Você conhece bem a geração Y? Saiba o que desejam e como podem mudar o ambiente de trabalho

0

Eles estão tomando conta do mercado de trabalho e serão os líderes do futuro. A geração Y, compreendida pelos nascidos após 1980 até meados da década de 1990, ainda provoca discórdia entre os profissionais mais antigos devido à mudança que estão promovendo nas relações de trabalho. Mais autônomos, independentes e versáteis, os profissionais da geração Y têm muito a ensinar a quem já está no mercado há anos, sabia?

Comprometidos com temas como o meio ambiente, o bem-estar, a autonomia no trabalho e a independência, os profissionais da geração Y possuem algumas características curiosas. Você sabia, por exemplo, que mais de 60% desses jovens têm como prioridade transformar o mundo em um lugar melhor? Além disso, mais de 70% deles gostaria de ser seu próprio chefe e, se precisar contar com um, gostaria que ele fosse uma espécie de mentor para a sua evolução profissional. O perfil colaborativo de trabalho em vez do tradicional modelo competitivo também faz a cabeça dos jovens da geração Y.

Quer saber mais sobre essa geração que promete revolucionar o mercado de trabalho nos próximos anos e que, atualmente, é um desafio para as empresas? Acompanhe, a seguir, alguns pontos importantes e que não podem passar despercebidos em relação à geração Y:

Eles fazem muitas perguntas

Isso não é, definitivamente, um ponto negativo em relação à geração Y. Apesar de, à primeira vista, esses profissionais parecerem “intrometidos” ou um pouco invasivos, é a forma que têm de descobrir, procurar e se informar melhor a respeito de tudo. Não estranhe se um jovem da geração Y te encher de perguntas: essa é a forma escolhida por essas pessoas para estreitar relações profissionais e ampliar seus conhecimentos.

Eles misturam os conceitos de diversão e trabalho

Os membros da geração Y buscam mais flexibilidade no trabalho. Mas isso não significa produzir menos. Ao contrário do que se imagina, a possibilidade de ter mais tempo livre para se dedicar às suas atividades ou horários sem rigidez no trabalho faz com que essas pessoas se sintam mais estimuladas a produzir mais e melhor. A geração Y costuma lidar bem com diversas demandas ao mesmo tempo, inclusive brincadeiras, games e pausas durante o dia.

Estabilidade não é seu maior objetivo

A geração Y quer aprender, conhecer, explorar. Isso pode significar trocar de emprego diversas vezes, caso a empresa em que ele esteja não o estimule mais ou não apresente desafios à sua carreira. Abrir mão de tudo para se dedicar a um projeto pessoal ou a uma iniciativa que contribua para a melhoria das relações ou do meio ambiente, por exemplo, definitivamente não é um problema para esses jovens.

Eles são impacientes

Dependendo do ponto de vista, essa característica pode ser muito positiva, já que os membros da geração Y são reconhecidos por resolver problemas em pouco tempo e concluir tarefas com eficiência. Por estarem sempre em busca do próximo desafio, os membros dessa geração costumam “tirar da frente” as tarefas do dia a dia, evitando postergar ou trabalhar por muito tempo em cima de um mesmo projeto.

Dar valor às relações de amizade, ao bem-estar de todos, ao meio ambiente e ao desenvolvimento sustentável são alguns valores muito fortes entre os membros da geração Y. Entender como pensam e o que desejam faz com que as empresas consigam reter talentos e profissionais de outras gerações lidem melhor com esses jovens. E você? Faz parte da geração Y ou está aprendendo a lidar com ela?

Compartilhe.