Filhos e carreira: como criar uma conexão forte com seus filhos em uma rotina corrida

0

Por Filhos no Currículo*

Um dos nossos dilemas enquanto pais e profissionais está em conciliar vida pessoal e carreira. E nesse processo carregamos alguns sentimentos conflitantes: o tempo se revela nosso maior aliado, porque sabemos que tudo passa, e se mostra também o nosso maior inimigo ao percebermos que ele nunca parece ser suficiente para darmos conta de tudo.

Vamos aos fatos: todos nós temos 24 horas por dia e certamente não daremos conta de tudo. Considerando essa premissa, o que podemos fazer para nos sentirmos verdadeiramente conectados aos nossos filhos? O que é mais importante que aconteça todos os dias em nossa relação com eles?

Camila Antunes, especialista em parentalidade e cofundadora da Consultoria Filhos no Currículo, listou algumas práticas que podem ajudar os pais a construírem uma relação forte e significativa junto dos filhos mesmo com a correria do dia a dia.

1. Seja honesto com você e com seus filhos

Dizer para seu filho que você o ama e que trabalhar é importante para a sua realização pessoal demonstra o valor da honestidade emocional entre vocês, fator imprescindível para relações fortes e conectadas. Ao perseguir nossos próprios sonhos estamos cuidando de nós mesmos e, indiretamente, ensinando nossos filhos a fazerem o mesmo.

2. Conte de você e se apresente ao seu filho

É fundamental criar a “cola”, a liga entre você e seu filho. Divida com ele quem é você de verdade e se apresente. Você quer saber mais sobre o dia do seu filho? Comece contando sobre o seu dia para ele. Conte sobre seus desafios e vitórias e sobre sua rotina no trabalho. Mostre suas fotos de infância, o que você gostava de fazer, suas músicas e brincadeiras preferidas. Apresente um hobby seu e convide-o para fazer parte disso, cozinhando juntos, por exemplo. São esses pequenos momentos da rotina que deixam marcas na memória dos nossos pequenos.

3. Crie rituais de despedida entre vocês

Não saia escondido e não minta para o seu filho. Pode ser que ele realmente não goste do fato de você sair todos os dias para trabalhar, e está tudo bem. Acolha e reconheça esse sentimento. Seu filho pode dizer “vou sentir saudades” e você pode retribuir: “eu também vou”.

Aproveite o momento da despedida como uma oportunidade de criar um momento de conexão entre vocês. Os rituais são uma maneira de trazer para o plano concreto algo que fica intangível para crianças pequenas. Pode ser o desenho de um coração na mão, um beijo, 10 abraços, levar na porta do elevador etc. O Importante é tornar esse momento especial e mais previsível para seu filho.

4. Desconecte-se para se conectar

Não conseguimos nos conectar com ninguém se estivermos conectados a outra coisa como o celular ou as tarefas do trabalho. Para se conectar é preciso estar entregue por inteiro. Antes de entrar em casa, cheque seu celular, verifique suas mensagens e desconecte-se. Reencontre seu filho com interesse. Ofereça um abraço, um beijo, um sorriso e esteja presente.

5. Coloque na agenda um tempo para se vincular ao seu filho

Na correria do dia a dia, uma habilidade que precisamos desenvolver com a chegada dos filhos é a de planejamento e organização. Entender que é preciso colocar esses momentos na nossa agenda é fundamental para nos trazer tranquilidade, afastar a culpa e nos aproximar do que é importante. Verifique sua agenda, perceba como está sua semana e estabeleça quando, como e onde será o tempo especial entre você e seu filho. Nesse tempo é importante que possamos escutá-los e estar inteiros ali.

6. Enxergue os erros e desafios como oportunidades

Reconheça que erros fazem parte da nossa construção enquanto pais e pessoas. Somos imperfeitos e reais e não temos a expectativa de eliminar esse fato das nossas vidas o que podemos mudar é a maneira como o encaramos. Os erros são grandes oportunidades de aprendizado e de conexão. Quando pedimos desculpas aos nossos filhos, estamos indiretamente lhes ensinando o valor do arrependimento e que somos seres humanos em constante desenvolvimento. Assim, podemos crescer junto com eles.

7. Faça reuniões com a participação de toda a família e estabeleça acordos

Seu filho está chegando tarde todos os dias na escola? Esse não é um problema exclusivamente seu ou dele, é um assunto para toda a família discutir e criar soluções de forma conjunta. Acordar ou dormir mais cedo seria uma solução, por exemplo? Ou já ir dormir de uniforme ajudaria? A resposta é individual e depende de uma conversa entre a família.

Conversem sobre os desafios da semana, pensem em soluções possíveis e testem. Compartilhem as metas, os planos e os sonhos de vocês. Busque se comunicar com clareza, de forma empática, demonstrando e validando os sentimentos de todos, com a intenção de fortalecer a parceria, o respeito mútuo e a conexão de toda a família.

Precisamos nos lembrar que o que nos liga a nossos filhos é o vínculo, a cola, a conexão, o afeto, o amor, a entrega. O que importa não é exatamente a quantidade de tempo ou de demandas cumpridas. Nossos filhos não precisam de pais perfeitos. Eles querem pais honestos, verdadeiros, conscientes e inteiros.

*A Filhos no Currículo é uma consultoria focada no impacto da chegada dos filhos na carreira. Atendemos profissionais que enfrentam o dilema de conciliar carreira e filhos e empresas que desejam levar este assunto para a pauta como forma de reter, atrair talentos e promover uma cultura de diversidade. Acreditamos que filhos agregam muito no currículo. 😉 Cadastre-se em www.filhosnocurriculo.com.br para sobre nossos próximos eventos.

Share.