• Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
  • Vagas

Salários de Motorista

Empresa Salário Localização
Autônomo - Motorista R$ 2.601 Brasil
Grupo Júlio Simões Logística (JSL) - Motorista R$ 2.122 Brasil
Vix Logística - Motorista R$ 1.769 Brasil
Exército Brasileiro - Motorista R$ 2.487 Brasil
Correios - Motorista R$ 2.498 Brasil
Souza Cruz - Motorista R$ 2.274 Brasil
Auto Viação 1001 - Motorista R$ 2.587 Brasil
Grupo Petrópolis - Motorista R$ 2.055 Brasil
Viação Piracicabana - Motorista R$ 2.828 Brasil
Supergasbras - Motorista R$ 1.869 Brasil
Último salário postado - 24/03/2019
Ver salários publicados:

Salário médio bruto

5929 Postados

R$ 2.156/mensal

min. máx.

R$ 700 R$ 35.000

Gráfico de variação salarial

Buscas Relacionadas: Motorista Carreteiro Motorista D Ajudante de Motorista Motorista Entregador

Quanto um Motorista ganha?

O salário médio para Motorista é de R$ 2.156/mensal. O salário pode variar de R$ 700 a R$ 35.000. Esta estimativa salarial tem base em 5929 salário(s) postados por funcionário(s) no Love Mondays para este cargo.

O que um Motorista faz?

O motorista é um profissional responsável pelo transporte de uma ou mais pessoas ou cargas. Ele precisa estar habilitado para conduzir um tipo específico de veículo, tal como carro, ônibus, caminhão, etc. Conhecer as regras de trânsito e ter habilidades na direção são fundamentais para um motorista, que pode ser contratado para servir apenas uma pessoa ou para atender muitas - como no caso do transporte de passageiros -, além de transportar cargas. Motoristas de ônibus ou de caminhão podem viajar por longas distâncias, ao passo que motoristas particulares ou de táxi percorrem trajetos mais curtos.

1 - 10 de 3.782 empresas

1 - 10 de 3.782 empresas

Cargos Média Salarial
Saiba mais
* Valores de salários são aproximados, em valores brutos e incluem somente remuneração fixa. Todos dados são postados por usuários do Love Mondays, sendo que as empresas não necessariamente endossam ou concordam com os valores aqui mostrados. Salários postados há mais de 4 anos não são publicados e os demais são corrigidos conforme inflação anual.