Para quem quer ter filhos: como conciliar a chegada do bebê com uma carreira acelerada?

0
Conciliar uma carreira de sucesso com a chegada de um filho não é tarefa fácil. Porém, temos uma boa notícia! É possível, sim, seguir crescendo no trabalho sem, no entanto, negligenciar o bebê. Em um primeiro momento, a mãe ficará mais próxima à criança, pois estará de licença-maternidade, que pode durar de quatro a seis meses. O pai, nesse meio tempo, tem a função de ajudar na adaptação de todos a esse novo cenário, além de dar todo o apoio para a família. (Vale lembrar que em algumas empresas já existe a licença paternidade, e que ambos pai e mãe devem estar igualmente engajados no cuidado e no envolvimento com o bebê).
 No retorno da mãe ao trabalho, as coisas mudam um pouco de figura. Isso porque ela pode se questionar se sentiram sua falta, se outras pessoas foram capazes de fazer o que ela faz e, nessa hora, surgem uma série de inseguranças. A dica para esse momento é, mesmo durante a licença, conversar com os colegas de trabalho para se inteirar do que está ocorrendo. Porém sem se sentir culpada por estar fora, ter um filho é um marco muito especial na vida de qualquer pessoa, e  o momento da licença maternidade deve ser aproveitado ao máximo sem preocupar-se demais com a empresa. Outra opção é almoçar com o pessoal do trabalho uma vez por mês, por exemplo. Isso ajuda a não se distanciar tanto.

Um retorno tranquilo ao trabalho e o prosseguimento de uma carreira de sucesso só estarão completos se o filho estiver bem. Por isso, é importante decidir com antecedência quem será o cuidador do bebê, em qual creche ele vai ficar, etc. Fazer experiências antes é fundamental para não haver imprevistos na hora de ir trabalhar, que costuma ser dolorosa, mas deve ser encarada de forma segura e confiante pelos pais, que devem demonstrar esses sentimentos ao filho. 

Quando estiverem na empresa, os pais devem tentar se dedicar ao máximo a essa atividade. Ligar para a babá ou para a creche de 15 em 15 minutos pode prejudicar a qualidade do trabalho. No caso de reuniões ou apresentações na escola, um bom profissional fala com antecedência com seu gestor e negocia horários. É importante que o casal esteja presente na maioria dos eventos de seus filhos.

Quando se tem um filho, diversos aspectos melhoram. Aprende-se sobre trabalhar em equipe, interagir, lidar com o tempo, entre muitas outras coisas. Uma pessoa que está comprometida com seu trabalho e quer dar um exemplo para seu filho certamente será um profissional muito melhor. Você precisa enxergar a criança como um motivador para avançar na carreira.

Compartilhe.