Love Mondays traz empresas que investem em políticas de diversidade

0

A diversidade como ferramenta de transformação e diferenciação do ambiente de trabalho. Esse é o objetivo de companhias que investem em programas focados na inclusão de profissionais. O Love Mondays, plataforma onde funcionários avaliam as empresas em que trabalham, entrevistou duas organizações que têm programas inclusivos como parte de suas políticas internas. Descubra como os programas de diversidade da Takeda e da TOTVS contribuem para a integração dos colaboradores.

Takeda

A Takeda é uma empresa feita de e para as pessoas. Acreditamos que as pessoas são o ativo mais importante para nossa empresa, dentro do nosso propósito de oferecer uma saúde melhor e um futuro mais brilhante.
Tendo em vista este direcionamento, o código de conduta da empresa incentiva um ambiente de diversidade e livre de discriminação. Desde 2012, a área de Recursos Humanos da Multilab, unidade de medicamentos genéricos da Takeda, tem desenvolvido na fábrica localizada em São Jerônimo/RS, um projeto de acompanhamento e atendimento de Pessoas com Deficiência (PCDs). O programa é reconhecido internamente pela imparcialidade, o que mostra o quanto os funcionários entendem e respeitam a diversidade e colaboram para a consolidação de um ambiente de trabalho sem diferenças.
Um diferencial é que, além do atendimento ao PCD realizado pelo RH e gestores, a empresa também envolve as famílias dos colaboradores para que estes se sintam mais à vontade em compartilhar dúvidas ou angústias. Segundo Claudia Bizello, Diretora de Operações da Takeda, Fábrica São Jerônimo, “A ideia da extensão e envolvimento da família surgiu pela dificuldade que alguns PCDs apresentavam frente às mudanças de rotina ou nas relações com demais colegas. Percebemos que quando a família era envolvida nas decisões e dividiam conosco as dificuldades que refletiam em casa, conseguimos alinhar e trabalhar juntos, obtendo melhores resultados e desenvolvimento dos colaboradores”, completa Claudia.

TOTVS

Na TOTVS, a inclusão sempre foi um tema presente no cotidiano da empresa e o contato constante com profissionais com deficiência gerou uma série de aprendizados e novas ideias. Como resultado, surgiram alguns programas voltados para perfis específicos, como o programa “Jovem Aprendiz PCD” que foca na inserção de adolescentes de até 18 anos no mercado de trabalho. Além disso, são oferecidas capacitações recorrentes em libras para todos os TOTVERS que tiverem interesse em aprender a linguagem de sinais utilizada por pessoas com deficiência auditiva.
Recentemente, a multinacional brasileira criou um novo formato de contratação de PCDs. Em parceria com o IOS (Instituto da Oportunidade Social), instituição dedicada à capacitação de pessoas com deficiência e jovens de baixa renda da qual a TOTVS é fundadora e uma das mantenedoras, os processos seletivos passaram a contar com workshops em conjunto com as entrevistas. Já nas primeiras vezes que esse modelo foi colocado em prática, mais de 300 participantes puderam vivenciar a cultura da TOTVS e sair daquela experiência com mais bagagem e conhecimentos. Como resultado, a contratação trouxe profissionais de ponta para diversas áreas e que já chegam alinhados ao jeito de ser da companhia.
“Somos uma multinacional brasileira e acreditamos que as oportunidades possuem um real poder de transformação na vida das pessoas. Por isso, arregaçamos as mangas e desenvolvemos um projeto que fomentasse a inclusão de um número expressivo de profissionais com deficiência, muito pautados em criar algo que realmente gerasse valor para a sociedade e para a TOTVS. Pensamos também no apoio a esses profissionais pós-contratação e, para isso, continuamos com a parceria com o IOS onde todos eles serão capacitados e se desenvolverão ainda mais, além do acompanhamento pelo nosso RH nos próximos dois anos”, explica Rita Pellegrino, diretora de Recursos Humanos da TOTVS.

 

Escrito por Equipe Love Mondays

Compartilhe.