Três formas de não pensar em trabalho quando você não está nele

0
Amando ou detestando seu trabalho, provavelmente você pensa nele em algum momento de folga. Seja um cliente trabalhoso, um problema cabeludo ou algum trabalho urgente para entregar, você não consegue se desligar 100% do seu trabalho. Isso te deixa sem sono, ansioso, estressado e até chato na hora de receber os amigos porque o trabalho simplesmente não sai da sua cabeça – ou o smartphone da sua mão!

Ok, sabemos disso e entendemos essa paranóia, mas existem formas de “enganar” essa cobrança do trabalho e conseguir relaxar. Vamos a elas:

 – Crie rituais de transição

Um dos rituais que podem te ajudar a mudar do acerto “trabalho” para o “casa” é, por exemplo, ouvir uma música suave ou ler algo bem leve. Ligar para um amigo ou jogar um jogo bem difícil no celular podem ser uma saída também. Pergunte aos seus familiares ou pessoas próximas como foi o dia delas e se desafie a ser um bom ouvinte. Manter o foco em outras pessoas e suas necessidades é uma ótima forma de se esquecer das suas próprias ideias.
– Dê ao seu cérebro um problema diferente para resolver

 Se sua mente ainda está meio dormente depois de deixar o trabalho, ocupe-se com outra coisa, tipo a cor escolhida para pintar as paredes de casa, a roupa que você vai usar no casamento de um amigo, ou qualquer outra coisa assim. Vale também pedir um problema de um amigo ou colega de trabalho para resolver. Pense nisso e, depois, volte com uma solução para a questão apresentada.

 – Tenha um momento para se preocupar

 Essa dica funciona da seguinte forma: separe um momento do seu dia para se estressar. Isso mesmo, para afundar nas preocupações. Pense assim: “vou responder aquele e-mail chato amanhã de manhã, depois do café, e não vou pensar nele até lá”. Ou então “aquela reunião desagradável está marcada para sexta, então vou reservar duas horas na quinta para me preparar”.

 Tudo o que seu cérebro precisa é saber que haverá um tempo para pensar naquele momento – que não é agora.

 Experimente essas dicas e conte-nos depois o que achou. Com certeza elas valerão a pena!

Compartilhe.