Olá! Love Mondays irá virar Glassdoor em 26 de junho. Saiba mais
  • Empresas
  • Salários
  • Entrevistas
  • Vagas

Salários de Advogado

Empresa Salário Localização
Autônomo - Advogado R$ 4.161 Brasil
Nelson Wilians & Advogados Associados - Advogado R$ 2.708 Brasil
Advocacia José Del Chiaro - Advogado R$ 3.969 Brasil
Advogado Trabalhista Autônomo - Advogado R$ 4.392 Brasil
Siqueira Castro Advogados - Advogado R$ 3.215 Brasil
Giordani e Advogados Associados - Advogado R$ 4.309 Brasil
TozziniFreire Advogados - Advogado R$ 5.981 Brasil
Vigna Advogados Associados - Advogado R$ 2.993 Brasil
Almeida Santos Advogados - Advogado R$ 2.663 Brasil
Almeida Advogados - Advogado R$ 4.998 Brasil
Último salário postado - 14/06/2019
Ver salários publicados:

Salário médio bruto

5347 Postados

R$ 4.557/mensal

min. máx.

R$ 500 R$ 60.000

Gráfico de variação salarial

Buscas Relacionadas: Advogado Associado Advogado Pleno Advogado Sênior Advogado Júnior

Quanto um Advogado ganha?

O salário médio para Advogado é de R$ 4.557/mensal. O salário pode variar de R$ 500 a R$ 60.000. Esta estimativa salarial tem base em 5347 salário(s) postados por funcionário(s) no Love Mondays para este cargo.

O que um Advogado faz?

Esse profissional defende os interesses de seus clientes com base nas leis vigentes no País. Pode representar pessoas físicas e jurídicas e atuar em sete diferentes áreas, que são Direito Trabalhista e Previdenciário, Direito Civil, Direito Penal, Direito Tributário, Direito Empresarial, Direito Eleitoral e Direito Ambiental. Quanto a ser júnior, pleno ou sênior, tudo vai depender do tempo de experiência requerido por determinada posição. Em uma empresa, para o nível júnior, o tempo requerido é de um a três anos. Um advogado sênior geralmente possui experiência de quatro a cinco anos.

1 - 10 de 2.714 empresas

1 - 10 de 2.714 empresas

Cargos Média Salarial
Saiba mais
* Valores de salários são aproximados, em valores brutos e incluem somente remuneração fixa. Todos dados são postados por usuários do Love Mondays, sendo que as empresas não necessariamente endossam ou concordam com os valores aqui mostrados. Salários postados há mais de 4 anos não são publicados e os demais são corrigidos conforme inflação anual.