Saiba por que prejudicar os colegas é ruim para a empresa, segundo a Teoria dos Jogos

0
 O ambiente de trabalho é permeado com aprendizado de todos os tipos, e o principal deles é saber interagir com os colegas. Nem sempre a relação entre os funcionários é positiva, porque algumas vezes o ambiente de trabalho pode ser palco para casos de competitividade exacerbada entre os funcionários, podendo até um puxar o tapete do outro.  Alguns acham que se dão bem ao prejudicar e sabotar os demais colaboradores, mas não é bem assim.

Acontece que, segundo a teoria dos jogos, essa prática de puxar o tapete, além de tornar o ambiente de trabalho desagradável, pode ser prejudicial para a empresa. Mas o que a teoria dos jogos tem a ver com o clima organizacional das empresas? A teoria dos jogos é um modelo matemático muito utilizado em negócios, mas que também tem espaço no ambiente de trabalho. 

Explicando de forma bem simples um dos princípios dessa teoria, o Equilíbrio de Nash, no escritório: imagine que você foi alocado em um projeto, junto com um colega. Você  e seu colega têm duas opções, ou prejudicar o outro, ou colaborar com ele. Daí podem acontecer as seguintes situações: 1) Ambos se prejudicam, 2) um dos dois sai prejudicado, ou 3) ambos se ajudam.

No fim das contas, o melhor resultado tanto para você e seu colega, quanto para a empresa, é se os dois se ajudarem, para entregarem um bom trabalho para a empresa. No final das contas, puxar o tapete dos companheiros de trabalho pode trazer uma falsa sensação de superioridade no trabalho, mas na verdade é uma prática ruim, tanto para o colaborador, quanto para empresa. Tenha isso em mente!

Compartilhe.