Como a sua intuição pode te ajudar na hora de escolher o melhor rumo para a carreira

0

“Tenha coragem de seguir seu coração e intuição. De alguma maneira, eles já sabem o que você realmente quer se tornar.” Steve Jobs sabia do que estava falando quando proferiu essa frase, afinal, o fundador da Apple sempre teve muito claro em sua mente o que desejava para a sua vida profissional, tanto que caiu e se reergueu diversas vezes até fundar a gigante da computação. Mas será que ele sempre foi racional em suas decisões ou seguiu a intuição em alguns momentos? Certamente, a segunda resposta é a mais provável, haja vista que todo bom profissional precisa mesclar um pouco de racionalidade com uma boa dose de intuição para dar os passos certos em sua carreira.

Você tem o hábito de ouvir a sua intuição? Em certos momentos, escutar aquela voz interior é a melhor forma de seguir o caminho que lhe renderá melhores frutos, mas como saber se você deve mesmo seguir essa ideia fixa na sua cabeça? Alguns indicativos podem te ajudar a perceber que, de fato, sua intuição deve ser seguida. O primeiro deles é se alguém estiver te encorajando a fazer isso. Se uma visão da sua carreira estiver vindo à sua mente com muita frequência, esse pode ser um outro sinal de que é hora de seguir a sua intuição. Ainda, se algumas palavras ou frases sempre estiverem presentes no seu dia a dia também é hora de avaliar se a sua intuição não está tentando se comunicar.

A intuição também é perfeita para lidar com os seus clientes, sabia? Se você está satisfeito com a sua profissão, mas acha que pode melhorar os resultados, por que não ouvir a sua intuição para se antecipar às necessidades do cliente ou desenvolver uma solução que vá encantá-lo? Não há nada mais gratificante do que ouvir um “Isso é exatamente o que eu precisava” ou “Você adivinhou meus pensamentos”, não acha?

Alguns psicólogos e estudiosos do assunto acreditam que a nossa intuição funciona melhor em momentos de estresse ou quando sua vida sofre alguma alteração, pois, nessas ocasiões, sua mente e coração sofrem um “duelo” de opiniões, que seguem uma vertente racional e intuitiva, respectivamente. Uma pesquisa conduzida pelo New Jersey Institute of Technology, feita com centenas de executivos, teve o objetivo de avaliar a sua capacidade intuitiva. Ao final do estudo foram selecionados 25 profissionais que tomaram decisões importantes nos últimos cinco anos e, dentre eles, os que tinham conseguido dobrar o resultado de suas empresas obtiveram notas altas no teste de intuição!

Embora esses resultados  sejam impressionantes, vale destacar que não basta apenas seguir a intuição e fazer tudo o que você sentir. Esse pensamento deve ser combinado com uma análise mais sóbria e racional, que precisa considerar todos os fatos. A intuição nunca deve ser forçada, pois ela deve surgir de forma natural e espontânea. Muitas pessoas, por exemplo, pensam em determinado assunto o dia inteiro, avaliam as opções e fazer uma análise racional e, depois de uma longa noite de sono, sua intuição aflora. E é nesse momento que você deve dosar o que tem de concreto e o que seu coração diz.

Apostar na intuição pode te levar ao sucesso profissional e a uma sábia escolha diante de diversas opções de trabalho. Procure ouvir o que seu coração diz e combine essa habilidade perceptiva com a sua racionalidade. Essa dupla certamente lhe renderá ótimos resultados!

Compartilhe.