Profissionais Introvertidos X Extrovertidos: Quem se dá melhor no trabalho?

0

O universo do trabalho conta com profissionais dos mais variados perfis. Muitos são extrovertidos, adoram se comunicar e estarem rodeados de pessoas, ao passo que outros são mais quietos, gostam de trabalhar sozinhos e rendem mais quando estão em um ambiente mais tranquilo. O bom disso tudo é que o mercado de trabalho possui excelentes oportunidades para ambos os perfis, mas, para ser feliz na sua profissão e render o máximo que você precisa, é importante que você saiba os melhores caminhos profissionais que deve seguir, com base nas suas características.

Acreditamos que os estereótipos como “extrovertidos são simpáticos e introvertidos são tímidos” não são exatamente verdade, por isso, vamos te ajudar a compreender quais são seus pontos fortes e como você pode trabalhá-los.

A origem dos termos “introvertido” e “extrovertido”

Se fomos buscar a origem dessas palavras, descobriremos que elas foram popularizadas por Carl Jung, psicólogo suíço,+ no início do século XX. Infelizmente, seus significados foram confundidos ao longo do tempo, fazendo com que todos pensem que ou você pertence a um grupo, ou a outro, sem meio termo. Se analisarmos nossos comportamentos veremos que, na maioria das vezes, ficamos no meio dessas denominações. Ao contrário do que se imagina, a introversão ou extroversão de uma pessoa está diretamente ligada ao aspecto de onde tiramos nossas energias, ou seja, como recarregamos nosso cérebro. 

Os introvertidos tendem a conseguir isso passando um tempo sozinhos, eles perdem energia facilmente quando estão perto de muitas pessoas por um longo período de tempo. Já os extrovertidos absorvem energia de outras pessoas. Quando ficam muito tempo sozinhos, ou seja, sua recarga de baterias quando eles são sociais.

No mercado de trabalho, essa interpretação se dá com base no conceito do psicólogo Hans Eysenck, quando afirmou, no início na década de 60, que a diferença entre introvertidos e extrovertidos é que eles têm níveis diferentes de animação ou excitação e seus corpos respondem de formas diferentes a estímulos. Por isso, geralmente os extrovertidos buscam aventura e novidade. Para os introvertidos, por outro lado, esse tipo de estímulo pode ser demais. Eles optam por momentos sozinhos, conversas com uma pessoa de cada vez e situações previsíveis no ambiente de trabalho.

Quais são os sinais de que alguém é mais introvertido?

Pessoas introvertidas nunca devem ser confundidas com as tímidas. Elas apenas se cansam facilmente de contato e, por isso, precisam de mais tempo sozinhas. Para elas, esse momento é tão restaurador quanto dormir, pois recarrega suas energias. As características das pessoas introvertidas incluem pensar antes de falar, ter poucos grupos de amigos, precisar de um tempo sozinho e ficar desconfortável com mudanças inesperadas ou surpresas de última hora.

Como saber se você está no meio do caminho?

A maioria das pessoas possui características de pessoas extrovertidas e introvertidas. Geralmente, elas gostam de estar perto de outras pessoas, mas, após um longo período de contato, começam a ficar cansadas. Gostam, também de ficar sozinhas em alguns momentos, mas não por muito tempo. Essas pessoas recarregam suas energias com uma mistura de interação social e um tempo sozinhas.

Qual é o melhor perfil para o mercado de trabalho?

Não existe perfil melhor ou pior. Tudo depende da área em que você atua. Sabia que as pessoas extrovertidas não são as melhores quando o assunto são vendas? Pessoas que mesclam um perfil introvertido com um extrovertido conseguem vender mais, segundo Adam Grant, autor de “Give and Take: A Revolutionary Approach to Success”(Dar e Pegar: Uma Abordagem Revolucionária para o Sucesso). Ele diz que essa mistura faz com que a pessoa utilize diversos recursos para efetuar uma venda.

Como extrair o melhor dos introvertidos e extrovertidos?

Entender as diferenças de cada perfil faz com que possamos retirar o melhor de cada um deles. Além de entender como a pessoa se comporta, é fundamental que você utilize uma comunicação efetiva com ambos os perfis para entender a personalidade de cada um. Isso facilita no relacionamento com os colegas, no seu dia a dia e no trabalho como um todo. Entender como as pessoas e como você mesmo funciona é a chave para conseguir render mais sem ferir seu bem-estar e sua personalidade.

Compartilhe.