Oito segredos para fazer com que a sua carta de apresentação chame a atenção dos recrutadores

0

Uma carta de apresentação bem elaborada pode representar seu sucesso em um processo seletivo, pois ela tem como tarefa mostrar quem você realmente é. O que acontece, no entanto, é que o profissional escreve uma carta de apresentação que resume seu currículo e diz mais do mesmo, fazendo com que esse documento se torne irrelevante e, com isso, seja descartado por recrutadores.

Como nós do Love Mondays queremos que você se destaque perante os recrutadores e impressione por suas capacidade, listamos a seguir alguns pontos que devem ser considerados ao montar uma carta de apresentação. Vale a pena conferir!

1. Não repita seu currículo
Não faz sentido repetir em sua carta de apresentação o que já está escrito no seu currículo, certo? Por isso, utilize-a para mostrar características de sua personalidade, curiosidades e interesses no campo em que você está buscando trabalho. Uma boa dica é fazer um levantamento sobre a empresa na internet e pincelar informações suas que têm a ver com a atuação e a linha de trabalho da companhia. Utilize essas informações a seu favor, pois elas mostrarão experiência e interesse.

2. Seja sucinto
Sabe aquela dica de que menos é mais? Ela se aplica perfeitamente nesse caso, pois sua carta de apresentação deve conter, no máximo, três parágrafos. A dica é ser direto e breve nas informações, sem exagerar no marketing pessoal. Apenas destaque o que você tem de melhor.

3. Conte uma história
Sabia que uma pitada de informalidade é bem-vinda em cartas de apresentação? Esse é o momento de você conversar com o recrutador e contar sua história. Lembre-se que a carta precisa ter começo, meio e fim, então, você pode começar falando sobre sua formação acadêmica (de maneira objetiva), depois as principais experiências profissionais, deixando para explicar no fim o que espera para o futuro de sua carreira.

4. Não enderece a carta
Você geralmente não sabe a quem endereçar sua carta. Por isso, evite colocar em sua carta de apresentação um “estimado gerente” e prefira não listar uma pessoa nesse documento, concentrando-se em seu conteúdo.

5. Volte aos tempos de escola
Faça uma revisão bem detalhada do texto. E preste muita atenção a esse ponto! Na sequência, imprima sua carta e leia o documento em voz alta e devagar. Você pode não acreditar, mas essa tática fará com que você detecte palavras que estão faltando ou informações que não precisariam estar ali.

6. Salve a carta em formato PDF
Para evitar problemas na abertura de arquivos na extensão .docx ou .pages, salve sua carta em PDF. Isso evita que o recrutador tenha problemas e contratempos ao abrir seu documento. Além disso, o PDF permite que você tenha mais controle sobre a formatação que aparecerá na tela de quem abrir sua carta de apresentação.

7. Jamais use frases clichê
Sabe o que jamais deve ser escrito em uma carta de apresentação? “Meu nome é Fulano e estou me candidatando à posição de analista de TI (por exemplo)”. Os recrutadores já sabem que você quer essa vaga e colocar isso em sua carta vai fazer com que você pareça inexperiente.

8. Encerre a carta de uma forma marcante
Rapidamente, explique como sua experiência ou visão de mundo pode te ajudar nesse trabalho. Mas seja muito breve e sucinto, fechando a carta de uma maneira bem firme.

Saber “vender” suas qualidades é fundamental para atrair a atenção de recrutadores e, por isso, a carta de apresentação é tão importante. Quando for redigir uma, coloque-se na posição de quem vai recebê-la e veja o que você pensaria de alguém com as características citadas por você. Colocar-se na posição do outro te ajuda a refletir sobre o que pode ser melhorado e qual é a melhor abordagem. Vale a pena investir seu tempo preparando uma boa carta de apresentação!

Compartilhe.