Não existem decisões certas ou erradas na carreira

0

Não é raro encontrar um profissional que, analisando a situação de sua carreira, conclui que simplesmente não tomou as decisões corretas e poderia ter feito muito melhor. Mas isso não é verdade, e sabe por quê? Simplesmente porque não há decisões certas ou erradas quando o assunto é carreira. O que se deve ter em mente é que você fez, sim, o melhor que podia, com as informações que tinha em mãos naquele momento.

Mesmo que você tenha avaliado que uma experiência não foi como poderia ter sido, pense que você conheceu pessoas, ganhou experiência, vivenciou coisas e construiu alguma bagagem. O Love Mondays acredita na satisfação no trabalho e, por isso, te dá dicas para encarar melhor esses momentos em que tudo parece ter saído do controle ou você sente que as decisões que tomou na carreira não foram felizes. Lembre-se de que nenhuma decisão causará seu desastre profissional completo e há, sim, formas de encontrar o melhor caminho, tomando decisões de forma pensada e planejada.

Eliminando a ideia de que existem decisões certas ou erradas

Sabe aquela dúvida que você tem ao se deparar com uma proposta de emprego? “E se eu aceitar essa oferta e odiar o trabalho?”, “E se eu aceitar essa oportunidade e perceber que desejo fazer algo de diferente?”, “E se eu aceitar esse emprego e meu amigo aceitar outro e ele tiver uma vida melhor que a minha?”. Essas e muitas outras questões permeiam nossas decisões e nos fazem ter medo de encarar as oportunidades, mas acredite: não existem decisões certas ou erradas quando o assunto é carreira, já que o que é bom para o outro pode não necessariamente ser bom para você.

Seja qual for a decisão que você tomar, o mais importante é analisar sempre os pontos positivos e extrair o melhor que puder em vez de pensar se foi a coisa certa a se fazer. Decidir entrar em um grupo pode te ajudar a aumentar o network, ao passo que se candidatar a uma posição na empresa onde você trabalha pode te dar a oportunidade de avançar mais rapidamente na carreira e decidir investir em um novo cargo pode te dar a chance de trabalhar em um ótimo local, com uma localização geográfica melhor para você, por exemplo. Tudo deve ser analisado pensando que sempre há algo de positivo, lembre-se!

Para te ajudar nesse momento, a seguir, listamos quatro dicas para que você não caia na armadilha de achar que existem decisões certas ou erradas na carreira. Confira:

Aceite que nem todos possuem uma carreira linear

Ter essa consciência é muito importante, pois há pessoas que simplesmente seguem suas carreiras de forma não linear e não há problema algum nisso. Exemplos de pessoas bem sucedidas e que não possuem uma carreira “certinha” são inúmeros e servem como inspiração para você. O importante é extrair experiências positivas de uma experiência e transferi-las para uma outra circunstância e assim por diante. O importante é estar aberto a mudanças.

Incorpore o “e” aos seus pensamentos

Pare de usar as palavras “ou” e “mas” nos seus pensamentos, pois elas limitam suas opções. Tente substituí-las pela palavra “e”, que abrirá muito mais possibilidades. Se você tem uma nova chance de trabalho poderá pensar de forma contida, assim: “estou interessado na nova posição, mas tenho segurança onde estou. Posso me candidatar à vaga ou posso ficar onde sei que ganho bem e estou no caminho para uma promoção”. Se você pensar de outra forma, mais aberta, ficará assim: “estou interessado na posição e gosto da segurança do meu trabalho atual”.

Com essa mudança de pensamento você pontua algumas questões sobre salário e se prepara para negociar uma melhora nas condições, caso seja eleito para o novo cargo. Considerar a possibilidade de mudar de emprego não significa que você vai abrir mão de um bom salário ou boas condições.

Extraia o máximo que conseguir de cada decisão

Assim que você tomar uma decisão entre de cabeça nela, afinal, ela merece o máximo de comprometimento. Isso vale também para os “nãos” que você disser. Se você optar, por exemplo, por não participar de algum grupo da empresa por conta de outras obrigações, dedique-se inteiramente a elas, aprendendo tudo o que puder com o trabalho que está fazendo e as pessoas com as quais está trabalhando.

Tenha em mente que uma única decisão não definirá sua carreira

Se você se encontrar infeliz em um trabalho por conta de uma decisão, não entre em pânico. Encare isso como um degrau ou uma etapa para começar algo maior e melhor e extraia as habilidades e conhecimentos que puder. A única coisa que não pode ser feita é desistir, pois todos os momentos – incluindo os mais difíceis – devem ser encarados como uma oportunidade para aprender e crescer.

Encarar as decisões como etapas para evoluir é a melhor forma de lidar com possíveis desilusões no trabalho. Lembre-se de que não há decisões certas ou erradas, apenas chances de aprender cada vez mais!

Compartilhe.