. O relacionamento com os clientes é extremamente valioso do ponto de vista de carreira pois permite um conhecimento maior do mercado em que o funcionário atua.

    Contras: Boa parte das políticas para os funcionários são conceituais e não práticas. O processo de desenvolvimento de carreira e treinamento são feitos para apresentar em revistas do mercado. Na prática,este processo é muito mais subjetivo do que se imagina.
    O processo de People Advocate não funciona de fato. O funcionário procura e nem resposta recebe.

    Conselhos para presidência: Se você quer que a empresa continue sólida, seria importante alinhar o discurso conceitual com a prática e estar mais próximo das pessoas que trabalham em sua empresa. Não adianta criar programas que não existem de fato.

    Recomenda a empresa: Sim

  • Há mais de 3 anos

    Difícil encontrar equilíbrio com a vida pessoal

    GerenteEx-funcionário, saiu em 2013

    Rio de Janeiro, RJ


    Prós: Empresa com grande visibilidade no mercado, apresenta ótimas oportunidades de aprendizagem para cargos iniciais, processo de avaliação interessante e bom salário para níveis mais experientes.

    Contras: Dificuldade de conciliar a vida pessoal com a profissional. O funcionário é exigido ao extremo. Serve somente para uma experiência temporária. Se você quiser passar alguns anos na empresa e se dedicar para ter boas avaliações, você tem grandes chances de apresentar algum problema de saúde (olha que conheço casos). Muitos finais de semana e feriados serão perdidos.

    Você escutará muito as frases como: "Está desmotivado", "Já vai?", "Almoço de 2 horas?" e "Ontem a noite foi boa". Essas frases cabem muito bem em um regime normal de 8 horas de trabalho, mas quando vc trabalha 12 horas ou mais por dia, vc acha que faz sentido?

    Quer sair com vergonha da sua empresa e escondido para ninguém ver às 19 horas, este é o lugar certo para você.

    Conselhos para presidência: Parem de pensar um pouco no cliente e valorizem os seus funcionários enquanto é tempo.
    Nunca consegui ter um executivo experiente da empresa como um ícone e desejar estar um dia no lugar dele. Percebi que a cada nível que eu subia menos qualidade de vida me esperava.
    Isso é muito grave.

    Recomenda a empresa: Não


Informações da empresa

Accenture

Descrição:A Accenture é uma empresa global de consultoria de gestão, serviços de tecnologia e outsourcing, atendendo a clientes em mais de 120 países. Combinando experiência ímpar, conhecimento profundo sobre todos os setores econômicos e funções de negócio, e extensa pesquisa junto às mais bem-sucedidas organizações no mundo, a Accenture colabora com seus clientes para ajudá-los a alcançar altos níveis de performance. Atuando no Brasil desde 1983, a empresa mantém escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte e Vitória, e um centro de soluções tecnológicas em Alphaville, capacitado para o desenvolvimento de soluções customizadas a custos competitivos. Além disso, a Accenture conta também com um Centro de Serviços Compartilhados, localizado em Curitiba, onde são criadas funções de back-office compartilháveis.

Site

RH: quer atrair bons talentos?