• Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
  • Vagas

Salários de Desenvolvedor Back-End

Empresa Salário Localização
Beleza na Web - Desenvolvedor Back-End R$ 8.838 Brasil
Softruck - Desenvolvedor Back-End R$ 4.039 Brasil
Tiki Web - Desenvolvedor Back-End R$ 3.551 Brasil
Agência Perverte - Desenvolvedor Back-End R$ 2.881 Brasil
Bis2Bis - Desenvolvedor Back-End R$ 1.477 Brasil
FCamara Formação e Consultoria - Desenvolvedor Back-End R$ 11.118 Brasil
Havik - Desenvolvedor Back-End R$ 10.950 Brasil
Banco Pan - Desenvolvedor Back-End R$ 9.100 Brasil
Ciclic - Desenvolvedor Back-End R$ 9.000 Brasil
Digital Commerce Group (DCG) - Desenvolvedor Back-End R$ 8.801 Brasil
Último salário postado - 29/09/2018
Ver salários publicados:

Salário médio bruto

66 Postados

R$ 5.078/mensal

min. máx.

R$ 1.313 R$ 11.118

Gráfico de variação salarial

Buscas Relacionadas: Desenvolvedor Front End Desenvolvedor Front-end Pleno BackOffice Desenvolvedor Front-end Júnior

Quanto um Desenvolvedor Back-End ganha?

O salário médio para Desenvolvedor Back-End é de R$ 5.078/mensal. O salário pode variar de R$ 1.313 a R$ 11.118. Esta estimativa salarial tem base em 66 salário(s) postados por funcionário(s) no Love Mondays para este cargo.

O que um Desenvolvedor Back-End faz?

Desenvolvedor (Engenheiro de Software, Developer, Software Engineer) é o nome dado ao profissional que, no ramo da computação, faz a programação de computadores e escreve softwares. Sua função é a de criar e fazer a manutenção de softwares ou sistemas, atuando em conjunto com engenheiros e analistas de programação. Um desenvolvedor deve ser alguém muito criativo, com raciocínio lógico apurado e ter um bom conhecimento técnico. Atualmente, o mercado de desenvolvimento de aplicativos para smartphones e tablets é um dos que mais emprega profissionais desenvolvedores.

1 - 10 de 58 empresas

1 - 10 de 58 empresas

Cargos Média Salarial
Saiba mais
* Valores de salários são aproximados, em valores brutos e incluem somente remuneração fixa. Todos dados são postados por usuários do Love Mondays, sendo que as empresas não necessariamente endossam ou concordam com os valores aqui mostrados. Salários postados há mais de 4 anos não são publicados e os demais são corrigidos conforme inflação anual.