7 motivos pelos quais você não foi contratado

0

Seu currículo se encaixa perfeitamente com a descrição da vaga, você sentiu que foi bem na entrevista, mas não foi contratado? Não leve para o lado pessoal – existe uma série de circunstâncias fora do seu alcance (e às vezes ao seu alcance) do porquê você pode não ter conseguido a vaga que queria. Frequentemente, o motivo pelo qual você não foi contratado vai além dos quesitos habilidades e descrição da vaga.

Confira abaixo 7 motivos pelos quais você pode não ter sido contratado:

1 – Você não era o candidato ideal

Recrutadores dizem que mais da metade dos candidatos à vagas de emprego não são suficientemente qualificados. Não é de se surpreender, então, que você não tenha seguido adiante com o processo seletivo se só atende a 50% dos requisitos da vaga. Por outro lado, se candidatar exclusivamente para vagas com as quais você preenche 100% dos requisitos pode limitar suas opções. Por exemplo, se você não atende algumas preferências ou diferenciais, não tem por que deixar uma oportunidade passar.

2- A vaga foi congelada

Às vezes, a equipes de RH divulgam vagas online mesmo que a empresa esteja passando por um período de corte de custos e não tenha contratado ninguém durante o período. Um congelamento de contratações pode também acontecer durante um processo seletivo. Em todo caso, você pode ser deixado de lado como candidato e essa pode ser uma notícia que não chegue até você, por ser uma informação interna, que não deve ser divulgada.

3- A vaga foi preenchida internamente

Geralmente, funcionários têm prioridade em processos seletivos. Pode até ser que um candidato interno sempre tenha sido a primeira opção, mas, por políticas da empresa, todas as vagas de emprego devem ser publicadas online. Neste caso, a vaga é apenas uma ilusão para candidatos externos e sempre esteve reservada para algum funcionário desde o início e não há nada que você possa fazer.

4- A contratação é por perfil

Mesmo que suas habilidades sejam perfeitas para a vaga, não existe nenhuma garantia de que você seja contratado. Isso varia de caso a caso, mas muitas empresas estão cada vez mais preocupadas em construir uma cultura organizacional consistente.

5- Você não causou uma impressão tão boa assim

Quando o recrutador está avaliando um mar de candidatos, mesmo um mínimo deslize pode te desclassificar. Não importa o quão competente você seja, é sempre importante ser educado e profissional com os entrevistadores.

Veja 5 dicas para não errar na entrevista de emprego e 10 dicas para conversar melhor

6- Você é qualificado demais

Se o recrutador está procurando por um perfil específico para preencher uma vaga na qual você é excessivamente qualificado, a empresa pode optar por um candidato com menos competências por questões de budget ou pela vaga ser muito júnior para você. A boa notícia é que, se você continuar procurando, receberá outra proposta mais adequada às suas habilidades!

7- A empresa está passando por uma reestruturação

Um processo de contratação pode ser posto de lado por uma reestruturação, em que o RH precisará reavaliar as prioridades para entender qual o perfil que a empresa precisa. Se você realmente quer trabalhar para a empresa, não desista – informe a equipe de RH que você está interessado em futuras oportunidades.

Seja qual o for o motivo, não conseguir uma vaga de emprego não pode te impedir de continuar procurando. Como vimos até aqui, existem diversas razões pelas quais você pode não conseguir uma vaga. Revise o seu currículo, continue fazendo networking, consiga indicações e não desista! Procurar emprego pode não ser uma tarefa fácil, mas conseguir uma vaga que te faça amar as segundas-feiras faz tudo valer a pena!

Esse post foi inspirado em 7 Reasons You Weren’t Hired

Você também pode gostar de: 8 palavras para nunca incluir no currículo e 3 frases para fazer a sua carta de apresentação se destacar

Compartilhe.