Como ficar por dentro de um processo seletivo depois de se candidatar

0

Você é o tipo de candidato que, em um processo seletivo, pesquisa a vaga e a empresa antes de se candidatar? Ou busca pelo título de interesse e clica em “candidate-se” em praticamente todas as oportunidades que aparecem como resultado?

De qualquer forma, quando você inicia um processo seletivo com uma empresa, se candidatar não é o fim do seu trabalho. Esse é apenas o início de uma jornada. A partir daí, a ansiedade costuma tomar conta e surgem mil dúvidas de como ficar por dentro do andamento do processo. É melhor enviar um e-mail ou fazer uma ligação?

Veja as nossas dicas para acompanhar um processo seletivo sem dar nenhuma bola fora:

  • Tente o e-mail primeiro

No mercado de trabalho atual são poucos os profissionais que realmente têm tempo de atender chamadas anônimas. Enviar um e-mail mostra que você compreende que a agenda do recrutador pode estar cheia, já que ele pode ler sua mensagem e responder quando achar melhor.

  • O timing deve ser levado em consideração

O timing é sempre um ponto importante quando falamos sobre processo seletivo. Por exemplo: se o recrutador te deu um prazo de retorno e passou apenas um dia, talvez valha esperar mais um pouco antes de enviar um e-mail. Ou, se já se passaram algumas semanas, você enviou um e-mail e não teve nenhuma resposta, talvez você deva considerar partir para a próxima oportunidade.

4 sinais de que você foi bem na entrevista de emprego

  • Customize os seus contatos

Se você estiver falando com três recrutadores, certifique-se de escrever uma mensagem específica para cada um, considerando o momento do processo seletivo ou uma conversa particular. Criar um e-mail padrão e disparar para toda a sua lista torna o contato impessoal e pode afetar suas chances de se destacar como candidato, além de correr o risco de passar a impressão de que você não está realmente interessado na empresa ou na posição – apenas em conseguir um emprego.

  • Lembre-se de mostrar suas habilidades de comunicação

Toda e qualquer interação que você tem com um recrutador faz parte do processo seletivo: e-mail, ligação ou entrevista pessoal. Sendo assim, você pode encarar os contatos como uma oportunidade de mostrar suas habilidades de comunicação. Você pode, por exemplo, revisar seus e-mails e fazer anotações antes de falar com o recrutador para não esquecer nada importante.

As 10 perguntas mais comuns em entrevistas de emprego

  • Leve em consideração a cultura da empresa

O que vai ditar o tom da comunicação é a cultura da empresa. Se a empresa tiver um perfil mais informal ou super formal você deve respeitar. Além disso, é importante levar em consideração a posição para a qual você está se candidatando e o momento do processo seletivo. Se você já estiver em uma conversa mais avançada com o recrutador, pode considerar uma mensagem mais próxima.

Este artigo foi inspirado em To Email or Not to Email? A Glassdoor Recruiter’s Tips for Following Up After Applying to a Job, do Glassdoor, grupo do qual o Love Mondays faz parte

Compartilhe.