Pais que inspiram os filhos na carreira

0

Sabemos que a família exerce um papel mais do que importante nas nossas aspirações pessoais. Os exemplos que observamos desde pequenininhos se tornam grandes inspirações para nossos objetivos de vida e, claro, as escolhas de carreira não poderiam ficar de fora!

Em clima de Dia dos Pais, ouvimos as histórias emocionantes de dois profissionais da Ambev com um ponto fundamental em comum: ambos foram inspirados pela família na carreira! Confira:

A história de Bruno

Bruno Melaré, 35 anos, trabalha na Ambev há 16 anos. Natural de Agudos, no interior de São Paulo, sempre viu a Ambev como uma referência de empresa para trabalhar, já que o pai, o avô e os tios trabalharam na antiga cervejaria Brahma, antes da fusão. Bruno é a terceira geração da família que trabalha para a companhia. Quando entrou, foi contratado como temporário para ajudar a localizar cliente no sistema de roteirização. Passou por técnico de roadshow, analista de roadshow, criador regional de produtividade. Formou-se administrador com o apoio da Ambev e, após a graduação, virou gerente responsável pelo auto serviço na regional Paraná/PR. Atualmente, é responsável por toda a logística do Centro-Oeste.

“Minha afinidade com a Ambev começou muito antes de eu pensar em trabalhar para a companhia. Meu pai sempre foi apaixonado pela companhia e me incentivou muito a começar minha carreira aqui”. Conta o gerente

“A Ambev influenciou na minha formação pessoal e profissional. Fiz grandes amigos e me formei administrador por conta do apoio financeiro que recebi da companhia. Se eu tivesse que descrever em uma palavra a Ambev, eu diria: família. Esse é o verdadeiro significado para mim”. Destaca Bruno

A história de Mariana

Mariana Porto, 31 anos, é formada em publicidade e propaganda pela ESPM. Antes de ingressar na Ambev, passou pela Claro, Philips e Unilever. Está há quase dois anos na cervejaria, mas sua ligação com a empresa é antiga.  Mariana cresceu dentro da Ambev: sua mãe já trabalhou para a Ambev e seu avô foi funcionário Antarctica! De tanto ouvir histórias da companhia, foi se interessando pela empresa. Quando finalmente ingressou na cervejaria, viu que a cultura é muito forte e que realmente conecta as pessoas.

“Meu avô sempre foi apaixonado pela Antarctica, ele construiu essa ligação que eu tenho com a Ambev. Minha mãe foi Antarctica também, ou seja, sou a terceira geração que trabalha na cervejaria. Essa paixão é de família.”  Conta

“A companhia tem uma cultura muito forte, somos reconhecidos pelo nosso trabalho. Trabalhamos muito, mas nos divertimos mais ainda. Fazer cerveja é o que nos move”. Destaca Mariana

E você? Também tem alguma história para compartilhar com a gente?

Veja mais de 400 vagas abertas na Ambev

Compartilhe.